Arquivo da tag: minissérie Alexandre e Outros Heróis é destaque no #BlogAuroradeCinema

Criação de Raimundo Rodriguez concorre ao Emmy

Minissérie com direção de arte do genial artista é um dos programas da TV Globo indicados ao cobiçado Prêmio EMMY deste ano

Rai e latas

O artista #RaimundoRodriguez assina a primorosa Direção de Arte de ‘Alexandre e Outros Heróis’…

A TV Globo concorre, mais uma vez,  ao Prêmio Emmy Internacional, considerado o Oscar da televisão mundial. Desta vez, em três categorias com as produções: #Jóia Rara, de Thelma Guedes e Duca Rachid, disputan a estatueta de melhor telenovela; o seriado A Mulher do Prefeito, o-produção com a O2 Filmes, estrelada por Tony Ramos e Denise Fraga, concorrendo a Melhor Comédia; e na categoria minissérie ou filme para TV, foi indicado o especial Alexandre e Outros Heróis, dirigido por Luiz Fernando Carvalho.

Mel Maia protagoniza a novela #JóiaRara em atuação primorosa…

Os vencedores serão anunciados dia 24 de novembro. Na cerimônia de gala, em Nova York, o presidente do Grupo Globo, Roberto Irineu Marinho, vai receber o prêmio “Personalidade Mundial da Televisão”.

Latorraca em Alex

SAIBA MAIS sobre ALEXANDRE e Outros Heróis

Uma equipe da TV Globo ficou quase dois meses no município de Pão de Açúcar, distante 150 km de Maceió, para fazer a produção do especial de fim de ano “Alexandre e outros Heróis”, dirigido por Luiz Fernando Carvalho (das microsséries “Subúrbia”, “Capitu”, “Hoje é Dia de Maria”). Ney Latorraca interpretou o Coronel Alexandre, personagem central da obra, baseada em história escrita pelo alagoano Graciliano Ramos (1892-1953), lançada originalmente no livro de causos destinado ao público infanto-juvenil “Histórias de Alexandre”, de 1944 – reeditada no compêndio “Alexandre e outros Heróis”, de 1962, que incluiu dois novos contos, “Pequena História da República” e “Terra dos Meninos Pelados”.
NEY Latorraca tem atuação sublime na minissérie Alexandre e Outros Heróis
Rai Alex
As histórias contadas pelo vaqueiro Alexandre, narradas pelo personagem já velho e interpretado por Ney Latorraca, trazem uma mitologia do Sertão  – da onça que engana o vaqueiro se passando por um cavalo ou da cobra que o vaqueiro confunde com a bota –, caindo como uma luva nas mãos do diretor Luiz Fernando Carvalho, com obras de impacto literário e efeitos visuais como “Hoje é Dia de Maria”, gravado em duas jornadas em 2005, ‘A Pedra do Reino’, e a novela #Meu Pedacinho de Chão (deste 2014), entre outras obras notáveis da Teledramaturgia Brasileira.
A produção do especial em Pão de Açúcar reservou pousadas e alugou casas no município localizado às margens do baixo rio São Francisco – deixando moradores e autoridades municipais em alerta, afinal todos queriam ajudar. O trabalho foi uma bela homenagem aos 60 anos de morte do escritor Graciliano Ramos com a adaptação de dois contos do escritor alagoano: “O olho torto de Alexandre” e “A morte de Alexandre”.

Trazendo e valorizando o ambiente do nordeste brasileiro, a comédia é exibida em volta das fanfarronices de um típico mentiroso do sertão. Toda a  história faz parte do folclore nordestino. As gravações aconteceram no sertão de Alagoas, terra natal de Graciliano. A locação foi uma antiga fazenda às margens do Rio São Francisco, o mesmo rio que faz divisa entre as cidades de Petrolina, em Pernambuco e Juazeiro, na Bahia.

Alexandre e Outros Heróis tem texto de Luís Alberto de Abreu e Luiz Fernando Carvalho e direção de núcleo de Luiz Fernando Carvalho.

ENTENDA COMO RAIMUNDO RODRIGUEZ trabalha:

Para conseguir retratar com fidelidade um nordeste que sofria nas mãos de coronéis e em meio a muita seca, o diretor Luiz Fernando Carvalho valeu-se, mais uma vez, de sua sensibilidade e inteligência e convidou o parceiro Raimundo Rodriguez para ser o ‘construtor’ da fictícia fazenda do coronel Alexandre.

Rai coroa

Foram quase dois meses na pequenina cidade alagoana de Pão de Açúcar para conseguir ambientar o cenário da minissérie Alexandre e Outros Heróis. #Raimundo Rodriguez diz que é chamado de ‘jagunço’ por Luiz Fernando Carvalho e conta sobre a experiência: “Andamos por várias cidades e fazendas. Foi justamente na última que eu encontrei. Recuperamos telhados, reconstituímos madeiras pintadas e restauramos um piso de cerâmica feito à mão”.

Rai latas

“É preciso ter Amor no trabalho senão não tem sentido fazer” #RaimundoRodriguez

Não importa que tenha um cargo de diretor: Raimundo gosta de trabalhar mergulhando de cabeça e arregaça as mangas: “Trabalho 15 horas por dia de capacete e luva. São mais de 30 anos de trabalho e meto a mão na massa do começo ao fim”.

Para a empreitada, Raimundo recrutou 15 operários de Pão de Açúcar e teve de convencê-los a mudar de hábitos: “Eles não trabalhavam às segundas porque é o dia de feira deles. Foi uma tarefa difícil dada a urgência com que a TV trabalha”. E o artista teve de trabalhar muitos dias sozinho: “Se eu não me envolvo, não me interessa fazer aquele trabalho. Dinheiro não é o que me move. Tem de ter amor, senão o trabalho não é reconhecido”.

Rai e paredes de Alex

Raimundo Rodriguez envelhecendo as paredes para alcançar outro tempo dramatúrgico…

Para deixar a casa com uma imagem semelhante a dos anos 40, Raimundo Rodriguez usou recursos simples, como aliás costuma fazer em toda a sua impactante produção: “Minha verve é aproveitar o que tem. Se não tiver tinta, uso barro. Compramos todo o estoque de chá preto da cidade para envelhecer as paredes. Faço sempre um processo natural. Fiquei horas passando a mão com cera de chão nas paredes”.

Mesmo o equipamento de gravação, cujas imagens são feitas em alta definição, passou por um processo rudimentar: “Fizemos refletores (que iluminam a cena) com papel vegetal”, explica #Raimundo Rodriguez.

lamparinas

“Quarenta minutos antes de gravar, ele queria que eu arrumasse uma mala de boticário de época. Quando comecei a tentar fazer, descobri que a viúva do boticário da cidade, ainda tinha a mala dele”, diz Raimundo. Mas ele diz não se importar com os pedidos difíceis do diretor: “É importante não dizer não. Tenho muita fé de que tudo vai dar certo”.

Rai trab em Alex

Assim é #RaimundoRodriguez, este cearense arretado da molesta, que faz Arte até com o sopro do vento na poeira das estradas. Saravá !!!

Rai em Alex

Veja aqui um pouco do que foi ao ar: 

Confira aqui bastidores das gravações: