Arquivo da tag: novela

Novelas são tema de debate hoje com Valmir Moratelli na Livraria da Travessa

Avenida Brasil - Novela

“O que as Telenovelas Exibem enquanto o Mundo se Transforma” é o livro do jornalista Valmir Moratelli que será debatido hoje na Livraria da Travessa de Botafogo, logo mais, às 19h. O lançamento é da editora Autografia e haverá sessão de autógrafos.

Um importante diferencial do livro de Moratelli é que ele é fruto de uma intensa pesquisa de mestrado do autor, que acabou realizando um percurso que perfaz 20 anos de análise da Teledramaturgia Brasileira, com isso sagrando-se como escritor do primeiro livro-referência sobre o tema assinado por um carioca.

Valmir Moratelli traça um perfil instigante que envolve a construção das narrativas de teleficção com as trajetórias do cotidiano político brasileiro, evidenciando que analisar umas sem olhar as outras é um caminho incompleto e ineficaz.

velho chico

Camila Pitanga e Domingos Montagner em cena da novela Velho Chico (2016).

Em sua extensa pesquisa, realizada na PUC-Rio com orientação da profa Dra Tatiana Siciliano, Valmir Moratelli discute aspectos de gestões políticas e o quanto e como isso impactou na eleição de temáticas para as novelas da TV Globo. São abordados os períodos de Fernando Henrique Cardoso [1999-2002, segundo mandato]; Luiz Inácio Lula da Silva (2003-10]; Dilma Roussef [2011-16] e Michel Temer [2016-18].

“O objetivo deste livro é mostrar que a telenovela brasileira se diferencia das de outros países porque é totalmente relacionada com o que acontece de impacto em nossa sociedade. A novela é um retrato muito fiel do nosso tempo. Talvez seja o produto que melhor fale o que nós somos”, afirma Moratelli.

capa-oqueastelenovelas-290519

“Foram dois anos de pesquisa para o meu mestrado que acabaram produzindo este material, que analisa assuntos considerados tabus da teledramaturgia, como empoderamento da mulher, inclusão do negro na sociedade como protagonista e diversidade sexual, nos últimos 20 anos. O que percebemos é que os temas das novelas da Rede Globo variam dentro da mudança de cada governo”, observa o autor.

“Na era FHC, com o início da estabilização financeira, as histórias tinham parte da trama fora do Brasil, e isso seguiu até ‘I love Paraisópolis’” (2015)”, salienta. “Com a gestão Lula, temos as transformações sociais. ‘Cheias de charme’ (2012) é um marco, porque colocou como protagonistas três empregadas domésticas. Depois, vêm Dilma e Temer, e a gente tem o aprofundamento da divisão social e as questões éticas acaloradas. Um bom exemplo é ‘Pega pega'”. (2017), conta Valmir.

“Se a gente tira do contexto o que está vivendo, deixa de entender aquilo que está indo ao ar”, finaliza Valmir Moratelli.

debate

O debate desta noite será na Livraria da Travessa, em Botafogo. A atriz Glamour Garcia, a Britney de A Dona do Pedaço, participará do encontro, que terá mediação de Tatiana Siciliano, professora da PUC-Rio, e a presença de Rosane Swartman, co-autora da novela das 19h, Bom Sucesso.

SERVIÇO

Sessão de autógrafos e debate sobre o livro

“O que as Telenovelas Exibem enquanto o Mundo se Transforma”

QUANDO: Hoje, terça, ENTRADA FRANCA

Horário: 19h

ONDE: Livraria da Travessa, em Botafogo (Rio).

AUTOR: VALMIR MORATELLI

Presença de Rosane Swartman (Bom Sucesso)

Tatiana Siciliano (PUC-RJ)

Glamour Garcia (A Dona do Pedaço)

a dona

A atriz Glamour Garcia (em cena de A Dona do Pedaço com Juliana Paes) é presença confirmada esta noite na Livraria da Travessa.

Cena antológica consagra pico de audiência à Avenida Brasil

Carminha (Adriana Esteves) ficará nas mãos de Nina (Débora Falabella)

Desde sexta, quando a personagem de Adriana Esteves descobre que Nina (vivisa por Débora Falabella) é a mesma Rita, que ele odiava desde pequenina e de quem pensava ter-se livrado através de umas e outras que ela aprontou pra cima da adversária, a novela AVENIDA BRASIL (TV Globo, 21h) vem dominando ainda mais a atençã odo público e da imprensa. O capitulo de sábado, em que Carminha passa um ‘chega pra lá’ quase defintivo em Nina, teve a magistral cena do quase enterro de Nina/Rita. A cena é, indubitavelmente, das mais criativas, bem realizadas e dramaturgicamente brilhante. APLAUSOS para João Emanuel Carneiro, sua trupe de colabores (do texto à realização na telinha), e ao seu magnânimo elenco.

Mas hoje, quando sabia-se que Nina voltaria a encontrar Carminha, o público respondeu em peso ao ‘chamado’ da trama e a novela teve seu maior índice de audiência, ultrapassando os 44 pontos – até então, ainda não alcançado.

Números divulgados pelo Ibope dão conta de que AVENIDA BRASIL reinou  absoluta na noite, alcançando 44,5 pontos. A segunda colocação ficou com o SBT, 6 pontos, seguida de 5 pela Record. Até então, o índice mais alto da novela era o de 43 pontos.

A expressiva (e merecida) audiência deve-se a essa torcida que vem ganhando contornos bem nítidos entre o público: a audiência quer ver a vitória de Nina e sabe que, até isso acontecer, ainda irá se surpreender muito.

