Arquivo da tag: mostra cinema

CATANDUVA: Cidade Feitiço de encantos mis…

Blog AURORA DE CINEMA direto de Catanduva

Cartaz blog

A realização da I Mostra Cinema de Catanduva teve um saldo absolutamente POSITIVO. Tudo confluiu para seu êxito ! As atividades agradaram ao público, a imprensa divulgou e deu destaque cotidianamente, o Secretário de Cultura Nelson Lopes Martins participou de toda a programação e demonstrou entusiasmo, bem como o prefeito Geraldo Vinholi, que em breve e entusiasmada fala na noite inaugural já anunciou uma segunda edição maior, melhor e com mais dias e atrações.

Vale ressaltar ainda o empenho do Secretário de Cultura, Nelson Martins, e sua equipe para realizar a Mostra da forma mais qualificada, colocando toda a infraestrutura à disposição do evento, bem como o apoio e incentivo do empresário Marco Vinholi (presidente do Fundo Social de Solidariedade de Catanduva), grande entusiasta da Sétima Arte !

IMG_4610O verde é parte essencial na paisagem de Catanduva, a Cidade Feitiço

IMG_3414

A Igreja Matriz e edifício moderno bem no centro de Catanduva…

IMG_3663

Prédios históricos de bela arquitetura compõem paisagem de Catanduva…

IMG_3921Em bela noite musical, a OSCA (Orquestra Sinfônica de Catanduva) homenageou o centenário de Vinícius de Moraes…

IMG_4505

Edifício histórico da estação ferroviária, hoje sede da Estação Cultura…

IMG_4006

A Igreja Matriz, no coração de Catanduva, em imagem Aurora de Cinema…

IMG_3753

Coletiva reuniu jornalistas e marcou apoio decisivo da Imprensa para sucesso da Mostra Cinema de Catanduva

IMG_3168Elaine Trevisan, Felipe Brida e Aurora Miranda Leão no estúdio da NovaTV…

IMG_3686Os Curadores com alunos do IMES Catanduva, instituição que apoiou a realização da Mostra…

IMG_3473

Aurora Miranda Leão em entrevista à jornalista Florence Manoel, antes do início da Mostra…

IMG_4132

Primeira noite: Secretário Nelson Martins e o ator/produtor David Cardoso…

IMG_4171Jorge Salomão, prefeito Geraldo Vinholi, e Secretário Nelson Martins na plateia de abertura, que teve casa lotada…

IMG_4237Jorge Salomão concede entrevista para Cíntia Souza…

IMG_4416O trem que passa em Catanduva e empresta um tom poético à cidade…

IMG_3182

A Estação Cultura, que abriga a Secretaria de Cultura e suas muitas ações…

IMG_3185

História preservada: os guichês para compra das passagens de trem…

IMG_4306

Os trilhos que adornam a bela Estação Cultura na Cidade Feitiço

IMG_3986

Aurora Miranda Leão e Jorge Salomão na enorme praça da República…

IMG_3970

Interior da Igreja Matriz, que reúne a maior quantidade de afrescos do artista Benedito Calixto, considerado um dos maiores expoentes da pintura brasileira do início do século XX…

IMG_3612

O belo prédio da Sociedade Italiana, no centro de Catanduva…

IMG_4061

Os convidados e os curadores da Mostra Cinema de Catanduva…

IMG_4129

Cenário externo do Centro Cultural de Catanduva, um dos espaços que abrigou a I Mostra Cinema de Catanduva

IMG_4109

Lígia Rodrigues, cantora e psicóloga, com o poeta Jorge Salomão…

IMG_3989

Chafariz na histórica praça da República: ponto de visitação obrigatória…

IMG_4978

Teatro Municipal Aniz Pachá, palco de grandes espetáculos…

IMG_4373

Jorge Salomão e o Secretário Nelson Martins: admirações recíprocas…

IMG_4297

Jorge Salomão e David Cardoso: encontro de Reis em Catanduva…

IMG_3289

Felipe Brida e Aurora Miranda Leão: Curadores celebram êxito da Mostra Cinema de Catanduva…IMG_4553

O rio embelezando a paisagem central de Catanduva…

IMG_4591

Em papo informal na sede da Prefeitura, o prefeito Geraldo Vinholi, David Cardoso e Marco Vinholi…

IMG_4934

O histórico Castelinho de Catanduva, hoje sede da Pinacoteca…

Sal e Alê

Jorge Salomão e Alessandra, nossa competente condutora em Catanduva…

IMG_4422

Catanduva aprovou Mostra de Cinema: Viva a Cidade Feitiço !

