Arquivo da tag: Imprensa Oficial

IMPRENSA OFICIAL Leva Monteiro Lobato a Argentina

Monteiro Lobato Livro a Livro – Obra Infantil”,  Livro do Ano do Prêmio Jabuti 2009, será um dos destaques da participação da Imprensa Oficial na 36ª Feira do Livro de Buenos Aires. Marisa Lajolo e João Luís Ceccantini autografam as obras e ministram palestra na capital argentina. Empresa terá mais de 50 títulos à venda em seu espaço.

Com sessão de autógrafos dos organizadores de Monteiro Lobato Livro a Livro – Obra Infantil, escolhido Livro do Ano na categoria não-ficção da 51ª edição do Prêmio Jabuti, a Imprensa Oficial do Estado de São Paulo terá participação destacada na 36ª Feira do Livro de Buenos Aires, a acontecer de 22 deste a 10 de maio na capital argentina.

Marisa Lajolo e João Luís Ceccantini irão autografar a obra durante o Dia do Brasil na Argentina, programado para o dia 24 de abril (sábado), às 16 horas. 

Serão 53 títulos distribuídos pelo estande 2323 – pavilhão amarelo – da Embaixada Brasileira, ocupado também pela Câmara Brasileira do Livro e um conjunto de editoras brasileiras. A feira será realizada em La Rural, Predio Ferial de Buenos Aires, à Avenida Sarmiento, 2704

“Já é tradição a Imprensa Oficial participar das principais feiras literárias ao redor do mundo. Suas obras têm sido bem recebidas e vêm se destacando tanto pelo conteúdo quanto pela qualidade gráfica”, revela Hubert Alquéres, presidente da empresa.

Entre os títulos que estarão à venda destacam-se “Roupa de Artista”, de Cacilda Teixeira da Costa; “Os Reis dos Musicais”, sucesso da Coleção Aplauso escrito por Tânia Carvalho; “O Livro de Ruth”, de Margarida Cintra Gordinho; “Resmungos”, de Ferreira Gullar; “Palco Paulistano”, de Vânia Toledo; e o recém-lançado “Raízes”, do fotógrafo Valdir Cruz. 

Além da sessão de autógrafos, dia 26, Lajolo e Cecantini falam sobre Monteiro Lobato Livro a Livro, a partir das 19 horas, na Embaixada Brasileira – localizada à Calle Cerrito, 1350.

Em 2010, a Imprensa Oficial já marcou presença na 30ª edição do Salão do Livro de Paris, onde lançou o livro de fotografias Viva o Brasil, de Xavier Roy. Entre outros salões e feiras de que vem participando nos últimos anos estão os de Madri, Frankfurt, Paris, Turim, Lisboa e Guadalajara.

 

IMPRENSA OFICIAL Recebe TROFÉU APCA

 

Empresa receberá o inédito Troféu APCA, entregue pela primeira vez nesta edição como reconhecimento ao seu trabalho desenvolvido em prol das artes e da cultura paulistas. Premiação acontece nesta terça-feira, no Sesc Pinheiros, a partir das 20 horas.

Durante a 54ª edição do prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Arte, a Imprensa Oficial do Estado de São Paulo terá destaque especial ao ser premiada com o Troféu APCA. Criado pela entidade a partir desta edição para homenagear o trabalho de uma instituição, o troféu será concedido pela primeira vez como reconhecimento ao apoio e incentivo da empresa às artes, principalmente pelo lançamento da Coleção Aplauso.

Segundo a direção da APCA, a coleção é “um registro histórico relevante das artes paulistas”. O presidente da Imprensa Oficial, Hubert Alquéres, receberá o prêmio ao lado de Eva Wilma, Nicete Bruno e Etty Fraser, atrizes biografadas pela Aplauso, e Nydia Lícia, autora de “Eu Vivi o TBC” e da biografia de Raul Cortez, entre outros títulos da coleção. A cerimônia acontece HOJE, a partir das 20 horas, no Teatro Sesc Pinheiros – Rua Paes Leme, 195.

Com mais de 200 livros lançados desde 2004, a Coleção Aplauso, coordenada pelo jornalista RUBENS EWALD FILHO, reúne grande parte da memória artística nacional, entre biografias, roteiros de cinema, perfis e histórias de emissoras de TV. Seu objetivo é resgatar e registrar a história das artes cênicas nacionais e seus principais protagonistas. Boa parte dessa produção está acessível pela internet: numa iniciativa pioneira, a Imprensa Oficial colocou 174 livros da coleção à disposição para download gratuito no site www.imprensaoficial.com.br/colecaoaplauso. 

Desde sua entrada no ar, em dezembro de 2009, o portal teve 45 mil acessos, com 2,1 milhões de páginas visualizadas e cerca de 50 mil downloads feitos. Neste endereço estão disponíveis para download gratuito 174 títulos da Coleção Aplauso, com biografias de Raul Cortez, Fernanda Montenegro, Mazzaroppi, Cecil Thiré, Eva Wilma e Tônia Carrero; roteiros de filmes como Chega de Saudade, Cidade dos Homens, Contador de Histórias e Zuzu Angel; e a trajetória das TVs Tupi, Excelsior, Cultura e Gazeta e do Teatro Brasileiro de Comédia.

