Arquivo da tag: futebol

MESSI: Melhor do mundo de novo. Nós apostamos !

Craque argentino concorre a terceiro título de melhor do mundo da Fifa e pode igualar marca de Zidane e Ronaldo

 

Messi:destaque do Barcelona do título do Mundial de Clubes sobre o Santos (Getty Images) 

 

No Barcelona desde 2008, o jogador brasileiro Daniel Alves tem tido a chance de acompanhar de perto as peripécias de Messi. E por conhecer tão bem seu companheiro, o lateral acredita que o argentino vencerá pela terceira vez consecutiva o prêmio de Bola de Ouro da Fifa, a ser entregue em cerimônia realizada em Zurique, em 9 de janeiro próximo. E ainda projeta mais troféus para o camisa 10 do Barça.

“Não tenho palavras para falar de MESSI. É um privilégio e um luxo poder jogar a seu lado. Ganhará esta Bola de Ouro e pelo menos mais duas”, declarou Daniel Alves, que ganhou folga do técnico Pep Guardiola para curtir as férias no Brasil.

MESSI: será que alguém duvida da maestria do artilheiro do Barça ?

Caso MESSI bata Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, e o companheiro Xavi na eleição de melhor do mundo, ele igualará os três títulos de Zidane e Ronaldo. Para isso, o argentino tem a seu favor os três títulos que o Barça conquistou em 2011: Campeonato Espanhol, Liga dos Campeões e Mundial de Clubes da Fifa.

“Já ganhamos três títulos em 2011 e queremos mais”, disse Daniel Alves. “O balanço da primeira metade da temporada é positivo e temos que continuar com a mesma fome de títulos”, completou o brasileiro.

MESSI e Agüero dão Vitória a Argentina

 Craques fazem bonito e seleção argentina avança…
 
 

A Argentina visitou a Colômbia nesta terça, em jogo válido pela quarta rodada das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014, foi dominada no primeiro tempo, mas melhorou com a entrada de Agüero na segunda etapa e conseguiu a virada, vencendo por 2 a 1. Os argentinos, que vinham de duas partidas sem vitória, voltaram a encostar no líder Uruguai. As duas equipes têm sete pontos, mas os uruguaios são superiores no saldo de gols.

No primeiro tempo, a seleção argentina foi completamente dominada pelos donos da casa, que tinham uma avenida no lado esquerdo do ataque. Armero, Pabón e Ramos tinham liberdade para jogar, liderados pelo maestro Rodríguez. Os visitantes tinham apenas uma jogada, já mundialmente conhecida e, desta vez, ineficaz: as arrancadas de Messi, que jogava sem apoio e sem opções para tabelar.

Apesar do domínio, os colombianos pouco chutavam a gol. Resolveram investir nos cruzamentos, mas os atacantes não conseguiam concluir. Até que uma falta na entrada da área dos rivais justificou o controle dos mandantes. Aos 44 minutos, Pabón cobrou, a bola bateu em Mascherano e surpreendeu o goleiro Romero.

Agüero: genro de Maradona é um craque invejável… Saravá !!!

Na segunda etapa, o técnico Alejandro Sabella colocou Agüero em campo, e a entrada do atacante melhorou o time. Messi passou a ter mais opções no ataque, já que Higuaín estava isolado e bem marcado. A mudança se transformou em gol aos 16 minutos. Messi driblou Bolivar e encontrou Sosa, que do lado esquerdo, cruzou rasteiro para a área. O goleiro Ospina falhou, não conseguiu ficar com a bola, e na sobra a estrela do Barça tocou para o gol.

Aos 33, Zúñiga teve a chance de recolocar a Colômbia à frente no placar. O lateral tentou passar por Clemente, a bola bateu no argentino e voltou para o colombiano, que se livrou da marcação, ficou de frente para a meta, mas chutou em cima do goleiro. As mudanças de Sabella foram certeiras, e a Argentina conseguiu a virada.