Vinholi e David

Marco Vinholi, criador do projeto Cinema Solidário, e David Cardoso: apostando já na segunda edição da Mostra Cinema de Catanduva !

CATANDUVA: Mostra de Cinema foi sucesso e cidade aprovou realização

Blog AURORA DE CINEMA direto de Catanduva

IMG_4304

Foram apenas quatro dias mas o suficiente para demarcar um espaço bem vindo e muito aguardado pela população.

IMG_3587

De 23 a 26 deste outubro que está chegando ao fim, a bela cidade paulista de Catanduva voltou seus olhares e sensibilidade para abrigar o Cinema Brasileiro, de vários estados e diversos gêneros, em alguns de seus principais espaços de cultura e lazer.

IMG_3304

Realização da Prefeitura Municipal de Catanduva, através de sua Secretaria de Cultura, a primeira Mostra Cinema de Catanduva foi aberta numa aguardada noite de quarta-feira, tendo sido contemplada com espaços em primeiras páginas dos principais jornais da cidade, e contando com um público afetivo e numeroso, que desde o cair da tarde começava a chegar no belo Centro Cultural de Catanduva – espaço bonito e convidativo, que conta com Museu, Biblioteca, auditório e espaço para exposições, lançamentos de livros, palco para recitais e pockets-shows -, e de onde, vez ou outra, se ouve o apito e avista-se a passagem do inspirador trem da Cidade Feitiço.

IMG_4980

Teatro Aniz Pachá: bela casa de espetáculos de Catanduva…

IMG_4096

Naquela noite inaugural, o Poeta Jorge Salomão foi saudado pelo Secretário de Cultura Nelson Lopes Martins, e fez um pequeno recital para lançar seus dois mais recentes livros, ‘Conversa de Mosquitos” e ‘A Estrada do Pensamento’.

IMG_4153

O professor Binatti, Nelson Martins e o poeta Jorge Salomão…

Pouco antes das 20h, a informalidade convidativa de Catanduva, viu subir ao palco o Prefeito Geraldo Vinholi, o Secretário Nelson Martins e a jornalista Aurora Miranda Leão (que, juntamente com o colega Felipe Boso Brida) assina a Curadoria da Mostra. E foram de saudação ao Cinema, boas vindas ao público e entusiasmo com a realização do evento, as palavras do Prefeito Geraldo Vinholi, que não escondia o entusiasmo com a Mostra Cinema de Catanduva.

IMG_3182

Estação Cultural: prédio histórico é a sede da Secretaria de Cultura…

IMG_3388

Vista geral de Catanduva: cidade limpa, tranquila e bem arborizadaIMG_4576

David Cardoso e o prefeito Geraldo Vinholi: assuntos de Cinema…IMG_3558

A bela pérgula da Praça da República: histórica e imponente…

Para o prefeito Geraldo Vinholi (que tem quatro mandatos seguidos como Deputado e assumiu a prefeitura em janeiro), a Mostra de Cinema é de suma importância para Catanduva e deve prosseguir, em formato maior, com mais dias de exibição e mais atividades. Segundo o prefeito, a Mostra de Cinema foi o evento cultural que mais alcançou espaço da mídia e simpatia da população, dentre todos os que ali já viu realizados: ‘Em dez anos, nunca vi evento com tamanha repercussão na mídia e despertando tanto interesse na população’.

Prefeito e nós

Prefeito Geraldo Vinholi – com o Secretário Nelson Martins e o filho Marcos Vinholi – recebe os artistas em seu Gabinete…

De fato, foram 4 dias onde não faltou uma plateia sempre atenta e participativa, dividindo-se entre lançamentos de livros, palestras, oficina, e presença diária em rádios, jornais, websites, e tevês de Catanduva.

Saló e David

Jorge Salomão e David Cardoso: encontro feliz do Poeta com o Rei da Pornochanchada…

Vinholi e David

Marcos Vinholi e David Cardoso: afinação causada pela Sétima Arte…

O ator/produtor/diretor David Cardoso; o poeta Jorge Salomão; a atriz Ittala Nandi; o ator Flávio Guarnieri; e o cineasta e roteirista Pedro Lucínio marcaram presença, bem como o fotógrafo e cineasta paulista Humberto Bassanelli, que foi conferir a exibição de seu impactante documentário Sacrificium Precipitae e conversar com o público.

