Arquivo da tag: Mundial da África do Sul

Messi Comenta “Jogo Sujo”

Após a vitória da seleção argentina sobre a Grécia por 2 a 0, nesta terça-feira, pela última rodada do Grupo B da Copa do Mundo, o atacante Lionel Messi afirmou que o árbitro da partida, Ravshan Irmatov, do Uzbequistão, aceitou o jogo sujo dos adversários.

O árbitro favoreceu o jogo sujo, não deixou que nós jogássemos futebol”, afirmou Messi em entrevista após a partida.

O atacante argentino também comentou sobre a experiência de utilizar pela primeira vez a braçadeira de capitão. “Foi algo especial. Desde que soube que seria capitão foi muito lindo. Tive o apoio dos meus companheiros, foi uma boa experiência”, comentou o jogador, que herdou a faixa de capitão do volante Javier Mascherano –poupado da partida.

 

 

Torcedor com faixa de apoio a Maradona, que prometeu ficar nu no Obelisco se conquistar o título na África do Sul

ARGENTINA Brilha e Segue Invicta

Demichelis Argentina gol
Demichelis corre e beija a camisa para festejar seu gol: zagueiro mostrou superação (Foto: Getty Images)

 

maradona palermo  argentina x grécia
Maradona abraça Palermo após gol marcado pelo atacante no fim do jogo (Foto: Getty Images)

 

 
maradona messi montagem argentinaMaradona contra a Grécia em 1994, Messi contra a Grécia em 2010: 16 anos separam os capitães

A dois dias de completar 23 anos, Messi tornou-se o capitão mais jovem da história argentina em Mundiais, superando Passarella, que em 1978 tinha 25. Em 1986, Maradona foi o capitão com 26. O treinador cumpriu a promessa de poupar seus jogadores (só Samuel está machucado e Gutierrez suspenso) e escalou apenas quatro titulares: Messi, o goleiro Sérgio Romero, o zagueiro Demichelis e o meia Verón, recuperado de lesão.

 

 

Maradona Prepara Argentina

 

 maradona romero argentina

Maradona e o carinho em Romero: goleiro será
um dos poucos mantidos no time (Foto: AP)

Vem aí uma nova Argentina na Copa do Mundo. Mas só por uma partida. Após o treino deste domingo, o técnico Diego Maradona deu a entender que vai fazer sete mudanças no time para a partida contra a Grécia, na terça, válida pela terceira rodada do Grupo B.

Com a classificação praticamente garantida, o treinador levou quase ao pé da letra a expressão “Messi e mais 10”. Manteve o craque no ataque e trocou quase todo o resto da equipe.

O lateral Jonás Gutiérrez, que cumpre suspensão por ter levado o segundo cartão amarelo contra a Coreia do Sul, será substituído por Nicolás Otamendi. Todas as outras trocas serão por questões físicas. O objetivo é dar descanso a alguns titulares e recuperar jogadores com problemas de lesão.

O zagueiro Samuel, que sente dores na perna esquerda, deve dar lugar a Burdisso, que já o tinha substituído na partida da última quinta, contra os sul-coreanos. A defesa terá outra mudança: Clemente Rodríguez entra no lugar de Gabriel Heinze, autor do primeiro gol da Argentina no Mundial, contra a Nigéria.

maradona romero argentina
Garantido, Messi (à esquerda) terá a companhia de
Verón e Agüero no jogo contra a Grécia (Foto: AP)

No meio campo, Maradona deve escalar Juan Sebastián Verón, que tinha sido poupado contra a Coreia do Sul. Mario Bolatti, que entrou no segundo tempo do último jogo, também ganhará uma chance como titular.

Agüero: genro de Maradona escalado contra a Grécia

No ataque, só Messi será mantido. O camisa 10, que tem sido o melhor jogador da Argentina até agora na Copa, ganha mais uma chance de brilhar na África do Sul. Gonzalo Higuaín, autor de três gols na última partida, sai para a entrada de Diego Milito. Carlos Tevez, que também atuou bem contra os sul-coreanos, será poupado e abrirá espaço para Sergio Agüero, genro do treinador.

O time titular contra os gregos, portanto, deve ser: Romero, Otamendi, Demichelis, Burdisso e Clemente Rodríguez; Maxi Rodríguez, Verón e Bolatti; Messi, Agüero e Milito.

Maradona rouba Atenção na África

Verón volta aos treinos, mas Maradona monopoliza holofotes

Torcida parece vibrar mais com MARADONA do que com os próprios craques da seleção atual… VIVA MARADONA !, eterno  nos corações de quem aprecia o futebol-Arte !

