Arquivo da tag: imagens Aurora de Cinema

Às vezes, a Poesia insiste em nos visitar…

Receitinha Insensata

Pra você que está longe
E ainda não chegou
Você que faz versos, que ama, protesta
Fiz uma receita impensada
E salpiquei temperos em ideias desconexas

Um sol, pouco sal, algumas nuvens
Flores de mares, cheiros de verão
Muitos brindes e nenhuma ordem
Pouca sensatez e propensão demasiada
À loucura de gestos para anunciar
Como abraços em nuvens de aurora

Histórias se rabiscam à minha frente
Desnudam-se em mágicos desenhos
As cores outonais
Inspiram gestos e espargem fantasias
Sem pauta, notas, carimbos
Marcas, tons e sussuros…
Só os serpenteios do vento
Desencontram meu caminho.
Na bolsa onde levo bugingangas
Já pesam outras ternuras
Ancoradas na saudade.

 
O olhar não assinala mais
Necessidade nem pressa
A paixão quer entregar
Vertigem e busca em cada passo
A ébria poesia
Que os desejos perduram
E a ternura insinua
Como na fala do poeta

Porque mais vale sorrir e cantar
Tendo um amor por alcançar
Que desperdiçar energia
Por um rasgo azul de ilusão
Que nem sequer consegue
Estancar o cansaço
Transformando as horas amorfas
Em pretextos de afeto
Onde a luz se faz
Atriz de muitos palcos
Deixando escapar os laços
Perdidos em dessintonias
Para antever a saudade que se avizinha
Quando a razão se derrama
Porque o instante floresceu
Fecundo
De não mais ter
Desejo