IMG_4592

Sorrisos: êxito da Mostra de Cinema estampado no semblante do Secretário Nelson Martins e do Prefeito Geraldo Vinholi…

IMG_4947

A bela sede da Sociedade Espanhola de Catanduva…

Em quatro dias de intensas atividades, o roteiro cultural e sentimental pelas ruas da arborizada e simpática Catanduva incluiu um ‘book’ Aurora de Cinema com mais de 2.500 fotos, além de agradáveis refeições em locais como o Paulinhos Grill, a Pizzaria Romana e ao bistrô Labuca Italiana. Difícil dizer qual dos três tem o melhor serviço e oferece a melhor culinária. Aliás, isso é um detalhe irrelevante diante da acolhida graciosa que nos foi ofertada e dos muitos pratos deliciosos que tivemos a oportunidade de saborear por ali.

Nois no Paulinhos

No restô do Paulinhos, em clima de total diversão, Lucas Pelegrino, David Cardoso, Aurora de Cinema e Pedro Lucínio…

Portanto, quando você, leitor amigo, for a Catanduva, ou por qualquer motivo tiver a sorte de ter a Cidade Feitiço incluída em seu roteiro, não deixe de conhecer os apetitosos cardápios da Labuca Italiana, do Paulinhos Grill (o melhor almoço de Catanduva), e da Pizzaria Romana (a melhor pizza da cidade).IMG_4502

Vagões desativados compõem belo cenário na Estação Cultura de Catanduva…IMG_3590IMG_3577

Saboroso Caldo de Cana geladinho do Pastel da Praça: delícias de Catanduva…

E, de quebra, faça um lanche no aprazível Pastel da Praça, uma simpática lanchonete situada no coração central de Catanduva – praça da Matriz – e que serve o melhor caldo de cana e o mais gostoso pastel da cidade. Estivemos por lá, e tivemos de repetir a dose porque, como diria um cearense típico, ‘eita lanchinho bom da molesta’…

IMG_4035

Alessandra, nossa ‘cicerone’ e Felipe Brida no almoço do Paulinhos Grill…

IMG_3598

Igreja Matriz: no coração de Catanduva, um ponto turístico imperdível !

Pois que venha a segunda edição da Mostra Cinema de Catanduva. Porque com todos os acertos da primeira, e com todos os ingredientes que fazem de Catanduva a Cidade Feitiço (com todo merecimento), a chegada do Cinema – de forma intensa, gratuita e prospectiva, vai acrescentar muitos pontos favoráveis ao que já vale a pena ser visto, bem como a cadeia produtiva da Cultura terá muitos motivos pra apostar num nascente pólo audiovisual na região noroeste do estado de São Paulo.IMG_3726

Felipe Brida e Aurora Miranda Leão, os Curadores, com o Secretário Nelson Martins, em manhã de Coletiva com a Imprensa de Catanduva…Felipe, Saló e FábioFelipe Brida, Jorge Salomão e Fábio Corniani na noite inaugural da Mostra… 

Com o inegável sucesso alcançado com a realização da I Mostra Cinema de Catanduva, merece aplausos a Secretaria de Cultura e a Prefeitura Municipal: ganha o Cinema Brasileiro (contabilizando um público ávido por integrar-se no mapa audiovisual do país com a pujança que lhe é peculiar), e a população de Catanduva, onde já há mais de 60 oficinas culturais gratuitas acontecendo em caráter permanente e cujo número de frequentadores é a afirmação de uma vocação natural da Cidade Feitiço para a expressão artística, a qual ganhará destacado relevo a partir do alvorecer de novas vocações culturais que o natural movimento provocado pela Sétima Arte propiciará.IMG_4873

O belo Castelinho de Catanduva: prédio histórico abriga a Pinacoteca…

IMG_4112Celebração: Lígia Rodrigues, Felipe Brida, Jorge Salomão e Aurora de Cinema

Que venha a segunda Mostra Cinema de Catanduva !

IMG_4228

Aurora Miranda Leão, David Cardoso e Florence Manoel em noite de Cinema

Viva a Cidade Feitiço !

Mostra de Cinema de CATANDUVA será aberta HOJE

Blog AURORA DE CINEMA direto de Catanduva

Mostra CARTAZ

Tudo pronto para a noite de abertura da I Mostra Cinema de Catanduva que acontece logo mais, às 19:30h, com coquetel e solenidade festiva no anfiteatro do Centro Cultural da Cidade Feitiço com entrada aberta ao público.

A Mostra começa hoje e prossegue até a noite de sábado, constando de oficina, lançamentos de livros, palestras, debates, presença de convidados ilustres, e exibição de filmes de curta e longa-metragens em diversas mostras, sendo um total de 34 filmes de diferentes gêneros, estados e regiões do país. Todos foram selecionados por uma Curadoria, formada pelos jornalistas Felipe Boso Brida e Aurora Miranda Leão.

