Arquivo da tag: filmes em Araxá

Festival de Araxá: Troféu Araxá Terra do Sol e prêmio Dona Beja para o Cinema

O burburinho na cidade já começou: Araxá se prepara em ritmo acelerado para receber artistas, realizadores, cineastas, produtores, jornalistas, e diversos profissionais da área do Cinema. Na web, o festival vem mobilizando sites, blogs, twitter e Facebook.

O I Araxá Cine Festival foi idealizado pela cineasta e produtora Débora Torres, que também é sua Coordenadora-Geral e Produtora Executiva.Tem Curadoria do festejado Rubens Ewald Filho e será realizado de 10 a 16 de setembro.

Débora Torres conta: “O curador do Festival, Rubens Ewald Filho, já definiu os filmes de longa-metragem que vão concorrer aos prêmios da Mostra de Araxá. O regulamento do Festival está no site, assim como os prêmios Dona Beja e Troféu Araxá Terra do Sol, os quais serão distribuídos para os vencedores do festival.” 

A promotora do Araxá Cine Festival está entusiasmada e diz que fazer um festival em Araxá era um desejo antigo, ressaltando dois outros destaques: a mostra Curta Minas, na qual concorrerão filmes de curtas-metragens produzidos em Minas Gerais, com Curadoria do diretor Guido Pádua, de BH; e o Curta Araxá, modalidade exclusiva para produções genuinamente araxaenses.

As inscrições para os filmes de curta-metragem produzidos em Araxá podem ser feitas através do site até dia 25 de agosto. Os cineastras araxaenses serão submetidos à avaliação de Rubens Ewald Filho, que fará a seleção dos participantes: “A premiação a ser distribuída no Araxá Cine Festival é muito boa e bastante interessante. São R$ 130 mil em prêmios, com destaque para o vencedor do Curta Araxá, que receberá a melhor premiação, ou seja, R$ 40 mil para ser investido na produção de um novo curta-metragem, que vai abrir a segunda edição do Festival, em 2013. O Curta Minas terá um prêmio de R$ 10 mil para o vencedor, e os filmes de longa-metragem de ficção brasileiros concorrerão a R$ 80 mil”, diz a incansável Débora Torres.

Débora Torres apresenta a programação visual do Festival à imprensa…

O Araxá Cine Festival vai exibir em sua noite de abertura o longa-metragem  O Mineiro e o Queijo, do premiado cineasta mineiro Helvécio Raton. Na mostra competitiva, o primeiro dia terá como atração O Contador de Histórias, do diretor Luiz Villaça. Dia 12 será a vez de O Palhaço, filme do ator Selton Mello. Em seguida, vem o filme Não se preocupe, nada vai dar certo, de Hugo Carvana, estrelado por Mariana Rios. E tem ainda Olhos Azuis, de José Joffily; e o filme de Carlos Alberto Riccelli e Bruna Lombardi, Onde Está a Felicidade ?

 Com apoio principal da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) e Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), a organização captou R$ 600 mil dos R$ 980 mil totais do projeto e planeja a participação de artistas conhecidos do grande público e cineastas renomados.

A ideia de Débora Torres e sua equipe é fomentar o gosto pel oaudiovisual em crianças, adolescentes e jovens de todas as idades, uma vez que o acesso às novas mídias est´possibilitando que cada vez mais um número maior de pessoas se expresse através das imagens. Para tanto, o festival vai realziar um “Festivalzinho” pela manhã, oficinas, workshops, lançamentos de livros e DVDs, debates sobre os filmes exibidos, além das mostras competitivas de longas-metragens de ficção e de curtas-metragens araxaenses.

Coletiva de lançamento do site e programação do Araxá Cine aconteceu no Teatro Municipal, a ser inaugurado com o Festival…

A secretária Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Parcerias, Alda Sandra Barbosa Marques, garante a abertura do novo Teatro Municipal para a estreia do Araxá Cine Festival: “ Nosso teatro vai estar em condições de sediar o Festival de Cinema de Araxá. As obras se encontram em fase de acabamento e o cronograma tem sido cumprido”, destaca.


