Arquivo da tag: Murilo Rosa protagoniza Vazio Coração

Araxá na tela: VAZIO CORAÇÃO terá pré no Araxá Cine Festival

AURORA DE CINEMA na cobertura do ARAXÁ CINE FESTIVAL

O Grande Hotel Termas de Araxá, cenário de cinema que vai abrigar o I Araxá Cine Festival…

O filme Vazio Coração, que teve 80% das cenas gravadas em Araxá, no Alto Paranaíba, é uma das mais aguardadas atrações da noite de abertura do I Araxá Cine Festival. O filme de Alberto Araújo terá uma prévia lançada para convidados e público do Festival que vai tornar Araxá a Capital do Cinema Brasileiro, a partir desta segunda, 10 de setembro.

Pontos turísticos e ruas de Araxá fazem parte de 80% do filme. A produção-executiva é da também cineasta Débora Tôrres e o elenco vai estar presente nesta noite de lançamento festivo no Tauá Grande Hotel e Termas de Araxá, onde também se passam algumas cenas.

Um dos ambientes do Grande Hotel de Araxá, já em clima de Cinema…

As primeiras cenas foram rodadas durante a 48ª edição da Feira Agropecuária de Uberlândia (Camaru), quando o protagonista, o ator Murilo Rosa, subiu ao palco do parque de exposições, interpretando o cantor Hugo Kari.

Murilo Rosa vive Hugo Kari e ‘assume’ seu lado cantor…

De Uberlândia, o elenco seguiu para Araxá, Patrocínio e Brasília. Murilo Rosa cantou a música Ouça Bem, um pop sertanejo, de autoria de Willian Borjazz e do próprio diretor, Alberto Araújo. Mas cantar não foi novidade para o ator, que iniciou carreira em 1993, no teatro, com o musical A Gente Não Tem Cara de Babaca, sobre a vida de Gonzaguinha. “Eu canto sempre e tenho uma voz razoável. Mas lá no palco, meu personagem me protegeu. Estive como ator, não como cantor”, disse Murilo Rosa.

Murilo Rosa, Oscar Magrini, Alberto Araújo e Othon Bastos nos bastidores das filmagens de Vazio Coração

Conforme a produção prometera, Vazio Coração será visto, pela primeira vez, pela própria cidade de Araxá. Com investimento da Prefeitura Municipal da cidade mineira, o longa-metragem de 90 minutos conta com atores bastante conhecidos e de trabalho aplaudido pelo grande público, como o já citado  Murilo Rosa, Othon Bastos, Lima Duarte, Bete Mendes, Oscar Magrini, Larissa Maciel, e ainda o Embaixador Lauro Moreira.

Murilo Rosa conversa com a produtora Débora Tôrres…

O filme Vazio Coração é também uma espécie de retorno às origens do elenco. Murilo Rosa retorna a Brasília, e Patrícia Naves a Patrocínio. O diretor Alberto Araújo, natural de Coromandel, mas radicado em Goiânia, diz ter uma relação forte com a região, onde há 20 anos gravou o curta Minha Senhora Solidão, vencedor do 1º Festival Latino Americano de Florianópolis: “Este é meu segundo filme e coincidentemente em Araxá. Quando pensei na cena do show, não tive dúvida que seria em Uberlândia”.

Segundo Débora Torres, produtora-executiva do longa, 80% do filme acontece em Araxá, passando pelo Grande Hotel, Museu da Dona Beja e pelas paisagens do Horizonte Perdido.“Foi lindo lá, com imagens de parapentes, asas deltas”.

Segundo Murilo Rosa, que não esconde a satisfação por protagonizar mais um longa, “É um filme familiar e fala dessa liberdade em escolher o que se quer ser. Nunca vivi isso… meu pai, Odair, é meu empresário e sempre me apoiou”.

A população de Araxá colaborou com a realização de Vazio Coração

Rodado no segundo semestre de 2010, o filme movimentou a cidade da Dona Beja. Oitenta pessoas da equipe técnica e atores, além de quase três mil figurantes do município, fizeram dos pontos turísticos e ruas da cidade de locações para as filmagens.

