Arquivo da tag: MESSI é sinônimo de GOL

Mais um show nos gramados: MESSI prova porque é o Melhor do mundo

 

Melhor jogador do mundo promove vitória Argentina sobre a Suécia

Como diz o poeta Carpinejar: “Qualquer lance dele cheira a milagre. Ele não corre, aparece; ele não chuta, coloca; ele fundiu balé com futebol de salão”… Saravá, MESSI !!!

 
O Lionel Messi que todos os argentinos sonhavam apareceu. Melhor do mundo nos últimos três anos, o excepcional jogador teve hoje mais uma atuação exemplar: marcou 3 gols fantásticos com sua camisa 10, sendo dois deles belíssimos – o outro foi de pênalti -, a Argentina derrotou a Suíça, por 3 a 1, no Estádio Wankdorf, em Berna, e estreou em 2012 com o pé-esquerdo de seu grande nome.

O meia-atacante Xherdan Shaqiri, uma das promessas do Basel, sensação das oitavas de final da Liga dos Campeões, e da seleção que irá disputar as próximas Olimpíadas de Londres, descontou para os donos da casa. Aos 20 anos, o jogador já foi negociado com o Bayern de Munique, para onde irá na abertura do próximo mercado de transferências.

Assim, MESSI contraria sua própria média de gols na seleção. Foi a primeira vez em toda a sua carreira, desde 2006, que atingiu o hat-trick (três gols em um só jogo) defendendo sua pátria. Agora são 24 em 73 confrontos (0,32), contra 223 tentos em 310 jogos pelo Barcelona (0,71). O craque está a 12 gols de se igualar a César como o maior artilheiro do clube catalão, fato que deve ocorrer ainda nesta temporada, antes de completar 25 anos.

A Argentina voltará a campo no próximo dia 2, contra o Equador, pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2014. Uma semana depois, o adversário será o Brasil de Mano Menezes, em amistoso disputado em Nova Jersey. Fora da Eurocopa, a Suíça também jogará amistosos, no fim de maio, contra Alemanha e Romênia.

messi argentina x suíça (Foto: EFE)

Sensacional: Lionel Messi em atuação brilhante faz 3 pela Argentina…

O técnico Alejandro Sabella já havia avisado na véspera: os argentinos são muito passionais. Este seria o grande motivo para o que considerava exagero nas críticas a Lionel Messi. Com a bola e a camisa da seleção, o melhor do mundo respondeu. Se não tinha Xavi e Iniesta no mesmo time, contava com Agüero para dar um toque de brilho em um time ainda com carência técnica.

MESSI com o conterrâneo Agüero: maestria invejável em campo…

Foi graças ao talento da dupla que os hermanos foram para o intervalo com a vitória. O golaço saiu aos 19 minutos, em lance no qual MESSI arrancou e tabelou com Agüero antes de concluir no canto. Detalhe: o atacante do Manchester City devolveu o passe de calcanhar.

A Argentina já havia assustado antes. Aos 5, em falta cobrada por Messi, e aos 15, com Maxi Rodríguez. A Suíça, por sua vez, só foi acordar depois de um outro lance de perigo dos visitantes, aos 30, novamente com o artilheiro do Barcelona.

Com as promessas do Basel liderando o time e chamando a responsabilidade, os suíços partiram para cima. Aos 37, Rodríguez chutou cruzado e viu a bola passar perto. Quatro minutos depois foi a vez de Xhaka, em boa trama com Shaqiri e Mehmedi, finalizar de primeira para fora.

Suíça empata com promessa

messi argentina x suíça (Foto: EFE)
Inler, do Napoli, vigiou Messi de perto e até demorou
para levar o cartão amarelo (Foto: EFE)

A pequena pressão se transformou em gol no início da segunda etapa. Aos quatro, Xhaka fez boa jogada pela esquerda e cruzou forte. Derdiyok, que havia entrado no intervalo, furou de forma bisonha. Ao menos a bola sobrou limpa para Shaqiri fuzilar o gol de Romero.

Como diz o cronista Antero Greco: ‘Os gols de Messi são obras-primas, são clássicos’ …

Os donos da casa incomodavam principalmente na base da velocidade. Em novo contra-ataque, aos 10, Derdiyok voltou a vacilar após cruzamento de Lichtsteiner. A Argentina também mostrou não estar morta e, apesar da queda de ritmo de Messi, quase marcou em duas oportunidades. Aos 29, Agüero aproveitou bate e rebate na grande área e chutou de bico. Woelfli fez grande defesa. Na cobrança de escanteio, o próprio centroavante desviou de cabeça e viu a bola passar rente ao travessão.