Bolivar e Messi, Colômbia x Argentina (Foto: AP)

Messi pôde jogar como sabe no 2º tempo e deixou sua marca singular (Foto: AP)

Aos 39, Higuaín se livrou da marcação na área e chutou. O goleiro espalmou, e Agüero foi mais rápido, chutando para garantir a vitória dos argentinos. Nos acréscimos, Messi quase marcou um belo gol. O craque roubou a bola no meio de campo, avançou em velocidade, invadiu a área e tentou encobrir Ospina, que deu um tapa na bola. Na sobra, a bola sobrou para o atacante, mas a defesa da Colômbia afastou quase em cima da linha.

* Informações GLOBOESPORTE.COM  

MESSI joga e faz gols como quem passeia… Saravá !

Messi faz dois, e Barcelona goleia BATE Borisov em ritmo de treino

Craque argentino chega aos 194 gols com a camisa do clube catalão e iguala marca do lendário László Kubala

 
 
Antes do duelo contra o Barcelona, o jovem técnico do BATE Borisov, Viktor Goncharenko, disse que não tinha medo do rival. O problema é que ele não avisou isso aos seus comandados. Em ritmo de treino e aproveitando falhas individuais do time bielorrusso causadas claramente pelo temor de encarar Messi e companhia, o clube catalão goleou por 5 a 0 e se isolou na liderança do Grupo H da Liga dos Campeõescom quatro pontos. Para não perder o costume, o camisa 10 argentino foi o destaque da partida realizada em Minsk, marcou dois gols e se tornou o segundo maior artilheiro da história do Barça.
 

Em outro jogo da chave, o Milan recebeu o Viktoria Plzen, da República Tcheca, e, após um primeiro tempo tenebroso, no qual foi bastante ameaçado, fez 2 a 0 na etapa final e garantiu a primeira vitória no torneio. Cassano e Ibrahimovic anotaram os gols da equipe rossonera, vice-líder do Grupo H com quatro pontos, mas pior saldo de gols que o Barcelona.

Diante de um recuado BATE Borisov, o Barcelona começou a partida do jeito de sempre, ou seja, tocando a bola e buscando abrir espaços na defesa adversária. Aos seis, o brasuca-espanhol Thiago Alcântara, escalado na vaga do contundido Iniesta, deu o primeiro chute a gol. Bem colocado, o goleiro Gutor fez a defesa.

‘Fogo amigo’ fura a retranca

Com quase todos os jogadores da intermediária da defesa para trás – apenas o experiente sérvio Kezman lutava na frente contra os defensores do Barça -, o time bielorrusso até conseguia evitar penetrações de Messi, Villa, Pedro e companhia na área. Mas não o “fogo amigo”. Após cruzamento despretensioso de Daniel Alves pela direita, o zagueirão Volodko se desesperou com Messi no seu “cangote” e acabou marcando contra: 1 a 0 para o Barcelona.

Pedro na partida do Barcelona contra o BATE (Foto: AFP)
Pedro, de cabeça, fez o 2º do Barça (Foto: AFP)
 

Três minutos depois, em jogada parecida, mas pelo lado esquerdo, Pedro foi mais rápido que a defesa do BATE e, de cabeça, ampliou.

Com a vantagem, o Barcelona ficou mais sossegado na partida e, aos 37, fez mais um em nova falha bisonha dos anfitriões. Thiago Alcântara fez bela jogada pela ponta direita e cruzou fraco. O arqueiro Gutor se enrolou e espalmou a bola na cabeça de Messi que só teve o trabalho de escorar para o fundo das redes.

MESSI iguala marca de Kubala

No segundo tempo, sem esforço algum, o Barcelona ia criando uma oportunidade atrás da outra e, aos dez, fez mais um. Daniel Alves achou Messi na altura do pênalti. Com a habilidade que lhe é peculiar, o craque argentino dominou e acertou uma bomba no ângulo. 

Com o tento, Messi chegou aos 194 gols com a camisa do Barcelona e se igualou ao húngaro László Kubala que, entre 1950 e 1961, fez história no Barça. Ambos agora estão apenas atrás de César Rodríguez que marcou 235 gols entre 1939 e 1955.

A goleada no placar diminuiu ainda mais o ritmo do Barcelona que, no restante da segunda etapa, seguiu “treinando” e, mesmo assim, anotou mais um com David Villa aos 44 após uma falha da zaga do BATE que saiu jogando errado. 

 Messi comemora gol do Barcelona contra o BATE (Foto: AFP)

Messi comemora gol do Barcelona contra o BATE (Foto: AFP)

Por GLOBOESPORTE.COM Minsk, Bielorrússia

MESSI promove nova goleada para o Barcelona

Craque argentino faz barbaridade em campo: com 3 gols, atropela adversário e Barça faz 5 a 0 no Atlético de Madrid…

 
messi miranda barcelona x atlético de madri (Foto: AFP)
Miranda tenta parar Messi: brasileiro do Atlético
de Madri fez gol contra no Camp Nou (Foto: AFP)

Lionel Messi inspirado é sinônimo de vitória do Barcelona. Com ajuda do rival então, a goleada é certa. Com três do argentino e um contra do zagueiro brasileiro Miranda, ex-São Paulo, o time de Pep Guardiola atropelou o Atlético de Madri neste sábado e venceu por 5 a 0, no Camp Nou, pela sexta rodada do Campeonato Espanhol.

Em cinco jogos (a primeira rodada foi adiada para janeiro por causa da greve dos jogadores), são três goleadas: 5 a 0 no Villarreal, na estreia, e depois 8 a 0 sobre o Osasuna (mais dois empates de 2 a 2 com Real Sociedad e Valencia). Agora, Messi soma oito gols na competição e é o artilheiro isolado. O Atlético de Madri contou com Falcao Garcia e o meia brasileiro Diego em campo pelos 90 minutos.

O resultado deixou o Barça em segundo lugar com 11 pontos, assim como o Sevilla, atrás do líder Bétis, que soma 12 com 100% de aproveitamento e entra em campo segunda-feira contra o Getafe. O Atlético é o oitavo lugar, com sete. O próximo jogo da equipe catalã é na quarta contra o BATE, pela Liga dos Campeões, com transmissão ao vivo do GLOBOESPORTE.COM às 15h45m (de Brasília).

messi barcelona x atlético de madri (Foto: Reuters)
Messi é o artilheiro do Campeonato Espanhol com 8 gols: três só neste sábado (Foto: Reuters)
 
    O primeiro gol do

Barça

     no 

Camp Nou

    foi de David Villa, aos nove da etapa inicial: o camisa 7 driblou Miranda na área e bateu sem defesa para o goleiro Courtois. Três minutos antes, Thiago Alcântara havia acertado a trave do Atlético.

Os donos da casa ampliaram aos 15. Messi recebeu na área e chutou para a defesa de Courtois, mas a bola bateu em Miranda e entrou. Gol contra: 2 a 0 para o Barça. Aos 26, o terceiro, com a marca de Messi. O argentino cobrou o lateral para Pedro, tabelou com o companheiro, invadiu a área driblando os rivais e bateu para fazer 3 a 0.

Com a partida ganha, o time catalão controlou o segundo tempo e ampliou já aos 33, novamente em bela jogada do melhor do mundo: Messi arrancou pelo meio, puxou para a direita driblando a defesa e bateu cruzado para colocar 4 a 0 no placar. Já nos acréscimos, o camisa 10 fez o quinto, fechando a goleada.

Confira os jogos da 6ª rodada do Campeonato Espanhol:

Sábado
Athletic Bilbao 1 x 1 Villarreal
Sevilla 1 x 0 Valencia
Real Madrid 6 x 2 Rayo Vallecano
Barcelona 5 x 0 Atlético de Madri

Domingo
Mallorca x Real Sociedad
Levante x Espanyol
Granada x Osasuna
Sporting Gijon x Racing Santander
Zaragoza x Málaga

Segunda-feira
Getafe x Betis

Herrera e LOCO ABREU Garantem Bela Vitória ao Botafogo

Veloz e furioso: Botafogo goleia o Ceará e incendeia o Engenhão lotado

Cariocas sentem o gosto da liderança por 59 minutos e goleiam por 4 a 0 diante de 42 mil presentes, com gols de Herrera (dois), Loco Abreu e Cidinho

Com grande apoio da torcida, que lotou o Engenhão nesta quarta-feira (36.995 pagantes e 42.000 presentes), o Botafogo voltou a mostrar a sua força ao passar fácil pelo Ceará e golear por 4 a 0, gols de Herrera (dois), Loco Abreu e Cidinho, em partida válida pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O time de Caio Júnior, que chegou a liderar a competição durante 59 minutos, período em que o São Paulo empatava com o Atlético-MG, está na segunda colocação. Tem 40 pontos, um a menos do que o Tricolor paulista, que venceu por 2 a 1 no Morumbi. E ainda pode ser ultrapassado por Corinthians (40 pontos) e Vasco (38) nesta quinta, quando terá um jogo a menos do que seus concorrentes.

