Arquivo da tag: Johannesburgo

Palermo estréia na Copa com atuação brilhante

Incrível Palermo. Sua vida é uma verdadeira película”, vibrou o diário OLÉ logo após a vitória da Argentina por 2 a 0 sobre a Grécia, nesta terça-feira, em Polokwane. Segundo a publicação, o jogador garantiu que entraria em campo. “E, aos 36 anos, estreou numa Copa do Mundo e ainda marcou”, acrescentou.

Não bastasse o gol salvador contra o Peru, pelas eliminatórias sul-americanas da Copa –em que o técnico Maradona chegou a dar um ‘peixinho’ no gramado molhado em Buenos Aires–, o maior artilheiro da história do Boca Juniors deixou o seu com dez minutos em campo, aos 43 minutos do 2º tempo.

PALERMO, titular do Boca Juniors: estréia auspiciosa na Copa do Mundo

Chamado de “el Loco”, Palermo ainda fez o gol com o pé direito, o considerado ruim. Maradona explodiu no banco de reservas e todos foram abraçar o atacante. “Vai e define”, havia dito ele ao atleta, de acordo com a agência “Efe”.

“Esse é um grupo bárbaro, estamos em um bom caminho. Em nenhum momento, a seleção se desesperou”, disse Palermo, enquanto descia para os vestiários. “Isto é único, impagável. Sempre estarei agradecido a Diego e sua comissão técnica, que me mantiveram no grupo mesmo existindo tantos outros mais destacados que eu. É uma alegria representar nosso país”, acrescentou, muito emocionado.

“Sempre há algo novo para se desfrutar no futebol. As sensações que você sente no gramado, quando se toca o hino.. É algo inesquecível. Oxalá que a final tenha outra vez esse sabor de felicidade”, completou Palermo, o agora camisa 18.

Com a vitória e a liderança do Grupo B consolidada, a Argentina enfrenta o México no próximo domingo, dia 27, às 15h30, no estádio Soccer City, em Johannesburgo

MESSI, Tévez e Higuaín no Ataque Argentino

O técnico da seleção argentina, Diego Maradona, deu indícios de que pretende escalar uma equipe ofensiva para a estreia diante da Nigéria no próximo sábado, às 11h (de Brasília), no Ellis Park, em Johannesburgo, pela primeira rodada do Grupo B da Copa do Mundo.

Nesta terça, o treinador escalou a equipe com um trio ofensivo formado por Higuaín, do Real Madrid, Carlitos Tévez, do Manchester City, e Lionel Messi, do Barcelona. Os três jogadores ainda têm o auxílio do meia Di María.

A equipe titular ainda teve o meio de campo formado por Mascherano, Verón e Jonás Gutiérrez. Já o setor defensivo teve Heinze, Samuel e Demichelis, enquanto, no gol, Sergio Romero ganha pontos para ser o titular.

Higuaín, um dos grandes do ataque argentino

Com essa ideia na cabeça, o técnico organizou um treino em que colocou a defesa e o ataque considerados titulares em lados opostos. Os jogadores de frente se deram melhor e ainda tiveram direito a chutar bolas nos perdedores, que, como castigo, ficaram perfilados na linha do gol.

O treino dos argentinos hoje foi marcado pela descontração. No rachão, o time que perdeu foi obrigado a pagar um castigo: todos ficaram na linha do gol, de costas e agachados, para serem bombardeados por chutes dos jogadores do time vencedor.

Vídeo da TV UO (www.folha.com.br) mostra que, no meio desse “fuzilamento”, sobrou até para o técnico da Argentina, Diego Maradona.