Arquivo da tag: mostra internacional

Cinema reverencia Domingos Oliveira

O dramaturgo, cineasta, ator, diretor, homem de Teatro, Cinema e Televisão,  Domingos Oliveira, recebe esta noite o prêmio principal da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, Prêmio Leon Cakoff.

A cerimônia acontecerá às 21h20, entre as sessões de Primeiro Dia de Um Ano Qualquer e Paixão e Acaso, ambos dirigidos por Domingos. A Mostra contempla, com o Prêmio Leon Cakoff, antes prêmio Humanidade, personalidades do meio cinematográfico que se destacaram ao contribuir para o enriquecimento do cinema mundial.

Além de Domingos Oliveira, receberão o prêmio Leon Cakoff o diretor Abbas kiarostami e a atriz Claudia Cardinale.

UM POUCO MAIS SOBRE DOMINGOS OLIVEIRA, um MESTRE !

Domingos Oliveira é um dos mais profícuos criadores brasileiros, autor de obras marcantes, seja no teatro, cinema ou televisão. Nascido no Rio de Janeiro, Domingos começou a carreira no teatro, em 1963, com Somos Todos do Jardim da Infância, texto de sua própria autoria.

Em 1966, dirigiu Todas as Mulheres do Mundo, sua estreia no cinema, protagonizado por Leila Diniz e Paulo José. Apesar de inserido no grupo do Cinema Novo, Domingos sempre tendeu mais para Tchecov do que Brecht, passando ao largo dos regionalismos que dominavam as atenções de significativa parcela do Cinema Novo. Suas preocupações sempre foram mais urbanas e de classe média, onde as disfunções e desatinos das relações humanas e do amor se convertem em filmes calcados na força do texto e das atuações, impregnados de um humanismo sem concessões.

Entre seus principais filmes, destacam-se Edu Coração de Ouro (1968), As Duas Faces da Moeda (1969), A Culpa (1971) e Teu, Tua (1976). Nos anos 80, Domingos iniciou um prolífico trabalho para a televisão, colaborando em roteiros de episódios de séries e especiais, e coordenando a série Caso Especial na TV Globo. Voltou ao teatro em 1981 e, em 1995 escreveu, com Priscilla Rozenbaum, a peça Amores, levada às telas em 1996, reaproximando Domingos do cinema depois de um afastamento de quase 20 anos. Amores venceu três Kikitos no Festival de Gramado.

Com a companheira Priscilla Rozenbaum, uma parceria de sucesso…

Seus filmes mais recentes são Separações (2002, 26ª Mostra), Feminices (2004, 28ª Mostra), Carreiras (2005, 29ª Mostra), Juventude (2008, Prêmio do Público na 32ª Mostra) e Todo Mundo tem Problemas Sexuais (2008, 32ª Mostra).

Nesta edição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, Domingos Oliveira participacom seus filmes É Simonal (1971), e Primeiro dia de um Ano Qualquer (2012), e Paixão e Acaso (2012).

SERVIÇO

Prêmio LEON CAKOFF para Domingos Oliveira   

25/10/2012 – QUINTA – CINESESC

19:20 Exibição do filme: PRIMEIRO DIA DE UM ANO QUALQUER, de Domingos Oliveira (81′).

21:20 Exibição do filme: PAIXÃO E ACASO, de Domingos Oliveira (83′).

OBS.: A entrega do prêmio será feita antes da exibição do filme PAIXÃO E ACASO.

Patrocinadores da 36ª Mostra

A 36ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo é realizada com patrocínio da PETROBRAS pela LEI DE INCENTIVO À CULTURA do MINISTÉRIO DA CULTURA; copatrocínio do BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL (BNDES); apoio institucional da PREFEITURA DE SÃO PAULO; apoios da FAAP, ITAÚ e SESC; apoio cultural da SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA DO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO pelo PROAC – PROGRAMA DE AÇÃO CULTURAL DO ESTADO DE SÃO PAULO, SÃO PAULO TURISMO, SABESP e IMPRENSA OFICIAL; colaboração da editora COSAC NAIFY, do MASP – MUSEU DE ARTE DE SÃO PAULO, HOTEL TIVOLI, CHIVAS, AUDITÓRIO IBIRAPUERA, INGRESSO.COM e do CONDOMÍNIO CONJUNTO NACIONAL; promoção da FOLHA DE SÃO PAULO, TV CULTURA, GLOBO FILMES, CANAL BRASIL, BAND NEWS FM e RÁDIO BANDEIRANTES.

A 36ª Mostra é produzida pela ABMIC – Associação Brasileira Mostra Internacional de Cinema.

Ceará mostra sua Holliúdy em Sampa

Novo longa do cineasta cearense HALDER GOMES está na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo…


Após a boa receptividade nos festivais de Brasília (Mostra  Panorama Brasil) e  Cine Ceará,  o longa CINE HOLLIÚDY, do cineasta Halder Gomes, será exibido na 36ª Mostra  Internacional de Cinema de São Paulo. Único representante do cinema  cearense, CINE HOLLIÚDY vai concorrer ao Prêmio Itamaraty.

Roteiro  vencedor do Edital do Ministério da Cultura para Filmes de Baixo Orçamento, CINE HOLLIÚDY  foi inspirado no curta-metragem O Astista Contra o Caba do Mal. O curta, obra do próprio Halder, participou de mais de 70 festivais em 20  países, vencendo cerca de 40 prêmios.

No eclético elenco de CINE  HOLLIÚDY , destacam-se Edmilson Filho, Miriam  Freeland, Roberto Bomtempo, Fiorella Mattheis e Angeles Woo, filha do cineasta  John Woo. Uma curiosidade: por ser fiel ao “cearensês”, o filme apresenta  legendas em português.

Ainda em 2012, o longa – uma declaração de amor ao cinema – representará o Brasil no 10th The World Film Festival of Bangkok, em novembro. CINE  HOLLIÚDYestreia comercialmente no primeiro semestre de 2013, com distribuição da Downtown Filmes.

Miriam Freeland tem participação em Cine Holliúdy

ELENCO

Edmilson  Filho, Miriam Freeland, Joel Gomes, Roberto Bomtempo, Angeles Woo, Fiorella  Mattheis, Fernanda Callou, João Netto, Karla Karenina, Marcondes Falcão, Haroldo  Guimarães, Rainer Cadete, Márcio Greyck, Jorge Richie, João Pedro Delgado,  Jesuíta Barbosa.

FICHA  TÉCNICA

2012, ficção, 90 minutos, cor.

Diretor/produtor/roteirista:  Halder Gomes

Produtores  executivos: Halder Gomes, Dayane Queiroz

Produtor  Associado: Edmilson Filho

Diretora  de Fotografia: Carina Sanginitto

Diretora  de Arte: Juliana Ribeiro

Figurino:  Jô Fontelles

Som  direto: Alfredo Guerra

Mixagem:  Érico “Sapão” Paiva

Montagem:  Helgi Thor

Efeitos  visuais: Márcio Ramos

Música  original: Herlon Braz

Coreógrafo:  Edmilson Filho

Edmilson Filho: ator cearense radicado nos EUA, protagonista de Cine Holliúdy…

 

Cine Holliúdy – Pequeno Glossário de Cearensês

AÍ DENTO – RESPOSTA A QUALQUER PROVOCAÇÃO.

ABESTADO – APALERMADO,  IMBECIL, IDIOTA, ESTÚPIDO. PESSOA QUE NÃO ENTENDE DE NADA. EM NOTÓRIA ALUSÃO AO  ANIMAL, OU SEJA, UMA BESTA.

ALFININ – ESPÉCIE DE RAPADURA.

ANDE TONHA! – YESSSSSSS!

ARRE ÉGUA! – INTERJEIÇÃO QUE PODE SIGNIFICAR QUALQUER COISA, A DEPENDER DO TOM DE VOZ E DA OCASIÃO (ALEGRIA,  IRRITAÇÃO…).

BAITOLA – GAY. (A PALAVRA TEM ORIGEM NA CONSTRUÇÃO DA PRIMEIRA ESTRADA DE FERRO  DO CEARÁ. O CHEFE DA OBRA ERA UM  ENGENHEIRO INGLÊS, COM UM JEITO AFEMINADO, QUE REPETIA “ATENÇÃO PARA A BAITOLA” , REFERINDO-SE A BITOLA.