 Argentino Herrera e uruguaio LOCO ABREU fazem a dobradinha escândalo do BOTAFOGO… 

A festa dentro do Engenhão contrastou com a grande confusão do lado de fora, onde muitos torcedores sem ingresso entraram em confronto com policiais militares. Na próxima rodada, o Botafogo tem pela frente o Coritiba, às 16h de domingo, no Couto Pereira, enquanto o Ceará recebe o Atlético-GO, no mesmo horário, no Presidente Vargas.

Na grande panela de pressão formada no Engenhão, o Botafogo aproveitou a presença em massa da torcida para começar o jogo com velocidade e jogadas pelas pontas. Tanto que bastaram apenas cinco minutos para o time da casa abrir o placar. Elkeson deixou Boiadeiro para trás e cruzou para Herrera. Na dividida na pequena área, a bola ainda desviou na cabeça de Vicente e entrou: 1 a 0. A euforia dos torcedores ficou ainda maior quando, no Morumbi, o Atlético-MG empatava o jogo contra o São Paulo.

Veloz e aplicado, o Botafogo jogava praticamente com quatro atacantes, já que Elkeson e Maicosuel se juntavam a Herrera e Loco Abreu num quadrado que levava muito perigo ao adversário. Do lado dos visitantes, o Ceará trocava passes, mas encontrava dificuldades para furar a forte marcação do Botafogo, abusando sem sucesso dos cruzamentos para a área. Os chutes de longa distância de Boiadeiro e João Marcos não chegaram a assustar.

herrera botafogo x ceará (Foto: Alexandre Cassiano/Globo)
Herrera é abraçado pelos companheiros no primeiro gol do Botafogo (Foto: Alexandre Cassiano/Globo)

Fabrício é expulso e Botafogo fica com um jogador a mais

O time de Caio Júnior só não ampliou mais cedo a contagem porque Herrera perdeu chance claríssima ao dar um carrinho na bola, após chute cruzado de Maicosuel, e mandar na trave. E o que era bom para o Botafogo ficou ainda melhor quando Fabrício, aos 44 minutos, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. A reclamação do Ceará foi muito grande, já que foi João Marcos quem cometeu a primeira falta em que Fabrício acabou punido.

Na cobrança da falta, Maicosuel mandou para o gol, mas o lance foi anulado porque Herrera, em impedimento, passou na frente da bola. A arbitragem considerou que houve interferência na jogada.

A força do Botafogo ficou ainda mais nítida na segunda etapa. Com um jogador a mais, o time não teve problemas para conseguir o segundo gol. Aos 12 minutos, Everton, que havia acabado de entrar na vaga de Márcio Azevedo, cruzou na medida para Herrera cabecear sem defesa para Diego: 2 a 0.

elkeson botafogo x ceará (Foto: Alexandre Cassiano/Globo)
O meia Elkeson foi um dos destaques do Botafogo contra o Ceará (Foto: Alexandre Cassiano/Globo)

A essa altura, o duelo marcava dez finalizações para cada lado, mas a ineficiência do Ceará era vista com o zero no placar. O time da casa, por sua vez, mostrava ótimo futebol. Prova disso foi o gol de Loco Abreu aos 27 minutos, um golaço não pela finalização, mas pela jogada inteira. Lucas lançou Elkeson em profundidade, o meia deu belo passe de calcanhar, e Maicosuel acionou o uruguaio, que bateu de primeira para estufar a rede: 3 a 0.

Mas a vitória ainda tinha mais um capítulo, inusitado. Everton, mais uma vez, fez ótimo cruzamento para o baixinho Cidinho (1,69m) subir no meio da zaga e cabecear: 4 a 0. Foi o primeiro gol do meia de 18 anos como profissional.