MESSI Decide

Era Messi, no entanto, quem chamava a partida. Ele se consagraria mais uma vez, aos 43 minutos, aproveitando falha de Affolter na saída de bola. O craque recebeu, driblou Senderos com facilidade e encobriu o goleiro Woelfli. A bola ainda tocou no travessão antes de entrar.

Agüero, Higuain e Messi festejam vitória mais que merecida…

O camisa 10 chegaria ao hat-trick nos acréscimos, mas desta vez praticamente sem esforço. No último lance do jogo, aos 47, Affolter cometeu pênalti em Higuaín. MESSI se encarregou da cobrança e balançou as redes. Uma atuação para calar quaisquer críticos.

Com informações do GLOBOESPORTE.COM Berna, Suíça

MESSI escandaliza… só doido varrido não vê…

Ou Messi fica fora da lista ou a premiação da Fifa vai pro espaço

Análise: Antero GRECO*

 

A festa comedida e quadradinha da Fifa deixou uma ameaça no ar: ou se arruma um jeito de tirar o Messi da lista dos melhores do ano (com um troféu à parte em cada edição) ou a premiação ficará esvaziada. Pense comigo: a não ser que ocorra algo extraordinário, por muito tempo o argentino levará bola, chuteira, calção e o que mais houver de ouro, como já fez por três vezes. Porque é fabuloso, está acima dos demais e, de quebra, joga no melhor time do mundo. Não há sinais de que nem o baixinho nem o Barcelona esgotaram repertório e desejo de conquistas. Azar do resto. 

 

A luz de Messi brilha com tal intensidade que os rivais começam a perceber que não passarão de coadjuvantes nesse tipo de cerimônia. A dica foi dada por Cristiano Ronaldo. O português nem perdeu tempo de aparecer na Suíça. A alegação foi a de que o Real estava concentrado para o jogo de hoje com o Málaga pela Copa do Rei!

Dá pra engolir a desculpa ? Não. Se houvesse esperança de levar o troféu, o clube alugava um jatinho, Ronaldo marcava presença e, duas horas depois, estaria a dormir como um anjo no hotel espanhol. O mesmo ocorreria com José Mourinho, que faltou para não pagar mico para mais um ato de consagração de Guardiola.

Hoje em dia quem curte futebol não tem alternativa, quando se trata de escolher melhor equipe, melhor jogador: crava Barça e Messi.

E alguém contesta? Só doido varrido ou se sofrer de dor de cotovelo crônica e incurável. Sorte temos todos de vivermos a era Messi, candidato à galeria dos mitos da bola de todos os tempos.

* O cronista esportivo escreve no Estadão

MESSI promove nova goleada para o Barcelona

Craque argentino faz barbaridade em campo: com 3 gols, atropela adversário e Barça faz 5 a 0 no Atlético de Madrid…

 
messi miranda barcelona x atlético de madri (Foto: AFP)
Miranda tenta parar Messi: brasileiro do Atlético
de Madri fez gol contra no Camp Nou (Foto: AFP)

Lionel Messi inspirado é sinônimo de vitória do Barcelona. Com ajuda do rival então, a goleada é certa. Com três do argentino e um contra do zagueiro brasileiro Miranda, ex-São Paulo, o time de Pep Guardiola atropelou o Atlético de Madri neste sábado e venceu por 5 a 0, no Camp Nou, pela sexta rodada do Campeonato Espanhol.

Em cinco jogos (a primeira rodada foi adiada para janeiro por causa da greve dos jogadores), são três goleadas: 5 a 0 no Villarreal, na estreia, e depois 8 a 0 sobre o Osasuna (mais dois empates de 2 a 2 com Real Sociedad e Valencia). Agora, Messi soma oito gols na competição e é o artilheiro isolado. O Atlético de Madri contou com Falcao Garcia e o meia brasileiro Diego em campo pelos 90 minutos.

O resultado deixou o Barça em segundo lugar com 11 pontos, assim como o Sevilla, atrás do líder Bétis, que soma 12 com 100% de aproveitamento e entra em campo segunda-feira contra o Getafe. O Atlético é o oitavo lugar, com sete. O próximo jogo da equipe catalã é na quarta contra o BATE, pela Liga dos Campeões, com transmissão ao vivo do GLOBOESPORTE.COM às 15h45m (de Brasília).

messi barcelona x atlético de madri (Foto: Reuters)
Messi é o artilheiro do Campeonato Espanhol com 8 gols: três só neste sábado (Foto: Reuters)
 
    O primeiro gol do

Barça

     no 

Camp Nou

    foi de David Villa, aos nove da etapa inicial: o camisa 7 driblou Miranda na área e bateu sem defesa para o goleiro Courtois. Três minutos antes, Thiago Alcântara havia acertado a trave do Atlético.