Débora Torres, Alda Sandra e Débora Afonso unidas em torno do Araxá Cine

Segundo Alda Sandra Marques, há uma grande expectativa em torno do sucesso do Araxá Cine Festival. “Este evento vai divulgar o nome de Araxá, através de mídia espontânea em todo o Brasil. A nossa cidade estará recebendo muitos artistas e centenas de visitantes. Isto representa mais crescimento turístico e cultural para Araxá”, avalia a secretária.

O festival vai ser o  primeiro evento realizado dentro do Teatro Municipal de Araxá, que só será  inaugurado oficialmente após as eleições, devido à proibição da legislação eleitoral.

Saiba mais: http://www.araxacinefestival.com.br/

O Grande Hotel de Araxá, construção dos anos de 1940: Patrimônio que atrai turistas do mundo inteiro…

Araxá: porque o Cinema deve brilhar como o Sol

Cidade que já foi tema de livros, romances e até de uma novela de muita audiência, Dona Beja (protagonizada por Maitê Proença), ARAXÁ, a 367 km da capital mineira, vai sediar seu primeiro festival de cinema, a partir do próximo dia 10 de setembro.

O I Araxá Cine Festival foi criado pela cineasta e produtora Débora Torres, tem Curadoria de Rubens Ewald Filho, e terá uma extensa programação de 7 dias com exibições gratuitas, e uma premiação de R$ 130 mil, distribuída para várias categorias.

Rubens Ewald Filho, o crítico mais festejado do país, é também o Curador do I Araxá Cine Festival

A programação do Araxá Cine consiste em mostras competitivas cinematográficas, nas seguintes categorias: longas-metragens brasileiros de ficção convidados,curtas-metragens mineiros convidados,ecurta-metragens araxaenses selecionados, festivalzinho para as crianças da rede municipal de ensino, palestras, debates, oficinas e workshops de audiovisual. O festival é realizado através da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet – Ministério da Cultura), e todas as atividades programadas terão acesso gratuito, com apresentações musicais na abertura de cada sessão, promovendo um salutar intercâmbio interregional entre profissionais, público e amantes da arte cinematográfica e musical.

Araxá, cidade da messoregião do Triângulo Mineiro, possui aspectos que a tornam absolutamente propícia a receber um festival de cinema, a começar pela beleza de suas paisagens naturais, ainda mais quando o objetivo está alicerçado numa proposta onde história e memória da cinematografia brasileira desenham-se em intercâmbio com o local, regional e nacional, centrando o foco no Cinema como Patrimônio em Diálogo com o Público.

Objetivando apresentar ao público a diversidade da produção cinematográfica brasileira em formação, reflexão, exibição e difusão, o 1º ARAXÁ CINEFESTIVAL pretende abrir precedentes para disseminar Cultura & Arte em todos os aspectos, através de encontros e diálogos, de revelação e integração de novas iniciativas, ampliação e visibilidade para todos que têm compromisso com seu país.

Débora Torres entre Murilo Rosa e Alberto Araújo: concretizando mais um Festival de Cinema…

A idealizadora do Festival, cineasta e produtora Débora Torres, entusiasmada com a concretização do projeto, que alimentava há cerca de 3 anos, afirma: “Araxá é uma cidade acolhedora, com uma rede hoteleira muito boa. Queremos que seja um evento que venha para ficar.”

A LOGOMARCA

A assinatura visual do 1º Araxá Cine Festival foi desenvolvida através de um processo de estudo e pesquisa, visando a representar em um símbolo todo o objetivo do festival: trazer o cinema brasileiro à cidade de Araxá. Optou-se por elaborar uma marca com o conceito de que, durante o período do festival, Araxá e cinema serão um só. Transmitindo também a proposta de transformar a cidade na Capital Nacional do Cinema Brasileiro no período.

