Arquivo da tag: filmes na Reserva Cultural

Reserva Cultural inicia programação nova hoje

 
 

 

Programação de 30 de março a 5 de abril

Eleita pela terceira vez a “Melhor Programação” do Guia da Folha,

em votação promovida pela Folha de São Paulo 

SALA 1  

HABEMUS PAPAM (102’) (Exibição Digital) –  13h00 – 15h00 – 17h00 – 19h10 – 21h10*

*Sábado (31) haverá uma sessão de Habemus Papam às 23h10

*Terça-feira não haverá a sessão de Habemus Papam às 21h10
SALA 2  
ALBERT NOBBS (113’) – 13h00

A SEPARAÇÃO (Exibição Digital, 123’) – 17h10

PINA (2D) (Exibição digital) (103´) –15h10 – 19h30 – 21h30

*Sábado (31) haverá uma sessão de pré-estreia de As Neves do Kilimanjaro às 23h30

SALA 3  
HELENO (116’) –  14h10 – 16h30 – 18h45 – 21h00

*Sábado (31) haverá uma sessão de Heleno  às 23h20

SALA 4  

O ARTISTA (100’) – 13h15

CAIRO 678 (105) 15h10

O PORTO (92’) – 19h50

RAUL – O INÍCIO, O FIM E O MEIO (130´) – 17h20 – 21h35

*Sábado (31) haverá uma sessão de Raul às 23h55 

SOBRE OS FILMES 

ESTREIAS 

HELENO (Heleno)

Brasil, 2010, 116 min

Distribuição: Downtown Filmes

Elenco: Rodrigo Santoro, Alinne Moraes, Othon Bastos, Herson Capri, Angie Cepeda, Erom Cordeiro, Orã Figueiredo, Henrique Juliano, Duda Ribeiro. 

Heleno de Freitas foi o primeiro galã do futebol, defendia o Botafogo e tinha tudo para ser o maior jogador do Brasil. No entanto, a guerra mundial da época e a libertinagem que guiava sua vida mudaram seu brilhante destino, abandonado em um sanatório e vítima da sífilis aos 39 anos de idade. 

Saiba mais:

-Filme baseado no livro Nunca houve um homem como Heleno, do jornalista Marcos Eduardo Neves.

– As filmagens do longa foram feitas entre 2008 e 2012.

– Heleno era formado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito do Rio de Janeiro.

– Rodrigo Santoro emagreceu 12 quilos para interpretar Heleno nos seus dias finais. 

PRÉ-ESTREIA 

AS NEVES DO KILIMANJARO  ( Les Neiges Du Kilimandjaro)

França, 2011, 90 min

Distribuição: Imovision

Direção: Robert Guédiquian

Elenco: Ariane Ascaride, Jean-Pierre Darroussin, Grégoire Leprince-Rinquet, Anaïs Demoustier, Adrien Jolivet, Robinson Stévenin, Karole Rocher.

Michel (Jean-Pierre Darroussin) e Marie-Claire (Ariane Ascaride) são casados há 30 anos e vivem em paz, rodeados pelos familiares e amigos. Até que, um dia, o casal é abordado com violência e assaltado. Todo o dinheiro que eles vinham juntando para conhecer o monte Kilimanjaro, um sonho dos dois, é levado. Quando os autores do crime são descobertos, Michel e Marie-Cllaire agem de forma inesperada, diante do histórico que possuem. 

Saiba mais:

– Do mesmo diretor de O Último Miterrand.

– Participou da Mostra Internacional de São Paulo de 2011.

– Melhor Filme pelo júri e pelo público no Festival de Valladolid.

– Ariane Ascaride indicada ao César de Melhor Atriz. 

EM CARTAZ 

HABEMUS PAPAM (Habemus Papam)

Itália/ França, 2011, 102 min

Distribuição: Vinny Filmes

Direção: Nanni Moretti

Elenco: Michel Piccoli, Nanni Moretti, Jerzy Stuhr, Renato Scarpa, Margherita Buy 

O novo papa eleito (Michel Piccoli) sofre um ataque de pânico no momento em que deveria aparecer na varanda da Praça de São Pedro para saudar os fiéis, que esperaram pacientemente o veredito do conclave. Seus conselheiros, incapazes de convencê-lo de que é o homem certo para o cargo, procuram a ajuda de um conhecido psicanalista ateísta (Nanni Moretti). Mas o medo da responsabilidade que a confiança que lhe foi depositada representa é algo que só ele mesmo poderá enfrentar. 

Saiba Mais:

– Indicado à Palma de Ouro no Festival de Cannes 2011

– Vencedor do prêmio de Melhor Filme pela Associação da Imprensa Estrangeira na Itália

– Do mesmo diretor de O Quarto do Filho e Caro Diário

– Seleção Oficial do Festival de Toronto e da 35ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo 

CAIRO 678 (678)

Inglaterra/ França, 2011, 105 min.

Distribuição: Imovision

Direção: Mohamed Diab

Elenco: Boshra, Nelly Karim, Maged El Kedwany 

Seba é uma jovem moderna que é violentada durante um jogo de futebol. A partir de então, ela se torna ativista dos direitos femininos e ensina autodefesa para mulheres. Fayza é uma dona de casa obediente aos costumes, mas não escapa de ser assediada no ônibus que pega diariamente. Nelly é uma aspirante a comediante que se torna a primeira mulher no Egito a processar alguém por abuso sexual. Apesar das diferenças de classe e idade, essas três mulheres revelam traços em comum por serem vítima da violência e do preconceito contra mulher. 

Saiba Mais

– Melhor Filme – Festival de Chicago 2011

– Melhor Ator (Maged El Kedwany) – Festival de Chicago 2011

– Melhor Filme – Festival de Dubai 2011

– Melhor Atriz (Boshra) – Festival de Dubai 2011

– Seleção Oficial do Festival do Rio 2011 

O PORTO (Le Havre)

Finlândia/França/Alemanha, 2011, 93 min.

Distribuição: Imovision

Direção: Aki Kaurismäki

Elenco: André Wilms, Kati Outinen, Jean-Pierre Darroussin, Blondin Miguel 

Marcel Marx (André Wilms) é um homem que vive como engraxate nas proximidades do porto e, com o pouco dinheiro que ganha, tenta sustentar sua casa. Vivendo com dificuldades, ele vê sua rotina mudar quando sua esposa (Kati Outinen) subitamente adoece e um garoto africano chega ao país dentro de um cargueiro. Com o auxílio de alguns vizinhos, resolve esconder o menino e encontrar sua família, enquanto tenta despistar o detetive encarregado de localizar o imigrante ilegal.

Saiba Mais:

– Filme indicado pela Finlândia ao Oscar 2011 de Melhor Filme Estrangeiro

– Vencedor do prêmio FIPRESCI no Festival de Cannes 2011

– Melhor Filme do Festival Internacional de Cinema de Chicago

– Melhor Filme do Festival de Munique 2011

– Um dos 5 melhores filmes estrangeiros de 2011 segundo a National Society of Film Critics – EUA 

A SEPARAÇÃO (Jodaeiye Nader az Simin)

Irã, 2011, 123 min, Distribuição: Imovision

Direção: Asghar Farhadi

Elenco: Peyman Maadi, Leila Hatami, Sareh Bayat 

Nader é abandonado por sua esposa e contrata uma jovem mulher para cuidar do seu pai, mas ele não imaginava que a mulher está grávida e trabalhando sem a permissão de seu marido. 

Saiba Mais:

– Vencedor do Urso de Ouro do Festival de Berlim 2011

– Vencedor do Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro

– Indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Roteiro Original.

– Ursos de Prata de Melhor Ator (Peyman Maadi, Shahab Hosseini) e Melhor Atriz (Sareh Bayat, Leila Hatami) do Festival de Berlim 2011

– Melhor Filme Estrangeiro Independente do British Independent Film Awards 2011

– Melhor Filme Estrangeiro – Associação de Críticos de Chicago

– Melhor Filme Estrangeiro – Associação de Críticos de Nova York

– Melhor Filme Estrangeiro – National Board of Review, EUA 

ALBERT NOBBS

Inglaterra/ Irlanda, 2011, 113 min.

Distribuição: Paris Filmes

Direção: Rodrigo Garcia

Elenco: Glenn Close, Antonia Campbell-Hughes, Mia Wasikowska, Pauline Collins, Maria Doyle Kennedy, Mark Williams 

Uma mulher se passa por um homem, Albert Nobbs, para trabalhar e sobreviver na Irlanda do século XIX. Trabalhando como mordomo em um dos melhores hotéis de Dublin, ela conhece um belo pintor e tenta escapar da mentira que tem vivido. 

Saiba Mais

– Indicado a três Oscars (Maquiagem, Atriz – Glenn Close e Atriz Coadjuvante – Janet McTeer)

– Indicado a três Globos de Ouro (Música Original, Atriz – Glenn Close e Atriz Coadjuvante – Janet McTeer)

– Indicado a dois Screen Actor’s Guild Awards (Melhor Atriz – Glenn Close e Atriz Coadjuvante – Janet McTeer)  

O ARTISTA (The Artist)

França/ Bélgica, 2011, 100 min.  Distribuição: Paris Filmes

Direção: Michel Hazanavicius

Elenco: Jean Dujardin, Bérenice Bejo, John Goodman, James Cromwell, Penelope Ann Miller

Na Hollywood dos anos 20, George Valentin (Jean Dujardin) é uma das maiores estrelas do cinema mudo, participando de dezenas de aventuras ao lado de seu cão da raça Jack Russel Terrier. Inveja de muitos homens, ele lentamente começa a se defrontar com o ostracismo após a invenção e chegada do cinema falado, que tem um desastroso efeito na vida do astro. Enquanto sua amiga Peppy Miller ganha notoriedade com essas mudanças, Valentin é cada vez mais relegado ao esquecimento. 

 Saiba Mais:

– Grande vencedor do Oscar 2012.