Os donos da casa ampliaram aos 15. Messi recebeu na área e chutou para a defesa de Courtois, mas a bola bateu em Miranda e entrou. Gol contra: 2 a 0 para o Barça. Aos 26, o terceiro, com a marca de Messi. O argentino cobrou o lateral para Pedro, tabelou com o companheiro, invadiu a área driblando os rivais e bateu para fazer 3 a 0.

Com a partida ganha, o time catalão controlou o segundo tempo e ampliou já aos 33, novamente em bela jogada do melhor do mundo: Messi arrancou pelo meio, puxou para a direita driblando a defesa e bateu cruzado para colocar 4 a 0 no placar. Já nos acréscimos, o camisa 10 fez o quinto, fechando a goleada.

Confira os jogos da 6ª rodada do Campeonato Espanhol:

Sábado
Athletic Bilbao 1 x 1 Villarreal
Sevilla 1 x 0 Valencia
Real Madrid 6 x 2 Rayo Vallecano
Barcelona 5 x 0 Atlético de Madri

Domingo
Mallorca x Real Sociedad
Levante x Espanyol
Granada x Osasuna
Sporting Gijon x Racing Santander
Zaragoza x Málaga

Segunda-feira
Getafe x Betis

MESSI AFIRMA: MARADONA É O MELHOR da HISTÓRIA

‘Maradona é o melhor da história. Não vi Pelé jogar, mas não me faz falta’ 

 

A polêmica disputa entre Maradona e Pelé pelo título de melhor jogador da história ganhou mais um capítulo nesta quarta-feira. Atual estrela do futebol mundial, o argentino Lionel Messi reiterou sua preferência pelo compatriota e ainda provocou o brasileiro.

“Maradona é o melhor da história, sem dúvidas. Não vi Pelé jogar, mas não me faz falta”, disparou o craque do Barcelona, em entrevista à ESPN.

Por outro lado, Messi fez questão de elogiar o futebol brasileiro, principalmente Ronaldo e Neymar. “Ronaldo foi o melhor atacante que vi na minha vida, o que mais gostei. Surpreendeu-me como jogador. Já Neymar é outro grande jogador e, de fato, me parece que sua presença faria muito bem à Liga espanhola”, completou.

Por fim, o camisa 10 do Barça afirmou que pretende atuar no futebol argentino um dia. O Newell’s Old Boys, clube onde começou antes de ir para a Espanha, é o destino predileto. “Desde criança, sonho em jogar no futebol argentino e, particularmente, no Newell”s Old Boys. Sempre disse isso. Esta é uma experiência que quero ter. Sempre fico acordado para ver partidas de futebol argentino pela TV“, finalizou.

MESSI é um Solo de Piazzolla que nos encanta…

Vou falar o que do Messi? Gênio é pouco

por Antero Greco

* Este eu também queria ter escrito… Eloqüência e precisão invejável do articulista do ESTADÃO… SARAVÁ !!! 

 

Eu, você que me lê agora, torcedores do Barcelona e do Real Madrid que estavam no Santiago Bernabeu e todo mundo que assistiu de alguma forma ao clássico desta quarta-feira, somos privilegiados. Podemos afirmar que somos contemporâneos de um dos gênios da bola. Não se pode dizer menos de Lionel Messi, um desses fenômenos que de vez em quando surgem para provar que a Humanidade tem futuro, apesar de tudo.

Messi é incomum, como Pelé, como Maradona, como Garrincha. Messi é esplêndido como Picasso, como Miró. Um Michelangelo do esporte. Tem a criatividade de um Da Vinci, a ousadia de Mozart, a imponência de Beethoven. Os gols de Messi são poemas de Dante, epopéias de Homero; são épicos de Cervantes. Dostoievski veria em Messi seu grande personagem. Messi diverte como Chaplin, é um Gardel dos gramados. Messi é um solo de Piazzolla que nos encanta, nos emociona.

Messi é exagero, um abuso, uma hipérbole. “É um virtuose juramentado, um despautério futebolístico, uma hecatombe devastadora de botinudos”, como diria Odorico Paraguaçu, personagem imortal de Dias Gomes. O que tinha tudo para ser mais um jogo amarrado, tenso, chato e insosso, apesar de bate-bocas e expulsões, virou um capítulo de antologia por causa de Messi e seus dois gols contra o Real.

Gols que valem mais do que a provável classificação para a final da Copa dos Campeões – a competição, no caso, é detalhe supérfluo. Os gols de Messi, na noite desta quarta-feira, em Madri, são obras-primas, são clássicos. São a reafirmação de que o Universo tem um Criador.

Caramba, e tinha de ser justo hoje, com tanto jogo ainda pra ver?!