Atordoado, o Ceará passou a se defender como podia para não sofrer mais gols. Os botafoguenses, velozes e furiosos, jogaram com todo o gás até o fim. A liderança não chegou nesta rodada, mas o gostinho já foi sentido.

* por GLOBOESPORTE.COM

MESSI AFIRMA: MARADONA É O MELHOR da HISTÓRIA

‘Maradona é o melhor da história. Não vi Pelé jogar, mas não me faz falta’ 

 

A polêmica disputa entre Maradona e Pelé pelo título de melhor jogador da história ganhou mais um capítulo nesta quarta-feira. Atual estrela do futebol mundial, o argentino Lionel Messi reiterou sua preferência pelo compatriota e ainda provocou o brasileiro.

“Maradona é o melhor da história, sem dúvidas. Não vi Pelé jogar, mas não me faz falta”, disparou o craque do Barcelona, em entrevista à ESPN.

Por outro lado, Messi fez questão de elogiar o futebol brasileiro, principalmente Ronaldo e Neymar. “Ronaldo foi o melhor atacante que vi na minha vida, o que mais gostei. Surpreendeu-me como jogador. Já Neymar é outro grande jogador e, de fato, me parece que sua presença faria muito bem à Liga espanhola”, completou.

Por fim, o camisa 10 do Barça afirmou que pretende atuar no futebol argentino um dia. O Newell’s Old Boys, clube onde começou antes de ir para a Espanha, é o destino predileto. “Desde criança, sonho em jogar no futebol argentino e, particularmente, no Newell”s Old Boys. Sempre disse isso. Esta é uma experiência que quero ter. Sempre fico acordado para ver partidas de futebol argentino pela TV“, finalizou.

MESSI abusa do direito de ser craque e dá novo SHOW em campo… Saravá !

Argentina derrota a Nigéria com atuação espetacular de Messi

Astro do Barcelona fez as jogadas dos dois primeiros gols argentinos, o segundo após uma belíssima jogada individual

 

Com grande atuação de Messi no primeiro tempo, a Argentina derrotou a Nigéria por 3 a 1, nesta terça-feira, em amistoso disputado em Bangladesh. O astro do Barcelona não marcou, mas criou os lances dos dois primeiros gols, de Higuaín e Di María. O terceiro gol argentino foi contra, de Elderson, e Obasi fez o gol nigeriano.Esta foi a segunda vitória seguida da Argentina, ambas sob o comando do novo técnico Alejandro Sabella. Antes, os , gol de Otamendi, em amistoso jogado na Índia. Nos dois jogos o destaque foi Messi, apesar de não ter balançado as redes.

Diante da Nigéria, a Argentina saiu na frente aos 25 minutos. Di María entregou a Messi, que fez o passe de primeira para a área. Higuaín matou no peito e bateu no canto do goleiro Ayenugba.

 

Messi bate na saída do goleiro após jogada individual. Higuaín marcou no rebote

O segundo gol saiu apenas dois minutos depois, numa jogada maravilhosa de Messi. Ele arrancou pela direita e deixou três nigerianos pelo caminho. Após invadir a área, bateu rasteiro para defesa parcial do goleiro, e Di María marcou no rebote.

Na etapa final, a Nigéria descontou logo no primeiro minuto. A defesa argentina se atrapalhou toda e Obi Mikel ficou com a sobra do lado esquerdo da área, perto da linha de fundo. Ele rolou para trás e Obasi mandou para as redes.

Cria do excepcional MARADONA, jovem MESSI segue os passos do padrinho: GENIAL em campo !

Aos 21 minutos saiu o terceiro gol, que selou a vitória argentina. Di María enfiou a bola para Higuaín, que saiu na cara do goleiro. O chute foi em cima de Ayenugba, mas Elderson se atrapalhou na sobra e fez gol contra.

MESSI dá novo título ao BARCELONA

Messi decide de novo, Barça bate Porto e conquista 2º título na temporada

Argentino, melhor do mundo, dá show e recém-contratado FÁbregas ajuda a decidir partida com um gol

Foto: AP        Messi comemora primeiro gol do Barcelona na partida
 
A temporada 2011/2012 mal começou e o BARCELONA, em três jogos oficiais, já conquistou duas taças. Depois de levantar a Supercopa da Espanha, a equipe catalã derrotou o Porto por 2 a 0 nesta sexta, com gols de Lionel Messi e Cesc Fábregas, e conquistou a quarta Supercopa da Europa de sua história.

