Arquivo da tag: livro de Ronaldo Werneck

CATAMINAS: Ronaldo Werneck lança novo livro HOJE em Porto Alegre

O que aflora no novo livro do Poeta mineiro é sua extrema capacidade de se emocionar e, assim, emocionar o leitor…

Recebo este afetuoso convite do escritor, poeta e jornalista mineiro RONALDO WERNECK e divido com você, leitor, sobretudo os que seguem este Aurora de Cinema na capital gaúcha, pois é lá que o Poeta está agora:

Estou em Porto Alegre, após minha participação no XX  Congresso Brasileiro de Poesia, em Bento Gonçalves (RS) e do lançamento na Serra Gaúcha do meu livro “cataminas pomba & outros rios”.

Neste 2 de outubro, serei  homenageado no Centro Cultural Érico Veríssimo no evento “Meus poemas sou eu  escrito”. Na quinta, dia  4, lanço o “cataminas” no Bar Amnésia (Rua João Alfredo, 669, Cidade Baixa, Porto Alegre RS), onde vou  também exibir meu filme “CataguArte – século XX” .
Aguardo todos vocês, gregos e gaúchos.
RW

O mais novo livro de RONALDO WERNECK é um lançamento da DOBRA Editorial com belo projeto gráfico do próprio Poeta e capa de Dounê Spínola. O patrocínio é da Prefeitura Municipal de Cataguases através da Lei Ascânio Lopes.

O livro, um belo derramamento de poemas que se cruzam, se fazem, refazem e se misturam até nas entrelinhas, traz texto de apresentação do autor que diz:

“Por trás de toda a trama, o velho Pomba e seu lento rumar: nuvens de palavras, manchas esparsas que flutuam sobre o branco, contrastando em caudal com a lenta cadência do rio, seu mágico mover imóvel.

Filme infindável, seu foco vira-se  também sobre o exterior – muitas vezes se entrevê o Pomba a passar ao largo da terceira seção do livro, correndo entre novos poemas outras e outras várias margens quase miragens. Mas a ninguém engana: embaralha-se no emaranhar de lugares, de ruídos, de falares, perde-se numa curva, e volta sempre, interior, o mesmo de Heráclito na distância – minas marejando, ritornelo, delta, infância”.

CATAMINAS pomba e outros rios, novo livro de RONALDO WERNECK – como de resto todos os seus outros trabalhos publicados – revela de cara um  indubitável enamoramento pela palavra escrita e um profundo apreço pelo leitor, consagrando uma profusão de imagens que instigam o sentir do Poeta, e uma intensa e cuidadosa sintonia com sua Cataguases natal e sua gente mineira.

Como se tudo isso não bastasse, Ronaldo Werneck é ainda um escritor para quem as palavras fluem aos borbotões e com singular e invejável competência poética. Por tudo isso, é sempre bom ter em mãos, ao alcance dos olhos e infiltrando-se por nossa emoção os traçados poéticos deste mineiro apaixonado que é Ronaldo Werneck.

Como bem diz Fernando Py, em artigo de 2001 na Tribuna de Petrópolis, “o livro é acompanhado de grande profusão de fotos de todas as épocas da vida de Werneck e que, de certa forma, fazem parte do poema”. É, portanto, um livro para se folhear e não apenas para ver ou ouvir falar.

Ou como diz Fábio Lucas na Fortuna Crítica que acompanha o livro:

“Entra-se no Pomba Poema como quem ingressa num sonho, puxado por um rio sem foz. É que o poeta implanta na consciência do leitor um simultaneismo de lembranças e emoções em que a camada confessional se apresenta como um jogo. Os Outros Rios são primos-irmãos do mesmo Rio Pomba. É que a paisagem da Europa e as diferentes faces da viagem do poeta representam a mesma busca. Ou, talvez, a mesma volta: volta às raízes, fincadas em Minas. Onde quer que tenha estado o poeta, corria no seu íntimo o rio de Minas“.

Ou como dizem alguns dos muitos belos versos do Poeta,

” […] antes da poesia

o que fica

ficou ficará

o que nos mantém vivos

o que segura essa barra

é a mais

a menos

a tão somente

capacidade de se emocionar com ou sem palavras […]”

Ronaldo Werneck une paisagem da Europa e rios de Cataguases

Vamos às Novas Controvérsias de Ronaldo Werneck

Com lançamentos em JUIZ DE FORA e CATAGUASES já realizados, POETA RONALDO WERNECK convida:

26 de abril, terça, das 18h30 às 21h30
Livraria Martins Fontes – Av. Paulista – São Paulo/SP
Avenida Paulista, 509
Tel.: (11) 2167-9900