BILOTO – BOTÃO.

CANGAPÉ – CHUTE RODADO.

CATREVAGE – COISA VELHA.

CU  DO MUNDO – LUGAR  MUITO DISTANTE.

DIABÉISS? – QUE DIABO É ISSO?  QUE É ISSO ?

EXPRESSÃO, DEBOCHADA, DE ESPANTO: “DIABÉISS MENINA, QUE SAIA CURTA É  ESSA?”.

ISPILICUTE – DO INGLÊS “SHE’S PRETTY CUTE”: ENGRAÇADINHA, MULHER MUITO  FACEIRA.

MACHO OU MACHO RÉI – CARA, AMIGO: “OLÁ MACHO  RÉI!”

MEUZÓVO – EXPRESSÃO DE DISCÓRDIA, “UMA OVA”.

“JUCA É UM POLÍTICO HONESTO — HONESTO MEUZÓVO!”

ÔI DA GOIABA – TERMINAL DO TUBO DIGESTIVO.

MÓI DE CHIFRE (OU CHÍFI) – CORNO.

TIRA A MACAÚBA DA BOCA ! – QUANDO ALGUÉM FALA DE FORMA ININTELIGÍVEL, VOCÊ DIZ ISSO PARA ELA.

INDARRAI – PALAVRA INDIANA, AINDA INÉDITA NA INDIA, QUE SUGERE UMA NOVA TENTATIVA A QUEM ACABOU DE SE ESTREPAR.

MAH – CONTRAÇÃO PRA MACHO. USADO EM QUALQUER CONVERSA  ENTRE HOMENS PRA COMECAR E TERMINAR QUALQUER FRASE.

DAR O PREGO – (NO  INFINITIVO) QUEBRAR, DESMANTELAR, PIFAR. “O CARRO  DEU O PREGO”.

COISAR – VERBO QUE SERVE COMO SUBSTITUTO DAQUELE QUE A PESSOA ESQUECE OU NÃO QUER,  EXATAMENTE, USAR. “ACHO QUE ESSA MENINA TÁ COISANDO COM O NAMORADO!…”. “ACHO  QUE ESTE LEITE TÁ COISADO (ESTRAGADO)!”. “MULHER QUE NÃO SABE COISAR ACABA  PERDENDO O MARIDO !…”.

COISATIVO– DO VERBO COISAR.

LEROWHITE– LERO,LERO, EM  INGLÊS. QUER DIZER, EM CEARENSÊS.

JOIADO– ALGO MUITO BOM, BACANA.

AMUFINADO– MURCHO, TRISTE, SEM VONTADE PRA NADA.

SE  AMOSTRAR– SE EXIBIR PARA OS OUTROS.

CHIBATA– CHICOTE. TAMBÉM UMA ALUSÃO AO ÓRGÃO SEXUAL MASCULINO.

TABACUDA– BUCETUDA.

PERISTÔNIO– ÓRGÃO PRÓXIMO DA PLEURA CENTRAL DA PERIDURAL.

PEGAR  O BÊCO– SAIR FORA.

SOLA  NO ESPINHAÇO– PÊIA MUITA.

MÃO  DE PÊIA– COBRIR DE PORRADA.

AMILTON  MELO– UM DOS MAIORES CRAQUES DO FUTEBOL CEARENSE.

CARNIÇA– AGREMIAÇÃO DO CEARÁ SPORTING CLUBE.

DO  TEMPO QUE O KING KONG ERA SOIM– ALGO MUITO ANTIGO.

FRANGA  DE URUBU– COISA MUITO FEIA. UM ASSOMBRO.

MAIS  INVOCADO DO QUE CORRIDA DE PATO ! – ALGO PRA LÁ DE  IMPRESSIONANTE.

FROGOIÓ– MULHER RUIVA.

PIRANGUEIRO– SUJEITO FOLGADO QUE QUER TUDO DE GRAÇA.

RUMA– UM MONTE DE QUALQUER COISA.