Lima Duarte e Alberto Araújo no set do filme rodado em Araxá e cidades vizinhas…

Vazio Coração  conta a história de Hugo Kari, cantor brasileiro de renome nacional que resolve fazer uma pausa em sua atribulada agenda para se encontrar com o pai, o embaixador Mário Meneses, no Grande Hotel Termas de Araxá, onde a família passava férias, quando Hugo era criança. Ali, naquele cenário bucólico, de boas recordações para ambos, filho e pai  tentam colar os cacos de uma relação, quebrada por desencontros de sonhos, ideais e uma tragédia que os marcou para sempre. Mas Hugo não imagina o quanto precisará  cavar para reabrir o túnel sob essa montanha de sentimentos que os separa.  Vazio Coração é uma reflexão sobre os laços de família.

Alberto Araújo e Débora Tôrres quando Vazio Coração ainda estava só no papel…

O filme tem produção-executiva da nossa querida amiga Débora Torres, cineasta e profissional das mais aguerridas, enquanto Alberto Araújo assina roteiro e direção.

Detalhes do lançamento no ARAXÁ CINE FESTIVAL você acompanha aqui, a partir da próxima segunda, 10 de setembro, quando terá início o I Araxá Cine Festival.

Débora Torres entre Vazio Coração e Festival de Cinema de Araxá

Terminaram as filmagens do filme Vazio Coração, longa de estréia do cineasta mineiro Alberto Araújo.

Jornalista, ele conta: “Primeiro procurei o Othon Bastos, que trouxe o Murilo Rosa e chegaram os outros que foram atraídos pelo roteiro. Este filme é o sonho de uma vida toda”.

Alberto e Débora: trabalho árduo para conseguir finalizar Vazio Coração

Uberlândia foi a primeira locação do filme, previsto para ser lançado no primeiro semestre de 2012. As primeiras cenas foram rodadas durante a 48ª edição da Feira Agropecuária de Uberlândia (Camaru), quando o protagonista, o ator Murilo Rosa, subiu ao palco do parque de exposições, interpretando o cantor Hugo Kari.

Murilo Rosa como Hugo Kari, papel que fez o ator voltar a cantar…

De Uberlândia, o elenco seguiu para Araxá, Patrocínio e Brasília. Murilo Rosa cntou a música Ouça Bem, um pop sertanejo, de autoria de Willian Borjazz e do próprio diretor, Alberto Araújo. Mas cantar não foi novidade para o ator, que iniciou carreira em 1993, no teatro, com o musical A Gente Não Tem Cara de Babaca, sobre a vida de Gonzaguinha. “Eu canto sempre e tenho uma voz razoável. Mas lá no palco estarei protegido pelo meu personagem. Estarei como ator, não como cantor”, disse Murilo Rosa.

Lima Duarte e Alberto Araújo durante filmagens de Vazio Coração, produção da aguerrida produtora goiana, Débora Torres…

O filme Vazio Coração é também uma espécie de retorno às origens do elenco. Murilo Rosa retorna a Brasília, Mariana Rios a Araxá, e Patrícia Naves a Patrocínio. O diretor Alberto Araújo, natural de Coromandel, mas radicado em Goiânia, diz ter uma relação forte com a região, onde há 20 anos gravou o curta Minha Senhora Solidão, vencedor do 1º Festival Latino Americano de Florianópolis: “Este é meu segundo filme e coincidentemente em Araxá. Quando pensei na cena do show, não tive dúvida que seria em Uberlândia”.

Segundo Débora Torres, produtora-executiva do longa,  80% do filme acontece em Araxá, passando pelo Grande Hotel, Museu da Dona Beja e pelas paisagens do Horizonte Perdido.“Foi lindo lá, com imagens de parapentes, asas deltas”.

Segundo Murilo Rosa, que não esconde a satisfação por protagonizar mais um longa, “É um filme familiar e fala dessa liberdade em escolher o que se quer ser. Nunca vivi isso… meu pai, Odair, é meu empresário e sempre me apoiou”. 


Vazio Coração  conta a história de Hugo Kari, um cantor brasileiro de renome nacional que resolve fazer uma pausa em sua atribulada agenda para se encontrar com o pai, o embaixador Mário Meneses, no Grande Hotel Termas de Araxá, onde a família passava férias, quando Hugo era criança. Ali, naquele cenário bucólico, de boas recordações para ambos, filho e pai  tentam colar os cacos de uma relação, quebrada por desencontros de sonhos, ideais e uma tragédia que os marcou para sempre. Mas Hugo não imagina o quanto precisará  cavar para reabrir o túnel sob essa montanha de sentimentos que os separa.  Vazio Coração é uma reflexão sobre os laços de família.

O filme tem produção-executiva da nossa querida amiga Débora Torres, cineasta e profissional das mais aguerridas, enquanto Alberto Araújo assina roteiro e direção.