30 de abril, sábado, a partir das 11h
Livraria Mineiriana – Belo Horizonte/MG
Rua Paraíba, 1419, Savassi
Tel.: (31) 3262 0961


DAS MINAS DO MUNDO

DÁ-SE O DIA A DIA

FUTEBOL-CINEMA

CANÇÕES-POESIA

Pelé. Baudelaire. Vittorio Gassman. Elizeth Cardoso. Rock. Glauber. Godard. Rimbaud. Zidane. Jim Morrison. Chico Anísio. Ungaretti. Paris. Clarice Lispector. Ferlinghetti. Baden Powell. Roma. Guimarães Rosa. Bossa Nova. Jean Seberg. Apollinaire. Rio. Bethânia. Recife. Vinicius. Frevo. Nelson Cavaquinho. John Huston. João Gilberto. Dino Risi. Paulinho da Viola. Maracatu. Jards Macalé. Cinema Novo. Tennessee Williams. Joyce Moreno. Nouvelle Vague. Nara. Humberto Mauro. Lúcio Alves. Cataguases. Chico Buarque. Maria Alcina. Ary Barroso. Tomate & seus Pepinos & Cães & Gatos.

É do dia a dia de Minas e do mundo – de “futebol e cinema, de canções e poesia” – que trata o novo livro de Ronaldo Werneck, Há Controvérsias 2 – com mais de 500 páginas, todo ilustrado –, dando continuidade às crônicas do livro Há Controvérsias 1, lançado em 2009 pela Editora Artepaubrasil. São textos (vários inéditos) publicados a partir de 2003 na coluna Há Controvérsias, que o poeta e escritor mineiro assina nos jornais Cataguases e O Liberal, de Cabo Verde, e nos blogs Cronópios, Contra o Vento e Ronaldo Werneck/Há Controvérsias.

“E pergunto, em quieta abstração, em que consiste a estilística de Ronaldo Werneck” – escreve a poeta mineira Lina Tâmega Peixoto, no prefácio de Há Controvérsias 2. “Talvez, a habilidade de jogar com as palavras, uma provocação lúdica às formas verbais para alcançar uma linguagem delirantemente estética. Ou o emprego de leves palhas de humor e doce ironia. (…) Tudo servindo à construção das tensões do processo de interpretar as beiradas da vida e do mundo, a delicada e conflituosa experiência da criação, o talento com que Ronaldo Werneck empunha e manobra a beleza, intelectualmente fabricada”.

“E não adiantam as mil notas de pé de página das teorias do tom menor”, diz o escritor e dramaturgo português Cunha de Leiradella. “Ronaldo Werneck entende do seu ofício que nem os cortadores de pedra do antigo Egito entendiam de pirâmides. Procurando os veios do rochedo e abrindo-o nos seus mais guardados segredos, as obras feitas para durar. Sim, escrever é ver. E saber. Saber ver. Ler o mundo, descre/ver. O pensar que se fixa e perdura, se brotado em escritura”.

A Biblioteca Nacional encomendou à Editora Arte Paubrasil nova tiragem do livro Há Controvérsias 1, que será distribuído a bibliotecas de todo o país. Sobre esse livro, disse Zuenir Ventura: “Você não se cansa de me surpreender com essa sua polissemia, polivalência, politalento. Que excelente poeta você é, cara, e que cronista!”. Por sua vez, no texto de apresentação, escreveu Moacyr Scliar: “Humor, talento, grandeza humana: Ronaldo Werneck é tudo isso e muito mais, esteja ele escrevendo sobre política, ou sobre futebol, ou sobre a arte de curtir a vida. Leiam-no e constatem”. 

Sobre o autor

Poeta e jornalista, Ronaldo Werneck é mineiro de Cataguases. Participou de várias antologias, a mais recente delas Roteiro da Poesia Brasileira Anos 70 (Global, 2009). Tem seis livros de poemas publicados, entre eles Minerar o Branco (Editora Arte Paubrasil, 2008). Em 2009, publicou Kiryrí Rendáua Toribóca Opé: humbertoMAUROrevistoPORronaldoWERNECK e Há Controvérsias 1, pela Editora Arte Paubrasil.


Título: Há Controvérsias 2

Autor: Ronaldo Werneck
Texto das orelhas: Cunha de Leiradella
Gênero: Literatura brasileira/Crônicas
ISBN: 978-85-99629-34-5
Formato: 16 X 23 cm, brochura
Páginas: 503
Peso:  740 g
Preço: R$ 45,00
Editora Arte Paubrasil

Editora Arte Paubrasil
Rua Caravelas, 187 – Vila Mariana

04012-060 – São Paulo-SP – Brasil
Pabx: (11) 5085-8080