O símbolo é representado por um elemento traduzido em metade sol e outra metade uma fita de cinema. O sol representa Araxá. Elemento que é a tradução literal do nome do município, nome indígena que significa “lugar alto onde primeiro se avista o sol”. O círculo central também representa uma fita de cinema, envolto por uma lata na cor cinza escuro. O tom amarelo ouro também remete a “era dourada do cinema”.

 Débora Torres e Aurora Miranda Leão, unidas pela Sétima Arte…

O logotipo foi elaborado com as cores cinza e preto, transmitindo os conceitos seriedade e sobriedade. A tipografia foi desenvolvida para, ao mesmo tempo, passar o conceito de jovialidade e seriedade. As cores aliadas ao amarelo significam sucesso, brilho e  glamour, conceitos diretamente ligados ao universo cinematográfico.

Todos os elementos que formam a composição (símbolo, logotipo, legenda) estão dispostos de modo harmônico, para que haja uma simbiose capaz de agregar todos os objetos num conjunto gráfico.

Cena de O Mineiro e o Queijo, filme que vai abrir o Araxá Cine Festival

A solenidade de abertura do Festival está marcada para às 19h do dia 10 de setembro com show musical de artistas araxaenses no Teatro Municipal de Araxá, que será inaugurado oficialmente na ocasião. Em seguida, às 20h, será exibido o documentário O Mineiro e o Queijo, de Helvécio Ratton.

Dentre os livros a serem lançados, DICIONÁRIO DE FILMES BRASILEIROS – CURTA E MÉDIA METRAGEM, do pesquisador Antônio Leão; Ensaios de Cinema, do crítico L.G. de Miranda Leão; e Criação de Curta-Metragem em Vídeo Digital, do cineasta e roteirista Alex Moletta. Ainda na programação, a oficina de Walter Webb – ROTEIRO, PRODUÇÃO & DIREÇÃO, e o workshop PREPARAÇÃO – VIVÊNCIA DA PERSONAGEM NO TEMPO PRESENTE, com a atriz Ingra Liberato.

Na noite de encerramento, acontecerá a avant-première do filme Vazio Coração, a primeira exibição pública do longa-metragem de Alberto Araújo, que foi produzido por Débora Torres, e que tem elenco formado por Murilo Rosa, Lima Duarte,  Othon Bastos, Bete Mendes, Oscar Magrini, o Embaixador Lauro Moreira, Larissa Maciel, e Patrícia Naves no elenco.

Murilo Rosa protagoniza o longa Vazio Coração, de Alberto Araújo, que terá uma prévia na noite de encerramento do I Araxá Cine Festival

SAIBA MAIS SOBRE  VAZIO CORAÇÃO: http://auroradecinema.wordpress.com/2011/10/28/debora-torres-entre-vazio-coracao-e-festival-de-cinema-de-araxa/

QUEM FAZ o ARAXÁ CINE FESTIVAL

Idealização, Produção Executiva e Programação Visual:
DÉBORA TORRES

Curadoria da Mostra de longas metragens:
RUBENS EWALD FILHO

Curadoria de Curtas Minas:
GUIGO PÁDUA

Direção Artística:
ALBERTO  ARAÚJO

Coordenação Artística:
DÉBORA FRANCISCO

Coordenação das Mostras Competitivas e Paralelas:
PEDRO PINHEIRO

Coordenação de Comunicação:
DELVO  SIMÕES

Coordenação de Oficinas:
JOÃOZINHO UIRAPURU

Coordenação de transporte e logística:
CÉLIA PIO

Coordenação de Produção:
ALMIR AVELAR

Programação, Captação e tráfego de filmes:
ÂNGELA TORRES

Chefe de Receptivo e Cadastramento:
WALDIANE ERICEIRA

Secretária Executiva:
SÔNIA PASSOS

Assessoria de Imprensa do Festival:
AURORA MIRANDA LEÃO 

SERVIÇO

1º ARAXÁ CINE FESTIVAL – Festival Nacional de Cinema de Araxá

Data: 10 a 16 de setembro de 2012-08-10

Local: Teatro Municipal de Araxá e itinerâncias

Mais informações: http://www.araxacinefestival.com.br