A realização da I Mostra Cinema de Catanduva é da Prefeitura Municipal de Catanduva, que tem como prefeito Geraldo Vinholi, através da Secretaria de Cultura, cujo titular é o professor Nelson Lopes Martins. Na realização, parceria com as seguintes instituições e empresas: Secretaria de Educação, SESC, FATEC, IMES, APAE, Paulinhos Grill, Reisper Hotel, Romana Pizzaria e Restaurante Labuca Italiana.

SERVIÇO

I Mostra Cinema de Catanduva

Exibição de filmes, oficina, palestras e lançamentos de livros

Homenagem ao Centenário de Vinícius de Moraes

NOITE DE ABERTURA – Quarta, 23, às 19:30h

Quando: 23 a 26 de outubro de 2013

Local – Catanduva (SP)

ENTRADA FRANCA

* Curta a I Mostra Cinema de Catanduva no Facebook:

https://www.facebook.com/CINEMACATANDUVA?ref=hl

Catanduva: verde e bonita, à espera da Mostra de Cinema

noite esta

 Blog AURORA DE CINEMA direto de Catanduva

Cidade Feitiço é muito arborizada, tem uma tranquilidade convidativa, ótima culinária e um trem que cruza a cidade a promover uma constante e benéfica pausa no tempo e no espaço

Encanta o verde pacificador e a tranquilidade que se respira no ar da bucólica Catanduva. Aqui, as ruas são largas, com casas bem desenhadas, jardins fartos e uma gente simpática e hospitaleira. Estando aqui, em pouco tempo entende-se o porquê do apropriado codinome Cidade Feitiço.

Pelas ruas de Catanduva, o trilho do trem que leva à vizinha Araraquara integra-se ao paisagismo da cidade com benevolência, enquanto as ruas, em grande número, estampam nomes de outras cidades e estados do país, o que só aumenta essa saudável amabilidade com quem vem de outras paragens.

A bela Igreja Matriz instalada generosamente no centro de Catanduva e onde figuram belíssimas obras do artista Benedito Calixto…

Alagoas, Maranhão, Sergipe, Vitória, Salvador, Aracaju, Ceará são alguns dentre os diversos nomes que estão em algumas das muitas placas que vão emoldurando o caminhar pelas ruas centrais de Catanduva, que é muito limpa, verdejante e com um comércio de muito bom padrão.

Catn árvores

Em breve e aprazível temporada na Cidade Feitiço por conta da realização da I Mostra Cinema de Catanduva, eu e o colega jornalista Felipe Boso Brida, estamos frequentando alguns restaurantes, que são parceiros da Prefeitura Municipal na realização do evento.

IMG_3221

O bistrô Labuca Italiana, o restaurante Paulinhos Grill e a Pizzaria Romana. São esses lugares de excelente gastronomia que estão no nosso cardápio cultural na Cidade Feitiço. Cada um deles tem sua especialidade e são todos, igualmente, ótimos, de comida farta e convidativa.

    Buca esta  

 * Acompanhe aqui pelo Blog AURORA DE CINEMA a cobertura diária da I Mostra Cinema de Catanduva…

Beatles abrem Mostra de Artes Plásticas em Catanduva

Blog AURORA DE CINEMA direto de Catanduva…

IMG_3182

Música dos 4 imortais de Liverpool encerrou com chave de ouro a abertura oficial da 17a Mostra de Artes Plásticas de Catanduva

IMG_3190

Hall de entrada da Estação Cultura, com exposição de fotos de Marcos Costa…

Aberta ontem à noite no belo espaço da Estação Cultura a décima-sétima edição da Mostra de Artes Plásticas de Catanduva, evento que dá visibilidade e premia artistas catanduvenses, criado pelo então Secretário de Cultura Nelson Lopes Martins, que desde o ano passado ocupa novamente o mesmo cargo.

A centenária Estação Cultura, que já é um belo patrimônio público durante o dia, à noite se ilumina de cores e diversas conotações artísticas.

A abertura da Mostra foi especialmente plástica: um performático grupo de dança-teatro abriu com brilho e caprichada afinação a noite inaugural. Eles eram três e compuseram um espetáculo cênico de invejável beleza, interagindo com o insólito espaço da Estação, integrando-se à ponte-passarela e aos trilhos do trem de Catanduva. Valendo-se de tintas em vários tons, trilha funcional que teve até Edith Piaf, o espetáculo A vida tem a cor que a gente pinta abriu com maestria a noite das Artes Plásticas na Cidade Feitiço, enebriando com um inesperado e eloquente final, onde a sensualidade deu o tom e cujo ácme foi a versão da belíssima Golden Slumbers na voz de Elis Regina.

E colocar BEATLES como ponto alto de qualquer espetáculo, tenha paciência, é demais da conta: significa conquistar até o mais silencioso dos dormentes.