ARGENTINA Brilha e Faz Vibrar Torcedores

Higuain comemora o primeiro dos seus três gols na vitória sobre a Coréia do Sul
Depois de uma vitória apertada sobre a Nigéria na estreia, a Argentina venceu e convenceu na segunda rodada. Com um futebol bonito e vibrante, o time de Maradona bateu a Coreia do Sul por 4 a 1, com destaque para a atuação do camisa 9 Higuain, que fez três e só não marcou mais um por puro preciosismo. O primeiro gol dos hermanos foi contra e Chung-Yong marcou o “de honra” para os asiáticos.

O resultado manteve a seleção argentina na liderança do grupo B, com seis pontos. Assim, os hermanos estão praticamente classificados, precisando apenas de um empate na terceira rodada, contra a Grécia, na próxima terça. Já os sul-coreanos, com três pontos, ainda lutam pelo segundo lugar do grupo e decidem seu futuro na Copa contra a Nigéria.

Desde o início, a Argentina imprimiu ao jogo o seu ritmo, sufocando os rivais no seu próprio campo. O primeiro gol não demorou a sair. Aos 16, Messi cruzou para a área, a bola bateu na canela de Park Chu-Young e foi contra o patromônio: 1 a 0.

Os argentinos poderiam ter ampliado aos 24 e 27, com Higuain e Tevez, respectivamente. Na primeira jogada, o atacante errou a bicicleta após boa jogada do ataque. Em seguida, em cobrança de falta, Messi tirou da barreira para o meia, que soltou uma bomba, por cima do gol.

O craque LIONEL MESSI: presente em toda a partida, armando os melhores lances para a criação dos gols da vitória

O segundo, finalmente, saiu aos 32. Maxi Rodrigues cruzou para Higuain marcar, de cabeça. Aos 44, Messi “vestiu a 10 do Barcelona”, driblou quatro adversários e deu uma “cavadinha”, tirando do goleiro. A bola passou muito perto.

Quando tudo indicava que o jogo iria para o intervalo com a Argentina vencendo por 2 a 0, Demichelis bobeou na frente da zaga e Lee Chung-Yong aproveitou para diminuir.

TEVEZ tem impressionante atuação, brilhando no ataque ao lado de MESSI e Higuain… SARAVÁ !!!

No início da etapa final, em nova falha da zaga argentina, a Coreia do Sul quase empatou. Ki-Hun recebeu livre na cara de Romero mas chutou na rede pelo lado de fora. Foi a grande chance dos asiáticos.

A Argentina seguiu pressionando, mas o terceiro gol, que deu mais tranquilidade à equipe, só saiu aos 31. Messi fez boa jogada pela esquerda, invadiu a área e bateu cruzado. O goleiro Jung Sung-ryong fez ótima defesa com o pé, mas a bola voltou para o craque do Barça, que tentou de novo e dessa vez acertou a trave. No novo rebote, a bola sobrou para Higuain, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol. A goleada se consolidou pouco depois, aos 34. Messi recebeu no meio, deu um passe magistral para Agüero que cruzou na cabeça de Higuain, que marcou o terceiro gol dele na partida. .

MESSI, Tévez e Higuaín no Ataque Argentino

O técnico da seleção argentina, Diego Maradona, deu indícios de que pretende escalar uma equipe ofensiva para a estreia diante da Nigéria no próximo sábado, às 11h (de Brasília), no Ellis Park, em Johannesburgo, pela primeira rodada do Grupo B da Copa do Mundo.

Nesta terça, o treinador escalou a equipe com um trio ofensivo formado por Higuaín, do Real Madrid, Carlitos Tévez, do Manchester City, e Lionel Messi, do Barcelona. Os três jogadores ainda têm o auxílio do meia Di María.

A equipe titular ainda teve o meio de campo formado por Mascherano, Verón e Jonás Gutiérrez. Já o setor defensivo teve Heinze, Samuel e Demichelis, enquanto, no gol, Sergio Romero ganha pontos para ser o titular.

Higuaín, um dos grandes do ataque argentino

Com essa ideia na cabeça, o técnico organizou um treino em que colocou a defesa e o ataque considerados titulares em lados opostos. Os jogadores de frente se deram melhor e ainda tiveram direito a chutar bolas nos perdedores, que, como castigo, ficaram perfilados na linha do gol.

O treino dos argentinos hoje foi marcado pela descontração. No rachão, o time que perdeu foi obrigado a pagar um castigo: todos ficaram na linha do gol, de costas e agachados, para serem bombardeados por chutes dos jogadores do time vencedor.

Vídeo da TV UO (www.folha.com.br) mostra que, no meio desse “fuzilamento”, sobrou até para o técnico da Argentina, Diego Maradona.

