Arquivo da tag: música para festejar aniversário de Bagé

BAGÉ Celebra 200 como Território Internacional da Música Clássica

 FIMP- Festival Internacional Música no Pampa www.fimp.com.br

  • Dr. Marcos Machado foi quem teve a idéia. É bageense, radicado nos Estados Unidos há 16 anos.
    Prof. de contrabaixo na University of Southern Mississippi, criador e diretor do www.bass-symposium.com  
  • Marcos conheceu o Maestro Jean Reis, que tem uma larga experiência como criador e Diretor Artístico do www.festivalmúsicanasmontanhas.com.br, em Poços de Caldas, com doze edições já realizadas.  
  • Marcos Machado e Jean Reis decidiram então formatar o projeto para Bagé, apresentando-o à Prefeitura/ Secretaria Municipal de Cultura. A idéia foi abraçada e inserida no calendário do município porque o prefeito e o secretário sapiran brito perceberam seu grande alcance educacional e de desenvolvimento.

  • O FIMP tem o selo da Lei Rouanet/ Ministério da Cultura. Quem realiza o FIMP é a Prefeitura de Bagé/ Secretaria Municipal de Cultura. Está inserido no calendário do município.

  • São patrocinadores da 2ª edição: CGTEE- Eletrobrás, Unimed Região da Campanha, DAEB, Peruzzo Supermercados e Clínica Previtali. Apoio institucional do Governo do Rio Grande do Sul/ Secretaria Estadual de Cultura, Clube Comercial, 3ª Brig. C.Mec, UNIPAMPA, URCAMP e da Maya Espaço Cultural.

Comemorando 200 anos da Rainha da Fronteira,
a  Prefeitura de Bagé/ Secretaria Municipal de Cultura,

realizam a 2ª edição do FIMP- Festival Internacional Música no Pampa

 

Durante 11 dias, Bagé se transformna em capital da música erudita, reunindo músicos de destaque no país e no mundo. Participam do festival alunos do Brasil, Uruguai, Argentina, Paraguai, Venezuela, México, Estados Unidos, China, Israel e Suíça. A realização é da Prefeitura de Bagé e Secretaria Municipal de Cultura. Todos os concertos são gratuitos. 

 

“Será um evento extraordinário, digno das comemorações do bicentenário do município. Não apenas valoriza Bagé como um evento turístico, mas é a democratização do acesso à cultura na forma musical, proporcionando a gratuidade dos espetáculos e aproximando a comunidade da música erudita”, ressalta o prefeito Dudu Colombo. 
 
A direção artista do FIMP está a cargo do maestro Jean Reis, enquanto a direção pedagógica cabe ao músico bageense radicado nos Estados Unidos, Marcos Machado. Serão três modalidades de apresentação. Os concertos noturnos irão ocorrer no Clube Comercial, às 20h – com exceção do espetáculo de encerramento, marcado para o Ginásio Militão, no dia 30. As apresentações acadêmicas são realizados por alunos do FIMP, tendo como palco o Instituto Municipal de Belas Artes (IMBA). Os concertos comunitários caracterizam-se pelos espetáculos realizados em entidades, instituições e hospitais. Isso sem contar as oficinas que serão ministradas pelos grandes nomes da música erudita que estarão na Rainha da Fronteira. “Este ano, são 16 professores do Brasil, Argentina, Armênia, Geórgia, República de Montenegro, Sérvia e Eslovênia, muitos radicados nos Estados Unidos e França, além de 11 músicos brasileiros convidados”, explica uma das organizadoras do FIMP, Sônia Alcalde


 Abertura foi ontem à noite, em grande estilo… Serão 11 dias de Concertos Noturnos, Acadêmicos, Comunitários e aulas durante todo tempo.
Ao todo, 26
momentos de música, destacando-se a erudita. 

IMBA, Instituto Municipal de Belas Artes, no Solar da Sociedade Espanhola, é sede do festival que celebra a música erudita em Bagé.  

No 1º FIMP eram 9 professores.
Neste ano, são 16 professores do Brasil, Argentina, Armênia, Geórgia, República de Montenegro, Sérvia e Eslovênia,
muitos radicados nos Estados Unidos e França, além de 11 músicos brasileiros convidados.
 

Até 15 de julho, inscreveram-se alunos de 10 países:
Brasil, Uruguai, Argentina, China, Israel, Paraguai, Venezuela, Estados Unidos, México e Suíça.  
 

Do Brasil, além de Bagé, estão inscritos jovens de
32 cidades de 11 estados brasileiros,
superando, até agora, 60% das inscrições da primeira edição. 
 

As inscrições continuam abertas para participar de aulas, ou como alunos ouvintes,
podendo ser feitas diretamente na Secretaria do Festival, que funciona no IMBA – Instituto Municipal de Belas Artes.
 

Mais informações: www.fimp.com.br