IMG_3206

… Começa a performance ‘A vida tem a cor que a gente pinta’

Em cena, os artistas de teatro, performers e bailarinos Rafael Dolens, Giovana Moretti e Malu Oliveira.

IMG_3208

IMG_3209

IMG_3212IMG_3213

IMG_3219IMG_3221IMG_3222IMG_3223

Inusitado: A performance sai do ‘palco’ e vai aos trilhos…

IMG_3225IMG_3226

IMG_3228

Ápice: performance ritualiza um clássico dos Beatles ao som da poderosa voz de Elis Regina para a arrepiante ‘Golden Slumbers’… Nota MILLL !!!

IMG_3234IMG_3246IMG_3249IMG_3261IMG_3263

Jornalista Aurora Miranda Leão confraternizando com artistas de Catanduva: Giovana Moretti, Malu Oliveira e Rafael Dolens…

IMG_3265

Secretário Nelson Lopes Martins faz belo discurso de abertura da Mostra, saúda os Artistas de Catanduva, e anuncia a próxima atração: I Mostra Cinema de Catanduva, a ser aberta dia 23 de outubro…

IMG_3247Plateia lotada e atente às palavras do Secretário Nelson Lopes Martins…

IMG_3279

Belo quadro de Rogério Ramos em exposição na galeria da Estação Cultura…

Portanto, Parabéns à Secretaria de Cultura de Catanduva, na pessoa do professor Nelson Martins, que proporcionou aos que estávamos lá uma noite linda e inesquecível, e aos artistas catanduvenses da dança-teatro A vida tem a cor que a gente quer, que a protagonizaram com esmero e competência... eles encheram a noite de magia e as retinas daquele brilho que só a comoção verdadeira alcança.

IMG_3289

Jornalistas Felipe Brida e Aurora Miranda Leão celebram chegada do Cinema a Catanduva em Mostra gratuita que começa dia 23…

* Acompanhe aqui no Blog Aurora de Cinema o dia-a-dia da I Mostra Cinema de Catanduva…

Maria Fumaça vai abrir Mostra de Catanduva

Curta-metragem do ator/diretor/produtor DAVID CARDOSO é o primeiro filme a ser exibido na tela de Catanduva…

Mostra CARTAZ

A esperada sessão oficial de abertura da I Mostra Cinema de Catanduva está agendada para à 19:30h do próximo dia 23 de outubro no anfiteatro do Centro Cultural de Catanduva.

Na telona, o primeiro filme a ser exibido será Maria Fumaça, Chuva e Cinema, com roteiro, direção e produção do ator e diretor mato-grossense David Cardoso. O filme é uma comovente declaração de amor à Sétima Arte, capaz de envolver no mesmo clima crianças, jovens e adultos de todas as idades, em qualquer parte do mundo. Por isso, abrirá a programação.

É uma declarada confissão da curadoria de que a I Mostra Cinema de Catanduva nasceu para reverenciar o Cinema Brasileiro e seu maior objetivo é disseminar esse amor e respeito pela produção audiovisual brasileira, estimulando e incentivando nos moradores de Catanduva e cidades vizinhas, visitantes e potenciais espectadores, o gosto por ver, fazer, debater e vivenciar CINEMA.

David Cardoso nasceu na pequena cidade de Maracaju, em Mato Grosso, e há muitos anos reside em Terenos (outra pequena cidade de lá), mas trabalha diariamente em Campo Grande, onde mantém um ginásio de musculação, na Avenida Afonso Pena, a principal da capital sul-mato-grossense. Ele conta: “Eu estudei o primário em São Paulo e quando estava no último ano, com 11 para 12 anos de idade, minha tia me pegou de bonde, me deixou na Avenida São João, no Cine Metro, onde eram exibidos os famosos filmes da Metro-Goldwyn-Mayer. Ela me deixou ao meio-dia porque a sessão lá era assim: do meio dia às duas, e sempre a cada duas horas. Eu assisti a Mogambo*. Eu vi Mogambo e fiquei encantado. Quando ela veio me pegar de volta, e me viu chorando, ela disse:  – David o que aconteceu meu filho? Alguém te bateu ? Eu falei: ‘Não. É bonito demais. Eu vou ser artista de cinema que nem o Clark Gaibou’ – pronunciei tudo errado. Eu falei ‘ Tia, vem amanhã assistir ?’ Ela assistiu e eu fiquei no cinema de novo assistindo até dez da noite. No outro dia eu falei: ‘ Tia, quando que nós vamos para Maracaju?, e ela disse que dali a 4 dias, e eu falei: ‘Então a senhora me traz aqui todos os dias pra eu assistir a Mogambo? Ela disse ‘tá’. Ela pegava um pão, cortava no meio, passava manteiga Aviação e mortadela. Não tinha Coca Cola… pegava um suco de laranja, colocava numa térmica, e eu entrava no cinema todos os dias e assisti 26 vezes ao filme em São Paulo e é essa a história que está no meu filme”.

(*) Mogambo quer dizer “paixão” em Swahili. Filme norte-americano de 1953, do gênero drama e aventura. É remake do filme Red Dust (1932), que tinha também Clark Gable como protagonista. A história acontece na África.

O curta Maria Fumaça, Chuva e Cinema é uma obra despretensiosa, na qual David apenas conta, de forma singela, sensível e revelando extremo amor pelo Cinema, o momento crucial de sua biografia, o instante no qual a vocação artística gritou com força no seu coração de menino e o fez decidir-se, irremediavelmente, para o mundo que desde cedo lhe fascinava.  Mas quando se está na plateia assistindo à história do menino encantado com a magia do Cinema, a sensação é a de que algum ali dentre nós, também cativos do amor pela Sétima Arte, bem poderia ter sido o autor de filme tão sincero e comovente.

E está justamente nessa capacidade de comunicação imediata com a platéia e identificação instantânea com a história do garoto encantado com o primeiro filme visto na telona – decisivo para a opção profissional de David Cardoso pro resto da vida -, que está o grande trunfo de Maria Fumaça Chuva & Cinema.

Uma espécie de Cinema Paradiso rodado em Mato Grosso, terra natal do artista, Maria Fumaça, Chuva e Cinema tem como protagonistas dois dos filhos de David – David Cardoso Jr. e Tallyta, que dão vida aos pais de David na história.

David Cardoso é presença muito aguardada em Catanduva

Mais sobre o filme, você encontra no link:

https://auroradecinema.wordpress.com/2013/09/15/david-cardoso-mistura-fumaca-chuva-poesia-e-faz-um-cinema-que-encanta/

Após a exibição do filme Maria Fumaça, Chuva e Cinema, a programação da I Mostra Cinema de Catanduva segue assim:

Exibição de Curtas-metragens

MFerouah, de Dito Inácio (SP, 2013, 12’)

Julie Agosto Setembro, de Jarleo Barbosa (GO, 2011, 9’)

Um de Nós Morre Hoje, de Weiller Vilela e Gabriel de Almeida (MG, 2013, 16’)

Membro Decaído, de Lucas Sá (MA-RS, 2012, 17’)

Exibição de Longa-metragem

 Tropicália, de Marcelo Machado (SP, 2012, 87’)

* Aqui, no Blog AURORA DE CINEMA você vai acompanhar diariamente informações sobre a I Mostra Cinema de Catanduva.

Você também pode acompanhar a Mostra Cinema de Catanduva pelo Facebook:

https://www.facebook.com/CINEMACATANDUVA?ref=hl

 

Os curtas que vão estar na tela Catanduva

Primeira edição da Mostra de Cinema começa dia 23 com a exibição do curta Maria Fumaça, Chuva e Cinema, de David Cardoso

Mostra CARTAZ

Cidade paulista conhecida como Cidade Feitiço em contagem regressiva para sua primeira Mostra Cinema de Catanduva

A Curadoria da I Mostra Cinema de Catanduva, assinada pelos jornalistas e críticos Felipe Boso Brida e Aurora Miranda Leão, aponta os curtas-metragens selecionados para exibição em seus quatro dias de calendário. São produções vindas de vários estados e diversas regiões – apenas a região Norte não terá representante.

Os estados são: MATO GROSSO, SÃO PAULO, GOIÁS, RIO DE JANEIRO, MINAS GERAIS, MARANHÃO, PARAÍBA, BAHIA, RIO GRANDE DO SUL e PARANÁ.

Maria David

Filme do ator e diretor David Cardoso vai abrir a Mostra…

OS CURTAS

Maria Fumaça, Chuva e Cinema, de David Cardoso (MS, 2010, 15’)
MFerouah, de Dito Inácio (SP, 2013, 12’)
Julie Agosto Setembro, de Jarleo Barbosa (GO, 2011, 9’)
Um de Nós Morre Hoje, de Weiller Vilela e Gabriel de Almeida (MG, 2013, 16’)
Membro Decaído, de Lucas Sá (MA-RS, 2012, 17’)

Belo e premiado filme do goiano Jarleo Barbosa chega a Catanduva…

O Membro Decaído, super premiado de Lucas Sá, também estará na tela Catanduva…

A poesia de ‘ACALANTO’, curta vencedor de 6 KIKITOS, também estará na tela Catanduva…
Acalanto, de Arturo Sabóia (MA, 2013, 15’)
Leve-me para Sair, de José Agripino (SP, 2012, 15’)
A Dama do Estácio, de Eduardo Ades (RJ, 2012, 22’)
Palitos’ Story, de Leandro Ponciano (PB, 2013, 1’)
Quebra de Contrato, de Lindebergue Vieira (RJ, 2012, 20’)

A grande Dama Fernanda Montenegro, protagonista de ‘A Dama do Estácio’…

Fui Comprar Cigarros, de Marcel Mallio (SP, 2012, 9’)

Menino do Cinco, de Marcelo Matos de Oliveira e Wallace Nogueira (BA, 20’)

Simulacrum Praecipitii – A Visão do Abismo, de Humberto Bassanelli (SP, 25’)

O Menino que Sabia Voar, de Douglas Ferreira (SP, 2013, 10’)

Filme para Poeta Cego, de Gustavo Vinagre (SP, 2012, 25’)

Simu este

DOC Simulacrum Praecipitii, contundente denúncia sobre os males do crack, com belíssima fotografia PB, é mais um grande filme na tela Catanduva
Hooji, de Marcelo Quintella e Boynard (RJ, 2012, 17’)
Engole Logo uma Jaca Então, de Marão & Equipe (RJ, 2011, 6’)
Connexion Munich, de Carlos Segundo (MG, 2012, 11’)
Entre Muros, de Adriana Tenório (RJ, 2011, 17’)
O Brasil de Pero Vaz Caminha, de Bruno Laet (RJ, 2011, 17’)

Quebra

Curtas da Mostra Infanto-Juvenil:

Criação de Marão, bam bam bam da Animação, é uma das atrações

Eu Queria Ser um Monstro, de Marcelo Marão (RJ, 2010, 8’)
O Menino que Sabia Voar, de Douglas Ferreira (SP, 2013, 10’)
Os Sustentáveis, de Lisandro Santos (RS, 2012, 1’)
Menina da Chuva, de Rosária (RJ, 2011, 6’)
Garoto Barba, de Christopher Faust (PR, 2010, 14’)
A Vida Deve Ser Assim, de Roberto Burd (RS, 2012, 14’)
Pety pode tudo (SP, 2012, 18’)

Público de Catanduva vai poder conhecer o lindo A Menina da Chuva, de Rosária…

Cinema Marginal ganha nova coleção

Parceria estabelecida entre a LUME FILMES e a HECO PRODUÇÕES cria um selo de cinema brasileiro que estreia com o lançamento de doze DVDs (totalizando 41 filmes) que irão compor a histórica COLEÇÃO CINEMA MARGINAL BRASILEIRO. Este mês, saem os  DVDs 7 e 8.

O DVD 7, Sérgio Bernardes Filho, contém o longa-metragem Desesperato (1968), o média-metragem Rio: plano político-administrativo do município (1982) e o curta-metragem Venha, doce morte (1967). Nos extras, o material bruto do filme inacabado de Sérgio Bernardes Filho, Madrepérola.

O DVD 8, Ozualdo R. Candeias, contém o longa-metragem Meu nome é… Tonho (1969), o média-metragem Zézero (1974) e o curta-metragem A visita do velho senhor (1976). Nos extras, matéria de televisão sobre o cineasta Ozualdo R. Candeias e filmagens caseiras do diretor.

Onze anos após a primeira edição da mostra Cinema Marginal e suas Fronteiras (realizada pela Heco Produções em maio de 2001 no CCBB de São Paulo, quando foram exibidos 40 filmes relacionados ao movimento Cinema Marginal), o público terá agora a oportunidade de assistir a uma parcela significativa destes filmes.

Os DVDs trazem longas, médias e curtas-metragens, entrevistas e palestras inéditas com realizadores, críticos e/ ou ensaístas. Um encarte na forma de um livrete de 16 páginas, acompanhará cada unidade de DVD, com textos e imagens inéditos: vasto material iconográfico, ensaios sobre o movimento, artigos críticos, sinopses e fichas técnicas sobre os filmes lançados e uma biofilmografia dos autores das obras, mantendo o ineditismo e o consagrado padrão de qualidade alcançado ao longo dos últimos anos pela HECO PRODUÇÕES e pela LUME FILMES.

  • COLEÇÃO CINEMA MARGINAL 7

DESESPERATO de Sérgio Bernardes Filho

APÓS PESQUISAR AS “ZONAS NEGRAS DO TERCEIRO MUNDO”, ESCRITOR LANÇA UM LIVRO SOBRE PATRIOTISMO E LUTA PELA LIBERDADE. AO VOLTAR PRA CASA, ENCONTRA UMA ESTRUTURA ARCAICA QUE NÃO PODE MAIS SUPORTAR.

DIRETOR: SÉRGIO BERNARDES FILHO

ANO DE PRODUÇÃO: 1968

ELENCO PRINCIPAL: FERNANDO CAMPOSFERREIRA GULLARMÁRIO LAGONELSON XAVIERNORMA BENGELLRAUL CORTEZ

TEMPO DE DURAÇÃO: 90 MIN

MISSÃO RIO de Sérgio Bernardes Filho

DOCUMENTÁRIO DE MÉDIA-METRAGEM SOBRE O PLANO POLÍTICO E ADMINISTRATIVO DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO ELABORADO PELO ARQUITETO E URBANISTA SÉRGIO BERNARDES (PAI DO DIRETOR DO FILME) PARA SALVAR A CIDADE MARAVILHOSA DO CAOS CAUSADO POR SEU CRESCIMENTO DESORDENADO.

ANO DE PRODUÇÃO: 1982

DIRETOR: SÉRGIO BERNARDES FILHO

DOCUMENTÁRIO

 

VENHA DOCE MORTE de Sérgio Bernardes Filho

DOCUMENTÁRIO SOBRE A CASA SÃO LUIZ, TRADICIONAL ASILO PARA IDOSOS NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, ESTE É O PRIMEIRO FILME DIRIGIDO POR SÉRGIO BERNARDES FILHO.

ANO DE PRODUÇÃO: 1969

DIRETOR: SÉRGIO BERNARDES FILHO

22 MIN

DOCUMENTÁRIO

CLASSIFICAÇÃO PRETENDIDA: 14 ANOS

  • COLEÇÃO CINEMA MARGINAL 8

A VISITA DO VELHO SENHOR de Ozualdo Ribeiro Candeias

ADAPTAÇÃO DO CONTO GRÁFICO DE POTY LAZZAROTTO QUE NARRA A VISITA DE UM HOMEM A UMA PROSTITUTA. DURANTE A VISITA, O HOMEM TORTURA A MULHER.

ANO DE PRODUÇÃO: 1976

DIRETOR: OZUALDO RIBEIRO CANDEIAS

ELENCO PRINCIPAL: JOSÉ MARIA SANTOS E MARLENE ARAÚJO

TEMPO DE DURAÇÃO: 13 MIN

CLASSIFICAÇÃO PRETENDIDA: 14 ANOS

MEU NOME É TONHO de Ozualdo Ribeiro Candeias

UM HOMEM APELIDADO DE TONHO NÃO CONHECE SUA ORIGEM. NA SUA MEMÓRIA, APENAS FRAGMENTOS DA INFÂNCIA DILUÍDO NO TEMPO, E O RAPTO DO QUAL FORA VÍTIMA POR PARTE DE UM GRUPO DE CIGANOS. TONHO ABANDONA OS PESADELOS DOS CIGANOS E COMEÇA A VIVER TRANQUILO ATÉ QUE, EM UMA NOITE, UMA LINDA MULHER CRUZA O SEU CAMINHO.

ANO DE PRODUÇÃO: 1969

DIRETOR: OZUALDO RIBEIRO CANDEIAS

ELENCO PRINCIPAL: JORGE KARAN, BIBI VOGEL, NIVALDO LIMA, EDDIOSMANIO, WALTER PORTELA, TONY CARDI, CLAUDIO VIANNA, ALUIZIO DE CASTRO

TEMPO DE DURAÇÃO: 95 MIN

CLASSIFICAÇÃO PRETENDIDA: 14 ANOS

ZÉZERO de Ozualdo Ribeiro Candeias

CAMPONÊS MISERÁVEL TEM A VISÃO DE UMA “FADA”, QUE O CONVENCE A IR PARA A CIDADE ATRAVÉS DE FOTOS PUBLICITÁRIAS E PROMESSAS. LÁ, SÓ CONSEGUE EMPREGO NA CONSTRUÇÃO CIVIL, ONDE O POUCO QUE GANHA GASTA COM APOSTAS NA LOTERIA ESPORTIVA.

ANO DE PRODUÇÃO: 1974

DIRETOR: OZUALDO RIBEIRO CANDEIAS

ELENCO PRINCIPAL: ARNALDO GALVÃO, CARLOS BIONDI, ISABEL ANTINÓPOLIS, MARIA DAS DORES DE OLIVEIRA, MARIA GIZÉLIA, MARIA NINA FERRAZ, MILTON PEREIRA E PAMIRA BALBINA DE ALMEIDA

TEMPO DE DURAÇÃO: 31 MIN

CLASSIFICAÇÃO PRETENDIDA: 14 ANOS