Arquivo da tag: nova produção Aurora de Cinema

Nova produção Aurora de Cinema e Cabeça de Cuia Filmes. Em Jeri, NATURALmente…

Na turística praia cearense, sem artificialismos… NATURALmente….

Tudo começou nas conversas e passeios com amigos. Foi fácil elaborar o argumento e convencer os amigos a participar. A fotografia, claro, teria o auxílio luxuoso da amiga Lília Moema, cuja expressão inagética promove festas até nos olhares mais incautos.

E assim começou o novo curta Aurora de Cinema & Cabeça de Cuia Filmes… que vai-se chamar NATURALmente

E conta com importantes nomes no elenco: a cineasta argentinalemã Anna Paula Nonig; o cineasta e escritor francês, Olivier Gérard (um dos expoentes da Nouvelle Vague); a documentarista Célia Gurgel; os realizadores Thalles Chaves e Telmo de Carvalho; o professor e cineasta Sérgio Santeiro; a fotógrafa piauiense Lília Moema; o ex-craque do Botafogo, Afonsinho; a professora de Audiovisual, Renata Gomes; a jornalista Aurora Miranda Leão; e o ator Rodger Rogério, dividindo-se em três papéis.

Lília Moema captando em Jeri imagens para o curta… NATURALmente… 

À Aurora de Cinema e a Cabeça de Cuia Filmes, veio somar-se a jovem fotógrafa e realizadora pernambucana, Aline Moraes, que também assina a direção de fotografia do novo curta.

Olivier Gérard captado pelas lentes de Aline Moraes… NATURALmente

Cores predominam num dos bequinhos de Jeri… NATURALmente …

Lília Moema registra Sérgio SanteiroNATURALmente

NATURALmente tem argumento de Aurora Miranda Leão, direção de fotografia de Aline Moraes e Lília Moema, direção de arte de Aurora M. Leão e Lília Moema, edição Aurora e Lília, cartaz de Luziany Gomes, e trilha a ser escolhida…

Naturalmente, num cenário especial, termina hoje Festival de Jeri…

AURORA DE CINEMA direto do Festival de Cinema de Jericoacoara

É assim que o Astro Rei reina soberano na paradisíaca Jericoacoara…

Desenhos e cores divinais no céu de Jericoacoara… foto Aurora de Cinema

Depois de uma semana no convidativo cenário de Jeri, com o sol escaldante proporcionando mergulhos quase involuntários, NATURALMENTE, num mar tranquilo e de águas plácidas, chega ao final, esta noite, a terceira edição do Festival de Cinema Digital de Jericoacoara.

A entrada da Pousada Caju, onde está hospedado parte do ‘elenco’ do Festival…

A noite de ontem foi de filmes fortes como Guerra no Brasil, Pinheirinho, e Quando eu saio de casa, passando pelo documentário ‘As 8 Estações”, realização de um grupo de alunos da Universidade de Fortaleza (aqui representado por Célia Gurgel); do singelo Assis que se faz, do amigo Carlos Segundo; e do belo filme de Hanna Godoy – O mar de Lia – sobre Lia de Itamaracá, um colosso !

Uma equipe que não dorme em serviço: Célia Gurgel nos e-ms, Aline Moraes no comando da câmera e Olivier Gérard  dando sua contribuição valorosa ao novo curta Aurora de Cinema, Cabeça de Cuia Filmes e Urina Filmes … NATURALMENTE

São assim as noites de festa, alegria e descontração na pousada Caju, em Jeri… NATURALmente

Célia Gurgel conversa com Dona Socorro, artesã de fuxicos, visando a um novo curta ambientado em Jeri…

Num clic Aurora de Cinema, Aline Moraes e Ana Paula Honig na sorveteria/creperia/tapiocaria da rua principal, diariamente visitada.

Ana Paula teve de partir ontem, regressando a inolvidável Buenos Aires – terra de Jorge Luís Borges, Cárybé, Maradona e MESSInaturalmente – e deixou a saudade plantada em nossos corações… 

Agora, é partir pro almoço e pra aproveitar as derradeiras horas de cinema em Jeri, de onde este AURORA DE CINEMA envia um caloroso abraço a todos os seus queridos e fiéis leitores… Saravá !!!

E o clima está assim em Jeri… NATURALmente