Vencedor da última Liga Europa, o Porto bem que tentou dar trabalho para a improvisada zaga do Barcelona, que contou com o volante Mascherano e com o lateral esquerdo Abidal. Entretanto, a pressão inicial do time português não foi suficiente para vazar a defesa catalã. Para piorar, um erro de passe de Guarín deixou Lionel Messi livre para driblar Helton e colocar a bola para o fundo das redes ainda no primeiro tempo.

Na etapa final, Messi marcou mais uma vez, mas a arbitragem o anulou, assinalando corretamente um impedimento. Após reclamar de um pênalti em Guarín, o Porto perdeu a cabeça e teve Rolando e Guarín expulsos. Após o cartão para o zagueiro, Messi lançou Fábregas, que dominou no peito, marcou o seu primeiro gol nos profissionais do Barça e selou o seu segundo título em dois jogos pelo clube.

Na próxima segunda, o Barcelona inicia a luta pelo tetracampeonato do Campeonato Espanhol atuando contra o Villarreal, no Camp Nou. Já o Porto teve o seu jogo pela terceira rodada do Campeonato Português adiado e só enfrentará o Leiria no dia 6 de setembro, fora de casa.

O jogo – O Porto iniciou a partida pressionando o Barcelona no campo defensivo da equipe espanhola, tentando aproveitar uma eventual falha dos improvisados Abidal e Mascherano. Nos primeiros dez minutos, Hulk arriscou dois chutes para o gol e João Moutinho obrigou Valdés a trabalhar em um arremate cruzado.

Mesmo com mais posse de bola, o Barcelona não conseguia ocupar o campo defensivo do Porto, mas dava mostras de que poderia decidir a partida em uma jogada individual. Na primeira oportunidade do time catalão, Pedro recebeu lançamento desviado de Iniesta livre na grande área e tentou encobrir o goleiro Helton, mas a bola acabou indo por cima da meta portista.

Aos poucos, o Porto foi perdendo o seu ímpeto ofensivo e passou a dar mais espaço para o Barcelona trabalhar a bola. Sem conseguir penetrar na defesa catalã, os Dragões só assustaram o goleiro Valdés em cruzamentos para a área.

Enquanto isso, o Barcelona cresceu na partida. Aos 28 minutos, Messi fez linda jogada pela intermediária, deixando dois jogadores para trás e lançando para Villa, mas Helton saiu bem do gol e ficou com a bola. Pouco depois, Xavi chutou forte de fora da área e Helton espalmou com dificuldades.

Mesmo melhor no jogo, a equipe catalã não conseguiria abrir o placar no primeiro tempo, caso não contasse com a ajuda de Guarín. Na intermediária defensiva, o colombiano recuou mal a bola e viu o esperto Messi ficar com a bola, driblar o goleiro Helton e tocar para o fundo do gol, definindo a vitória parcial no primeiro tempo.

Na etapa final, o Porto foi ao ataque buscando o gol de empate, mas seguiu com dificuldades para entrar na área adversária. Aos oito minutos, Guarín arriscou forte chute de fora da área, mas Valdés evitou que o colombiano se redimisse do erro no gol de Messi.

Pouco depois, o Barcelona balançou as redes novamente com o atacante argentino, mas desta vez a arbitragem anulou o lance, marcando corretamente um impedimento de Messi.

Aos 33 minutos, o Porto reclamou muito de uma falta de Abidal em Guarín dentro da área, que o árbitro Bjorn Kuipers mandou seguir. Seis minutos depois, Rolando fez falta em Messi e foi mais cedo para os vestiários, levando o segundo cartão amarelo.

LIONEL MESSI, sensacional jogador argentino para quem a bola chuta, como bem diz o poeta CARPINEJAR

Na sequência, Messi lançou Fábregas, que havia entrado pouco antes, e o meia dominou no peito e selou a vitória do Barcelona. Descontrolado, o Porto ainda perdeu Guarín, expulso após dura entrada em cima de Mascherano.