 Filmagens de Vazio Coração mobilizaram população nas cidades mineiras…
 
Vazio Coração conta a história de Hugo Kari, um cantor brasileiro de renome nacional que resolve fazer uma pausa em sua atribulada agenda para se encontrar com o pai, o embaixador Mário Meneses, no Grande Hotel Termas de Araxá, onde a família passava férias no tempo em que Hugo era criança. Ali, naquele cenário bucólico, de boas recordações para ambos,   filho e pai  tentam colar os cacos de uma relação quebrada por desencontros de sonhos, ideais e uma tragédia que os marcou para sempre. Mas Hugo não imagina o quanto precisará  cavar para reabrir o túnel sob essa montanha de sentimentos que os separa.  Vazio Coração é uma reflexão sobre os laços de família.

O Tauá Grande Hotel e  Termas de Araxá, um dos belos cenários do filme Vazio Coração
 
 
ELENCO-PERSONAGENS PRINCIPAIS
 
 
MURILO ROSA-Hugo Kari- Filho único do Embaixador Mário Meneses e Carolina Meneses. Cantor brasileiro de renome internacional, carismático, talentoso e muito bem sucedido. Casado com a artista plástica Mariana… No passado Hugo se preparava para seguir os passos do pai na carreira diplomática quando resolveu abandonar tudo e voltar para o Brasil em busca do sonho de se tornar cantor profissional. Logo no início da nova trajetória, conhece o empresário Júlio Avelar que o lançou em caráter definitivo no patamar dos grandes ídolos da música.

OTHON BASTOS-Mário Menezes– Embaixador de carreira brilhante, Mário Menezes tem o perfil da maioria dos diplomatas da velha guarda, ou seja, cultos e empolados, tornando-se cada vez mais híbridos culturalmente, pois ao invés de divulgar a cultura brasileira lá fora, acabam assimilando   a  cultura dos países onde atuam, renegando cada vez mais nossos  costumes  e tradições. Desde muito cedo  Mário Menezes preparou o filho para seguir seus passos no Itamaraty, sonho que , virou  quase um pesadelo, quando o filho resolveu abandonar a carreira diplomática e se tornar cantor de pop rock.  Depois do falecimento da esposa em um acidente de avião, Mário retornou para o Brasil, onde não vê  a hora de se aposentar.  Apesar de abatido, aparentando mais velho que sua idade real, Mário Menezes não perdeu a elegância. Homem de fino trato, sempre muito bem vestido, ele  demonstra  sua postura de quase lorde  nos gestos mais sutis.


 
 LARISSA MACIEL-Mariana Menezes- linda e jovem, a esposa de Hugo Kari  está grávida de 5 meses.  Artista plástica em início de carreira, adora poesia e literatura. Consciente de quanto pesa nos ombros do marido o conflito que ele tem com o pai, Mariana é o grande incentivo para Hugo marcar o encontro em Araxá.
 
 OSCAR MAGRINI-Júlio Avelar- empresário renomado, uma espécie de Nelson Motta,  responsável pelo lançamento de grandes nomes da MPB, Júlio   apostou no talento de Hugo assim que o conheceu.  Com o sucesso repentino de Hugo, passou a se dedicar exclusivamente à carreira de seu novo artista.  Com o porte  natural dos homens bem sucedidos, Júlio Avelar tem por Hugo uma afinidade de irmão mais velho. Depois de quatro anos de parceria, Hugo ocupa hoje o topo da listas dos cantores que mais vendem discos e fazem shows no Brasil.
 
 
EMBAIXADOR LAURO MOREIRA by Embaixador  Lauro  Moreira-  colega e amigo  de longa data do Embaixador Mário Menezes, fazendo parte da seletíssima  lista de amigos que sempre   freqüentou  a casa do “sistemático” pai de Hugo. Diplomata de carreira brilhante, Lauro Moreira praticamente viu Hugo crescer e testemunhou a decepção do amigo e companheiro de Itamaraty, Mário Menezes, quando o filho resolveu abandonar a carreira diplomática, tão sonhada pelo pai, para dedicar-se à carreira artística. Durante a morte da mãe de Hugo, Lauro foi um ombro amigo para o desolado embaixador Mário Menezes.