“Queremos MESSI !” é o grito na África

torcida da Argentina no treino
Argentinos e sul-africanos juntos no treino da
Argentina em Pretoria (Foto: Alexandre Alliatti)

Argentinos e sul-africanos, tão pouco parecidos, cantaram juntos, quase em uníssono, na tarde deste domingo, na Universidade de Pretória, onde a seleção de Diego Armando Maradona abriu pela primeira vez os portões de seu treinamento para o público. Mais de mil torcedores dos dois países ocuparam as arquibancadas do campo de treino para acompanhar a movimentação. Juntos, deixaram mensagens de incentivo aos atletas.

Em especial, para um deles. Ver o treino da Argentina, para os sul-africanos, é quase um sinônimo de ver Lionel Messi.

We want Messi! We want Messi! – gritaram eles, dizendo que queriam ver o craque do Barcelona.

Os torcedores argentinos aproveitaram a presença dos locais, se misturaram a eles e tentaram ensiná-los a cantar as músicas tradicionais da Argentina, inclusive uma que garante que eles repetirão 86 e serão campeões. Claro, também sobraram provocações aos brasileiros.

Mas os sul-africanos gostam mesmo é da Shosholoza, a música que virou uma espécie de hino da Copa do Mundo. Eles entoaram mais de uma vez a canção de louvor ao trabalho. Os argentinos, dentro do possível, tentaram cantar junto.

O curioso é que os dois países podem se enfrentar nas oitavas de final da Copa do Mundo. Basta que um se classifique em primeiro e o outro em segundo na fase de grupos

A Serenidade de MESSI

Confira palavras de Messi em entrevista, logo que sleção argentina chegou à Universidade de Pretória, onde está concetrada para a Copa

Quando um argentino chegava a outro país, sempre falavam de Ma­­radona. Agora, falam de Ma­­ra­­dona e Messi. É uma responsabilidade a mais, não?

Não, não é mais responsabilidade. É uma coisa muito linda ser si­­nônimo de Argentina. Mas tomo isso com muita tranquilidade. Sei que há outros jogadores com essa referência dentro do plantel.

Este será o seu Mundial?

Espero que seja o Mundial da Argentina. Que seja uma coisa boa para ela e não apenas para mim. Não penso em ser o melhor da Copa, o importante é somar e que a Argentina seja a campeã do mundo. Nem no Barcelona faço as coisas sozinho. Aqui é igual. Temos grandes jogadores, não apenas um, e temos de aproveitar isso.

Valterci Santos/ Gazeta do Povo – enviado especial / “Para a Argentina só serve ser campeã do mundo. Não adianta nada chegar à final e não vencer. Mas temos de ir com tranquilidade e não meter pressão. Sabemos que ho­­je os fa­­vo­­ri­­tos são os outros e temos de começar do zero, com tranquilidade.” 

Maradona com Tevez e Messi nos treinos

Messi e a Seleção Alviceleste

«Nenhum jogador ganha jogos sozinho» – Messi

Astro argentino afasta pressão e destaca: «nenhum jogador ganha jogos nem torneios sozinho».

«Felizmente temos jogadores muito importantes para tentar ganhar o Mundial», diz Messi, sublinhando que «há que aproveitar» o talento da seleção alviceleste.

A estrela do FC Barcelona revelou ainda que os seis dias que a selecção argentina já leva na África do Sul foram muito importantes, «tanto no plano futebolístico como no pessoal, porque precisávamos de estar juntos durante algum tempo, falar, para nos conhecermos melhor. Estamos a treinar muito bem, há um grande ambiente e, sobretudo, vontade de chegar longe no Mundial», afirma MESSI, que vai jogar com a camise 10 de MARADONA.

Quanto aos onze que irão jogar a primeira partida, contra a Nigéria, Messi diz que Maradona ainda está «a testar possibilidades» e que «nada está definido».

Hermanos Rumo à COPA

Centenas de torcedores compareceram à despedida com bandeiras e cartazes de apoio ao grande time argentino 

Ônibus leva a Seleção da Argentina ao aeroporto
Torcedores cercam ônibus da delegação argentina
 
 
Diego Maradona e sua equipe partiram ontem de Buenos Aires rumo à África do Sul. Em uma despedida emocionante, em frente ao prédio da Associação de Futebol Argentino, centenas de torcedores foram desejar boa sorte à delegação do país. Vestidos com a camisa da seleção, alguns exibiam bandeiras e cartazes. Um deles dizia: “Um Diego são dois Pelé”, em outro estava escrito: “Temos Certeza que você e o Barba (Deus) trarão a Copa. Força Diego!”

Depois da homenagem, os jogadores seguiram para o aeroporto. Os argentinos estão no grupo B da Copa do Mundo e enfrentam a Nigéria no dia 12 de junho. Depois os “hermanos” jogam contra a Coreia do Sul e a Grécia.

Por GLOBOESPORTE.COM Buenos Aires