– Indicado a 10 Oscar, entre eles Melhor Filme, Direção, Ator (Dujardin), Atriz (Bejo), Roteiro Original, Direção de Arte.

– Vencedor do Globo de Ouro 2012 nas categorias Melhor Filme (Comédia/Musical), Trilha Sonora, Ator (Dujardin)

– Melhor Ator do Festival de Cannes 2011 (Dujardin) 

RAUL – O INÍCIO, O FIM E O MEIO

Brasil, 2011,  130 min, Distribuição: Paramount

Direção: Walter Carvalho 

Documentário premiado que investiga a vida e a carreira de Raul Seixas, verdadeira lenda do rock brasileiro. Através de raras imagens de arquivo, encontros com familiares, e entrevistas com artistas, produtores e pessoas do relacionamento de Raul, o diretor Walter Carvalho radiografa a trajetória deste ídolo que permanece no imaginário popular, mesmo após mais de 20 anos de sua morte.  

Saiba mais:

– Melhor Documentário pelo Júri Itamary e pelo público da 35ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.

– Filme de encerramento do Festival de Cinema do Rio de Janeiro 2011.

– Entrevistas gravadas na Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo, EUA e Genebra.  

PINA (Pina)

Alemanha/ França/ Reino Unido, 2011, 103 min

Distribuição: Imovision

Direção: Wim Wenders 

A coreógrafa, dançarina e diretora de balé Pina Bausch (1940-2009) tem sua vida, obra e processo criativo radiografados pelo premiado diretor Wim Wenders, o mesmo de “Paris, Texas”. Mais que um simples documentário, o filme é uma viagem sensorial pelo mundo muito particular criado por Pina. Depoimentos poéticos de profissionais que trabalharam com Pina enriquecem ainda mais o filme quem vem sendo elogiado no mundo inteiro, até por quem não é particularmente fã da dança.

Saiba mais:

– Primeira produção européia totalmente produzida em 3D.

– Melhor Documentário pelo European Film Awards.

– Melhor Documentário pelo German Film Awards.

– Indicado ao Oscar de Melhor Documentário.

– Indicado ao BAFTA de Melhor Filme em Língua não Inglesa.

– Indicado pela Alemanha para a disputa do Oscar de Filme Estrangeiro.

– A direção de arte contou com a participação dos grafiteiros brasileiros “osgemeos”. 

SIGA A RESERVA CULTURAL NO TWITTER:
http://twitter.com/reserva_oficial
@reserva_oficial

Reserva Cultural
Avenida Paulista, 900 – Térreo Baixo (Prédio da Fundação Casper Líbero – entre as estações Brigadeiro e Trianon-MASP do metrô).
Tel.: (11) 3287-3529.

Horário de Funcionamento: 

Cinemas
Segunda a domingo: 13h às 24h
Bilheteria: 12h30 às 22h 

Área Gastronômica* 
Boulangerie Pain de France: das 10h às 22h / Sábado até 24h* 
Reserva Bistrô: das 12h às 22h (de domingo a 5ª feira); até 23h (6ª feira); até 24h (sábado)* 
Bombonière: segunda a domingo: das 12h às 24h 

Preços:
Inteira: R$ 24,00
Meia (Estudante): R$ 12,00
De segunda a quinta, até 17h: R$ 19,00 / R$ 9,50 (estudante)
Quarta-feira: R$ 17,00 / R$ 8,50 (estudante)
Crianças: até 3 anos – gratuito/ até 12 anos – meia-entrada 

Vendas pela internet: www.ingresso.com.br 

Sobre a Reserva Cultural

O mais inovador complexo cultural de São Paulo, inaugurado em junho de 2005, tem a proposta de ser mais do que um espaço para projeção de filmes. O frequentador de cinema ou quem busca um programa charmoso unindo lazer (cinema, música, exposições de arte) e gastronomia conta com um local diferenciado e charmoso.

O espaço abriga a Boulangerie Pain de France; o Reserva Bistrô, com ampla vista para Avenida Paulista, que oferece pratos variados da cozinha internacional (risotos, massas, saladas, carnes, sopas e sanduíches). Com design arrojado, o bar conta com atendimento de barman e drinques variados.

O lobby multimídia é composto por três monitores de plasma, exibindo entrevistas, trailers de filmes, imagens de making of e outras novidades do mundo do cinema. O espaço oferece acesso à web sem fio (Wi-Fi). Em junho de 2006, foi inaugurada a Livraria e Revistaria Lima Barreto, que apresenta um perfil autoral, voltada para literatura (brasileira e estrangeira), atualidades, história, cinema, artes e comunicação e conta com uma sofisticada revistaria repleta de títulos nacionais e estrangeiros, dos segmentos de informação, cinema, moda e cultura.

A programação é dedicada a filmes independentes, brasileiros e estrangeiros e as projeções podem acontecer em película ou pelo sistema digital, já que as quatro salas estão capacitadas para isso.

A Reserva Cultural está localizada no ‘marco zero’ da Avenida Paulista, no prédio da Fundação Casper Líbero.

* Com informações de Celso Sabadin, do PLANETA TELA

www.reservacultural.com.br