 

Mauro Mendonça autografa sua biografia em dia de lançamento da COLEÇÃO APLAUSO

Além da Coleção Aplauso, seu catálogo editorial reúne 650 livros, incluindo as áreas de Direito, História, Política, Antropologia, Comunicação, Informática e Ciência e Tecnologia. Parte deles é editada e produzida em coautoria com as mais importantes instituições educacionais e culturais do Pais, como USP, Unicamp e Unesp. A Imprensa Oficial possui ainda o selo Imprensa Social, que até o momento publicou 28 títulos.


Tônia Carrero recebe o carinho de TONY RAMOS na noite de lançamento de sua biografia, em belíssima edição, um dos volumes mais festejados da coleção

IMPRENSA OFICIAL na CASA DAS ROSAS

Crônicas do Inesperado, do embaixador aposentado Renato Prado Guimarães, e Viva o Brasil, com imagens em preto e branco retratadas pelo fotógrafo francês Xavier Roy, são livros com crônicas e fotografias de autores encantados pelo Brasil.. 

 

 O Brasil sob as perspectivas de um brasileiro e de um francês é o tema da noite da próxima segunda-feira (22 de fevereiro) na Casa das Rosas (Av. Paulista, 37), com o lançamento de dois livros da Imprensa Oficial. Crônicas do Inesperado (R$ 40,00), do embaixador aposentado Renato Prado Guimarães, e Viva o Brasil, do fotógrafo francês Xavier Roy (R$ 60,00), apresentam o país em suas diversas dimensões. O primeiro traz crônicas com episódios curiosos vividos por Guimarães durante os anos em que morou em diversos países em razão de sua profissão, sempre com o Brasil como pano de fundo. O segundo tem pessoas e cenários fotografados por Roy entre 2003 e 2009 nas várias cidades brasileiras que visitou neste período. Os dois autores estarão presentes ao lançamento. 

Ainda inédito no Brasil – a obra foi lançada na Feira de Livros de Frankfurt, em 2009 –, Crônicas do Inesperado mostra um autor dono de uma prosa inteligente e divertida, narrando casos curiosos sobre música, história, futebol, discursos e rotinas diplomáticas. Renato Prado Guimarães exalta a cultura brasileira e o Brasil sem esbarrar em ufanismos – ele escreve, por exemplo, que a primeira carta sobre o Brasil não foi de Pero Vaz de Caminha e que cariocas pagaram a cachaça do carrasco da seleção brasileira na Copa de 1950, o capitão uruguaio Obdulio Varela. Ele contagia o leitor com a mesma surpresa que revela ter sentido nas descobertas ao longo de suas viagens profissionais. As 42 crônicas estão divididas em nove seções, apresentadas por fotografias de Marcos Vilas Boas, também autor da imagem de capa.  

O patriotismo brota das páginas naturalmente, como no episódio da Copa do Mundo de 2006: depois da derrota na Alemanha, o diplomata viu que nossa bandeira estava em liquidação em diversos estabelecimentos da cidade japonesa de Oizumi. “Reclamando que bandeira nacional não se liquida, usei dinheiro do próprio bolso para tirar de circulação todas as que pude localizar. Fiz com isso um bom estoque”, diz.  

Viva o Brasil, por sua vez, é uma exaltação ao País por meio de 119 fotografias, captadas em preto e branco entre 2003 e 2009 durante viagens do fotógrafo Xavier Roy por diversas cidades brasileiras, de São Paulo a Santarém, do Rio de Janeiro aos Lençóis Maranhenses. Roy tem uma carreira marcada principalmente por retratar o aspecto humano dos locais visitados, o que o insere na mesma tradição de fotógrafos como Cartier-Bresson, a dos “profissionais de rua”. Ele foi apresentado ao País pela literatura de Jorge Amado e a música de Gilberto Gil. O livro é co-editado pela Imprensa Oficial e pelo Instituto Totem Cultural. 

Xavier iniciou sua carreira em 1963, como editor musical da Revista Vogue. Alguns anos mais tarde passou a fazer parte da organização da Midem Organization – atualmente Reed Midem –, a maior feira mundial da indústria da música, o que lhe obrigou a realizar inúmeras viagens ao redor do mundo, levando sempre a tiracolo suas máquinas fotográficas. Em 1985, suas fotos foram publicadas pela primeira vez, pela revista Photo Magazine. Em 2003, Xavier deixou a Reed Midem para se dedicar inteiramente à fotografia. 

Em entrevista concedida ao fotógrafo João Kulcsár e publicada na obra, Xavier afirma que no início da carreira imaginava fotografar as ‘diferenças’, mas na realidade somente percebemos essas diferenças através das imagens, e elas são somente superficiais. Para ele, o espírito humano, a alegria, a tristeza, o amor são os mesmos, aqui como em outro lugar.