Lima Duarte, Bete Mendes e Murilo Rosa na nova produção de Débora Torres…

LIMA DUARTE-Jorge Gusmão- avô materno de Hugo, é um velho forte, com   uma vitalidade que disfarça muito bem seus  80 anos. Mineiro de Belo Horizonte, Jorge Gusmão Cardoso é formado em agronomia e  mudou-se para  Patrocínio  na década de 70, quando as terras do cerrado  mineiro passaram  a ser utilizadas para o plantio de café. Mas foi ainda  na  capital  mineira que  Jorge conheceu, namorou e casou-se com  Luiza Alves.


 
BETE MENDES-Luiza Alves- avó materna de Hugo, Luíza ainda trás o perfil de mulher bonita e  elegante.  Apaixonada por  música e literatura, com predileção para a poesia,  a professora Luíza  conheceu, se apaixonou e casou-se com   Jorge  em Belo Horizonte, sob a romântica aura do final da década de cinqüenta. Logo em seguida, o casal teve a filha Carolina.

PATRÍCIA NAVES-Carolina Menezes- Linda, culta e elegante, Carolina,  que herdou a suavidade  da  mãe e a determinação  do pai, mudou-se para Brasília para  dar sequência aos  estudos.  Na  capital federal  conheceu  o embaixador Mário Menezes, com quem se casou, apesar da diferença de idade. Tiveram  o filho  Hugo de Oliveira Menezes, que depois que optou pela carreira musical ficou nacionalmente  conhecido como  Hugo Kari. No início do conflito entre o marido e o filho, Carolina fazia questão de apoiar os passos do filho, mesmo que  de forma discreta para não contrariar o Embaixador.  

 Murilo Rosa e Patrícia Naves comemoram atuação no longa Vazio Coração

Segundo o cineasta Alberto Araújo, a cidade de Araxá é um cenário que retrata o Brasil de forma completa: “Araxá é um patrimônio histórico, cultural e turístico do Brasil que precisa ser divulgado em âmbito nacional e internacional e o filme Vazio Coração tem o objetivo de contar uma bela história e também promover este lugar”, afirma.

A produtora-executiva Débora Torres – idealizadora e produtora também do I Festival de Cinema de Araxá (que deve ser realizado em janeiro) – afirma:”Araxá é uma cidade acolhedora e linda, de parabéns pela limpeza de suas ruas e a beleza de suas paisagens, através da ação de seus administradores: “Os araxaenses são trabalhadores, prestativos, alegres e bem humorados. Vejo paz, serenidade e amor no olhar das pessoas que se aproximam de nós e tentam de alguma forma dar a sua contribuição para o filme ajudando a nossa produção de todas as formas possíveis, ora indicando pessoas para compor a nossa equipe técnica ora indicando artistas do lugar, cantores e atores locais. Com certeza trabalharemos também para mostrar os artistas da terra ao lado de grandes estrelas da TV e do cinema que aqui estarão morando por quase dois meses neste paraíso, durante o período das filmagens.”

Murilo Rosa, Débora Torres e Alberto Araújo no estúdio gravando tema do personagem principal de Vazio Coração

* Tenho a alegria de conhecer Débora Torres há muitos anos, e a honra de partilhar de sua amizade.

Débora é uma pessoa especial, profissional dedicada que se esmera em fazer sempre o melhor, amiga leal, prestativa, solidária. para Débora, não há tempo ruim nem cansaço que esmoreça sua vibração e vontade de construir o melhor para o conjunto das pessoas que lhe cercam.

Acompanhei anos a fio sua trajetória junto ao Festival de Cinema de Goiânia, que idealizou e coordendou por 6 anos, sempre com o maior empenho, garra e competência. Este ano, ela criou e coordenou o I Festival de Cinema de Anápolis, um sucesso de público e digno dos melhores aplausos, da classe e da crítica.

Agora, como fosse pouco produzir e finalizar o longa Vazio Coração, Débora Torres ainda tem fôlego bastante para tornar realidade outro ousado projeto: a realização do I Festival de Cinema de Araxá, mais um festival idealizado por sua visão de longa alcance, sua perspicácia singular de produtora, sua vocação para construir novos cenários de Cinema e Cultura. Por certo, mais um festival ao qual ela vai dedicar sangue, energia, amor e capacidade criativa, juntando um naipe de nomes consagrados para fazer crescer bonito e forte o mapa da produção audiovisual, e apto a colocar Araxá na rota dos grandes festivais de cinema do país.

Salve, Débora Torres ! Que Deus te guie e ilumine, sempre mais.

Você tem, e terá sempre, o apoio e o aplauso deste Aurora de Cinema.

Saravá !!!