Halder Gomes: cineasta faz bela homenagem à sua terra, o Ceará, e provoca risos na plateia com uma comédia onde o Cinema é o grande foco…

Para saber mais, acesse: http://cineholliudy.wordpress.com/

E veja na web: Cine Holiúdy – O Astista Contra o Caba do Mal

http://www.youtube.com/watch?v=pHqb2AsD9e4

Mostra de São Paulo começa nesta quinta

A cerimônia de abertura da 36ª Mostra Internacional de Cinema será realizada nesta quinta-feira, 18 de outubro, às 20h, no Auditório Ibirapuera, com a presença de personalidades do meio cinematográfico, autoridades, patrocinadores e convidados do evento.

Na ocasião, será exibido o filme chileno No, de Pablo Larrain, exibido na Quinzena dos Realizadores de Cannes e vencedor do Prêmio CICAE (Confederação Internacional dos Cinemas de Arte).

No fala do período no qual o ditador chileno Augusto Pinochet, diante da pressão internacional, convoca um referendo sobre o seu mandato em 1988. Os líderes da oposição convencem o jovem publicitário René Saavedra a liderar sua campanha. Com pouquíssimos recursos e permanente vigilância dos guardas de Pinochet, Saavedra e sua equipe criam um audacioso plano para vencer a eleição e libertar seu país da opressão.

O elenco é encabeçado por Gael Garcia Bernal

Festivais com inscrições abertas

Inscrições à mostra competitiva do IV CineCreed-Mostra de Filmes Digitais, evento gratuito e sem fins lucrativos, a acontecer nos dias 23, 24 e 25 de novembro.

Curtas nacionais produzidos a partir de 2010 com até 20 minutos de duração e inéditos nos eventos do Programa Exibição de Cinema Social podem ser inscritos: www.precisope.com.br

***************

A III Mostra Internacional de Cinema pelos Animais – Mostra Animal 2012 vai acontecer em Curitiba. Cineastas profissionais ou amadores, brasileiros ou estrangeiros, podem inscrever filmes de qualquer duração (longa, média ou curta-metragem) que abordem questões oriundas do relacionamento do ser humano com os animais. Inscrições são gratuitas e devem ser feitas através do site www.mostraanimal.com.br, no link Inscrições, até 20 de setembro.

*************

O Cine MuBE Vitrine Independente, festival que revela e premia novos talentos, prossegue com inscrições até 20 de outubro. A curadoria é do crítico de cinema Christian Petermann e oferece oportunidade para novos talentos apresentarem sua arte e técnica por meio de exibições de curtas e médias-metragens num evento focado no cinema independente.

Seguindo o modelo das edições anteriores, entre 6 e 8 de dezembro, haverá programação especial no MuBE para a exibição dos títulos selecionados. Na sexta, dia 7, serão exibidos os médias-metragens em competição, e no sábado, dia 8, os curtas – ao final das exibições, serão revelados os vencedores e acontecerá a premiação. Interessados podem inscrever-se gratuitamente. www.cinemubevitrine.com.

O festival premiará produções em 11 categorias: melhor curta-metragem pelo júri, melhor curta-metragem pelo público, melhor média-metragem pelo júri, melhor média-metragem pelo público, melhor diretor curta-metragem, melhor diretor média-metragem, melhor atriz, melhor ator, menção especial de curta-metragem pelo júri, melhor roteiro e, como novidade desta edição, melhor produção estrangeira.

Os filmes devem ser encaminhados (em três cópias obrigatórias), de segunda a sexta, das 10h às 19h, para Av. Europa, 218 – São Paulo, aos cuidados de Karen Alcantarilla – karen@mube.art.br.

O Cine MuBE Vitrine Independente é um festival de cinema que preza pela pluralidade, sem tema definido. O júri especializado e o público elegem os favoritos. Os ganhadores são premiados com equipamentos, cursos na área e viagens.

 

***********

Até 15 de setembro, cineastas podem inscrever seus documentários de curta, média e longa-metragem no III CachoeiraDoc – Festival de Documentários de Cachoeira, a acontecer de 4 a 8 de dezembro, no Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), na cidade de Cachoeira.

O Festival busca fomentar a cultura do documentário através da exibição de filmes, oficinas, debates e ciclo de conferências. Interessados devem enviar vídeos produzidos a partir de 2011, em qualquer formato, incluindo vídeos feitos por câmeras em celulares e câmeras digitais, e em película 16 mm e 35 mm. www.cachoeiradoc.com.br