MESSI dá mais um SHOW e leva BARCELONA a nova Vitória

Barcelona goleia o Napoli em amistoso – times se enfrentaram pelo Troféu Joan Gamper  

O Barcelona conquistou nesta segunda mais um torneio amistoso em sua pré-temporada, ao golear o Napoli por 5 a 0 na disputa do Troféu Joan Gamper. O time catalão sufocou a equipe italiana durante toda a partida e contou com as brilhantes atuações do recém-contratado Cesc Fábregas e da estrela argentina Lionel Messi, que foram muito aplaudidos pelos torcedores.

Jogando no Camp Nou, o Barcelona fez valer seu mando de campo e sufocou a equipe italiana desde o primeiro minuto de jogo. Logo aos oito minutos de jogo, Fábregas viu o goleiro Sanctis adiantado e tentou fazer um gol de cobertura, falhando por pouco em sua conclusão.

A resposta do Napoli veio sempre com Cavani, que fez um golaço aos nove minutos de jogo. Entretanto, o assistente flagrou o uruguaio em posição de impedimento e anulou o gol. Já aos 11 minutos, o atacante do Napoli tentou surpreender Pinto de cabeça, mas o goleiro catalão conseguiu fazer a defesa.

Aos 25 minutos, a estrela de Fábregas brilhou, e o meia fez seu primeiro gol com a camisa do Barcelona. O brasileiro Adriano avançou em velocidade pela esquerda e achou o espanhol dentro da área, que apenas completou para as redes. 

Foto: AFP

Keita, Messi e Fábregas comemoram na goleada sobre o Napoli 

Quatro minutos depois, o Napoli respondeu com um bom chute do argentino Fontás. Entretanto, quem marcou mais um gol foi o Barcelona, dessa vez com Keita. Aos 30 minutos de jogo, o meia aproveitou o cruzamento de Iniesta dentro da área para cabecear firme e vencer o goleiro Sanctis.

Sem dar nenhum espaço para os italianos saírem para o jogo, o time catalão se manteve a maior parte do tempo no ataque, e logo no início da segunda etapa mostrou como seria o desenrolar da partida. O atacante Isaac Cuenca acertou um belo chute de fora da área e acertou a trave. No rebote, Pedro finalizou e a bola encontrou mais uma vez a trave de Sanctis.

Em resposta aos constantes ataques do time espanhol, o uruguaio Cavani conseguiu marcar outro gol na partida, mas não pode comemorar mais uma vez, já que estava impedido. O susto não prejudicou o desempenho do Barcelona na partida, que viu Pedro marcar o terceiro depois da cobrança de falta do argentino Messi parar no travessão.

No restante da partida, quem chamou a atenção para si foi Lionel Messi. Aos 20 minutos, o Barcelona trocava passes no campo ofensivo, até que Xavi achou o argentino na área, que só teve o trabalho de empurrar para o gol.

Já aos 31 minutos do segundo tempo, Messi sacramentou a goleada do clube catalão. O jogador aproveitou longo passe de Abidal para tirar o goleiro Sanctis da jogada e fazer um belo gol, garantindo a conquista de mais um título para os espanhóis.

MESSI em campo: MESSENSACIONAAALLLL !!!

MESSENSACIONAAAALLLLLLLLLL !!!

Torcida delira no estádio Mário Kempes em Córdoba com ES-PE-TA-CU-LAR atuação do craque na Copa América !

Time argentino – ciceroneado pela genialidade inegável de LIONEL MESSI – fez 3 a ZERO contra a Costa Rica. Mas merecia muito mais.

E juiz ainda deixou de marcar um pênalti, claríssimo, para a seleção albiceleste. Seria então o Gol de Higuain…

DESTAQUE_SE: todos os gols da partida – 2 de Agüero e um de Di Maria – foram passes certeiros do craque MESSI, entregues à porta do gol para os companheiros. Quem não quer um jogador assim ?

VIVA LIONEL MESSIIIIIIIII !!!

SARAVÁ, ARGENTINA !!!

CRAQUE: Sempre que tocava na bola, MESSI de driblar muitos…

Jogador saiu ovacionado pelas arquibancadas: torcida não parava de cantar, aplaudia e gritava

                         “MESSI, MESSI…”