Cauã Reymond esteve no programa do Faustão domingo e afirmou que a novela agora tem ‘cenas secretas’ sendo gravadas. Ou seja, para algumas cenas, o sigilo é total, e só entra no estúdio os atores cujos personagens estejam envolvidos.

A TV Globo quer evitar – em muito boa hora – que comecem a vazar notícias de próximas cenas, e o destrinchar de acontecimentos seja revelado, coisa que, quando acontece, causa muigta chateação em quem assiste à novela com emoção de telespectador fiel, e quer acompanhar o desenrolar da trama via tevê. Do contrário, melhor seria ler fotonovelas, já que a telenovela – assim como os filmes, mas sobretudo o gênero obra aberta televisiva, foi criado para se assistir via telinha, e não ficar conhecendo a trama via revistas, sites, ou comentários de colegas.

Você que não viu, mas quer checar a grande cena que foi ao ar hoje, cesse o site da Globo – www.globo.com – e confira. Amanhã, a cena continua, e haja competência.

A chegada de Carminha em casa, sozinha, crente que lá vai encontrar os empregados Lúcio e Janaína… e a personagem vai adentrando a casa, tudo no escuro, e, de repente, apenas um facho de luz acende e ela vê a ‘desaparecida’ Nina sorridente, e ainda ameaçando-a, e quando Nina diz pra ela acender a luz, Carminha acende e tem a surpresa inesperada… francamente, foi um show de Dramaturgia e Realização. Uma cena antológica, já nos arquivos das melhores cenas de telenovelas do país.

Resumindo: AVENIDA BRASIL está Sensacionallllllll !!!

Final de Aquele Beijo: bonito demais e Miguel Falabella cada vez mais Artista

Lindo demais o último capítulo da novela Aquele Beijo

Escrita por Miguel Falabella e dirigida por uma trupe afiada, comandada por Cininha de Paula, o autor esbanjou sensibilidade, criando uma narrativa poética, original e cativante.

Por demais emocionante o capítulo final quando o próprio Falabella aparece e ‘assume-se’ personagem – o do escritor que sabia o destino de todos os personagens – e oferece uma grande festa no Palácio onde vivia com sua partner Ashuarya

Fecundo demais e oxigenantemente novo, talvez não facilmente assimilável pelo grande púnlico, a trama de Falabella foi sendo construída com humor, poesia, vilanias, acenos espirituais, ciúmes, ‘maquiavelices”, enfim, tinha todos os ingredientes capazes de produzir uma história para prender o interesse do público. embora, quando isso é feito com finas pitadas de ironia, nem sempre é assimilável pela média do espectador comum.

Cláudia Jimenez e Bruno Garcia: casal brilhou e fez belas cenas…

Miguel Falabella arrematou tudo e encerrou o último capítulo com um comovente e bem popular pensamento de Charles Chaplin, narrado com sua bela voz, de entonação precisa, alçando o texto e a novela a um patamar dignificante, significativo demais para ser apresentado no horário das 19h. Assim, Falabella se torna, a cada obra, um artista mais importante, profundo, bem humorado, inteligente, capaz de tocar em feridas graves de forma corajosa, comovente sem pieguismos, mas com adequado exame da situação, à luz de suas vivências e de sua relevância como antena da raça, que ele assume cada vez mais, com maior propriedade e benfazejos lampejos de farol e reflexão.

Por tudo isso, Miguel Falabella é um Artista cada vez mais relevante, sensível, necessário.

A novela Aquele Beijo entra para a história como uma novela que discutiu temas delicados e polêmicos no hotário das 19h, e que o fez mesclando bom humor, beleza, e bons textos literários, ditos pelo próprio autor, o que os tornou ainda mais interessantes.

Maria Maya e Bia Nunes: atrizes marcaram elenco homogêneo…

Com sensibilidade, altruísmo, delicadeza e muita perspecácia, Miguel Falabella aproveitou a novela para revelar-se um artista que cresce como ser humano a cada nova obra, e que se inscreve, assim, na honrosa galeria de Artistas que atuam em prol de uma coletividade, valendo-se de sua própria constelação de seguidores – e são muitos, e em número que só aumenta, os amigos que Falabella convida para expressar suas ideias e comungar de seus valores, criando um rico e belo matelassê sensório onde vale quebrar tabus, inverter paradigmas, sobrepujar estereótipos, objetar valores arcaicos, contrapor modelos, e respingar ideias diferentes, abrindo o leque de novas possibilidades, onde o importante mesmo seja respeitar a essência de cada um, e deixar valer o que cada ser humano traz de bom, único, belo e original.

Miguel Falabella merece um grande beijo e um enorme APLAUSO por esta beleza que foi Aquele  Beijo !

A ele, a Cininha de Paula, Noa Bressane, e a seu enorme e ótimo elenco – com destaque para Marília Pera, Zezeh Barbosa, Claudia Jimenez, Bruno Garcia, Maria Gladys (!!!), Diogo Vilella, Luis Salém, Bia Nunes (esplêndida !), Maria Maya, e Stella Miranda.

Sobre o elenco, falaremos mais em outro post…

Nova de Gilberto Braga este ano

Diretor de núcleo de Lado a Lado — novela das 21h de Gilberto Braga e Ricardo Linhares — Dennis Carvalho está em Los Angeles procurando o melhor cenário para gravar as cenas de um sequestro de avião que acontece nos primeiros capítulos da novela. O que mais agradou o diretor até agora é o avião que foi usado em Lost.


O elenco da novela já está praticamente fechado. Petrônio Gontijo, que atualmente está no ar em Poder Paralelo da Record, acertou sua participação. Deborah Secco, Eriberto Leão, Antônio Fagundes e Cássio Gabus Mendes também.

%d blogueiros gostam disto: