Arquivo da tag: Palermo

Gramados poderão perder maestria do jogo de Palermo

Atacante marcou 232 gols pelo clube argentino. Veterano rejeita possibilidade de jogar com a seleção na Copa América, em julho

Por GLOBOESPORTE.COM e agências de notícias Buenos Aires

palermo boca juniors gol huracan (Foto: agência Reuters)
Palermo marcou história do Boca: 232 gols pelo
clube argentino (Foto: agência Reuters)

Maior artilheiro da história do Boca Juniors, o atacante Martín Palermo, afirmou, nesta quinta-feira, que está prestes a se retirar dos gramados. O argentino contou que nenhuma proposta o fará mudar de planos e que a aposentadoria acontecerá em junho deste ano.

– É impossível que me convençam a seguir jogando. Já está decidido – disse ao canal “Todo Notícias”.

Dias antes, o compatriota Juan Sebástian Verón, ofereceu um contrato a Palermo no Estudiantes de La Plata. O atacante, que completa 38 anos em novembro, negou a possibilidade de participar da Copa América, em julho, na Argentina.

– Tenho que deixar a oportunidade para os mais novos que vão conquistar muitas coisas com a seleção.

Palermo marcou 232 gols pelo Boca Juniors e se tornou o maior artilheiro do clube. Ele já defendeu o Estudiantes, Villarreal, Bétis e Alavés, além da seleção argentina. Após deixar os campos, o jogador deve se dedicar à função de treinador

BOCA Derrota Palmeiras

Foi a última caminhada até a velha casa. O último grito de “Palmeiras minha vida é você” nas arquibancadas. E a última derrota da história do Palestra Itália. Na noite desta sexta-feira, o Palmeiras teve uma despedida melancólica de seu estádio. Ainda comandado por Flavio Murtosa, auxiliar de Felipão, o time perdeu por 2 a 0 para o Boca Juniors num amistoso. 

A casa palmeirense, que já viu a conquista da Libertadores, em 1999 dará lugar a uma moderna arena, com capacidade para 45 mil pessoas. A previsão é que fique pronta em dois anos, a tempo de poder sediar alguma partida da Copa de 2014, que será realizada no Brasil. 

As próximas partidas com mando do Alviverde serão disputadas no Pacaembu – como ocorrerá já nesta quinta-feira, contra o Santos, pela retomada do Brasileiro – e na Arena Barueri, na Grande São Paulo. 

kleber   boca junior x palmeiras

Apesar das tentativas palmeirenses, foi o Boca Juniors que ampliou o placar. Aos 38 minutos, após cobrança de escanteio, Viatri ajeitou e Muñoz completou para fazer 2 a 0.

Boca: É Sempre pra Valer !


A faixa estendida pela pequena torcida argentina na arquibancada do estádio palmeirense já avisava: “Não fazemos amistosos”. E não demorou para o time argentino, que não teve Riquelme, Palermo e Medel, se arriscar ao ataque e começar a atrapalhar a festa alviverde. 

Os “heróis” da partida foram Viatri, Cañete, Luchetti, Muñoz e García.

Argentina se prepara com serenidade

 

Em dia de folga, Maradona recebe Danny Jordan na concentração

maradona danny jordan

Maradona e Jordan se encontram na concentração
argentina em dia de folga  (Foto: Reprodução/Olé)

A três dias do jogo contra a Alemanha, os jogadores argentinos foram contemplados com uma tarde de folga. Depois de um leve trabalho físico pela manhã, os comandados de Maradona almoçaram e foram liberados para aproveitar a tarde desta terça-feira em Pretória. Quem apareceu na concentração sul-americana foi o presidente do Comitê Organizador da Copa, Danny Jordan, que fez uma visita ao treinador da Argentina em retribuição ao apoio manifestado por Maradona à organização do Mundial.

Enquanto Jordan e Maradona se encontravam, Messi e Palermo tratavam de seguir rumo ao bairro onde estão hospedados seus familiares, assim como fez boa parte dos atletas. Já os jogadores Heinze, Mascherano e Verón optaram por aproveitar a tarde nas dependências da concentração argentina.

Agüero e Lionel Messi sob o comando de Maradona: MESSI é a grande preocupação da equipe alemã
Por GLOBOESPORTE.COM Pretória, África do Sul

Palermo estréia na Copa com atuação brilhante

Incrível Palermo. Sua vida é uma verdadeira película”, vibrou o diário OLÉ logo após a vitória da Argentina por 2 a 0 sobre a Grécia, nesta terça-feira, em Polokwane. Segundo a publicação, o jogador garantiu que entraria em campo. “E, aos 36 anos, estreou numa Copa do Mundo e ainda marcou”, acrescentou.

Não bastasse o gol salvador contra o Peru, pelas eliminatórias sul-americanas da Copa –em que o técnico Maradona chegou a dar um ‘peixinho’ no gramado molhado em Buenos Aires–, o maior artilheiro da história do Boca Juniors deixou o seu com dez minutos em campo, aos 43 minutos do 2º tempo.

PALERMO, titular do Boca Juniors: estréia auspiciosa na Copa do Mundo

Chamado de “el Loco”, Palermo ainda fez o gol com o pé direito, o considerado ruim. Maradona explodiu no banco de reservas e todos foram abraçar o atacante. “Vai e define”, havia dito ele ao atleta, de acordo com a agência “Efe”.

“Esse é um grupo bárbaro, estamos em um bom caminho. Em nenhum momento, a seleção se desesperou”, disse Palermo, enquanto descia para os vestiários. “Isto é único, impagável. Sempre estarei agradecido a Diego e sua comissão técnica, que me mantiveram no grupo mesmo existindo tantos outros mais destacados que eu. É uma alegria representar nosso país”, acrescentou, muito emocionado.

“Sempre há algo novo para se desfrutar no futebol. As sensações que você sente no gramado, quando se toca o hino.. É algo inesquecível. Oxalá que a final tenha outra vez esse sabor de felicidade”, completou Palermo, o agora camisa 18.

Com a vitória e a liderança do Grupo B consolidada, a Argentina enfrenta o México no próximo domingo, dia 27, às 15h30, no estádio Soccer City, em Johannesburgo

ARGENTINA Brilha e Segue Invicta

Demichelis Argentina gol
Demichelis corre e beija a camisa para festejar seu gol: zagueiro mostrou superação (Foto: Getty Images)

 

maradona palermo  argentina x grécia
Maradona abraça Palermo após gol marcado pelo atacante no fim do jogo (Foto: Getty Images)

 

 
maradona messi montagem argentinaMaradona contra a Grécia em 1994, Messi contra a Grécia em 2010: 16 anos separam os capitães

A dois dias de completar 23 anos, Messi tornou-se o capitão mais jovem da história argentina em Mundiais, superando Passarella, que em 1978 tinha 25. Em 1986, Maradona foi o capitão com 26. O treinador cumpriu a promessa de poupar seus jogadores (só Samuel está machucado e Gutierrez suspenso) e escalou apenas quatro titulares: Messi, o goleiro Sérgio Romero, o zagueiro Demichelis e o meia Verón, recuperado de lesão.

 

 

Argentinos Dão Show em Campo

Sem Messi e Milito, Argentina goleia o Canadá e se despede de sua torcida

Maradona se dá ao luxo de poupar craques, e equipe aproveita a fragilidade do adversário para fazer 5 a 0 no último amistoso antes da estreia na Copa

Por GLOBOESPORTE.COM Buenos Aires

A Argentina entrou em campo nesta segunda-feira, no estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, para disputar seu último amistoso de preparação para a Copa do Mundo da África do Sul. A festa da torcida, que viu até show musical no intervalo, encontrou resposta dentro das quatro linhas. Diante do frágil Canadá, o técnico Maradona se deu ao luxo de poupar os astros Lionel Messi e Diego Milito. Ainda assim, viu seus comandados golearem por 5 a 0, brindando os torcedores com uma ótima atuação na despedida.

A estréia da ARGENTINA na Copa é numa manhã de sábado, 12 de junho, contra a Nigéria.

Maxi Rodríguez (duas vezes), Di María, Tevez e Agüero fizeram os gols da partida. Craque do Barcelona, Messi ficou no banco, assim como Milito, destaque do Internazionale de Milão na conquista da Liga dos Campeões da Europa.

Maradona mandou a campo uma escalação com Romero, Gutiérrez, Burdisso, Otamendi e Heinze; Maxi Rodríguez, Mascherano, Di María; Pastore, Higuaín e Carlos Tevez. A escolha deixou a equipe muito ofensiva, e foi extamente isso que se viu nos primeiros 45 minutos.

Com excelente atuação do meio de campo, comandado por Maxi Rodríguez e Di María, a Argentina dominou completamente o Canadá. E o primeiro gol não demorou a aparecer. Aos 19 minutos, Maxi Rodríguez cobrou uma falta pelo lado esquerdo de ataque e a bola entrou no ângulo, sem chance de defesa.

messi e milito no banco, argentina x canadáMessi e Milito viram tudo do banco  (Foto: Reuters)

O entrosamento ficou evidente quando, aos 31 minutos, Tevez arrancou da intermediária e serviu Rodriguez, que bateu na saída do goleiro canadense, marcando o seu segundo gol. Seis minutos depois, Di María driblou dois adversários e bateu de trivela, encobrindo o atônito goleiro. Depois da vantagem construída, os argentinos tiraram o pé do acelerador e passaram a tocar a bola.

Na etapa final, Maradona trocou quase toda a equipe. O técnico mudou seis jogadores em campo, e a equipe passou a ter essa configuração: Romero, Gutiérrez, Burdisso, Otamendi e Clemente Rodríguez; Garcé, Verón, Bolatti e Di María; Palermo e Agüero. As mudanças garantiram um gás extra e não diminuíram a qualidade do time.

Com um ímpeto ofensivo impressionante, os donos da casa aumentaram o poder de fogo nos 45 minutos finais. E, aos 17 minutos, Higuáin encontrou Tevez livre na área. O atacante só teve o trabalho de tocar para o gol vazio e festejar os 4 a 0. Apenas oito minutos depois, Agüero, no seu primeiro toque na bola, deu um drible sensacional em um zagueiro canadense e bateu de perna esquerda para marcar o último gol do confronto.

Satisfeitos com a sua seleção, os torcedores passaram o restante do jogo cantando e saudando os jogadores argentinos na despedida antes da estréia na Copa do Mundo.

30 de MARADONA REPLETO DE CRAQUES

MESSI, PALERMO,  TEVEZ e MILITO em campo

Aos que nos pediram a escalação da Seleção de MESSI, aí vai :

Os 30 jogadores convocados por Maradona para defender ARGENTINA no Mundial da África do Sul são:

Goleiros: Sergio Romero (AZ Alkmaar-HOL), Mariano Andujar (Catania-ITA), Diego Pozo (Colón)

Defensores: Nicolas Otamendi (Vélez Sarsfield), Martin Demichelis (Bayern de Munique-ALE), Walter Samuel (Inter de Milão-ITA), Gabriel Heinze (Olympique de Marselha-FRA), Clemente Rodríguez (Estudiantes), Nicolás Burdisso (Roma), Juan Manuel Insaurralde (Newell’s Old Boys), Fabricio Coloccini (Newcastle-ING) e Ariel Garcé (Colón).

Meio-campistas: Jonás Gutierrez (Newcastle-ING), Javier Mascherano (Liverpool-ING), Juan Sebástian Verón (Estudiantes), Ángel Di María (Benfica-POR), Mario Bolatti (Fiorentina-ITA), Javier Pastore (Palermo-ITA), Maxi Rodríguez (Liverpool-ING), Juan Mercier (Argentinos Juniors), Jose Sosa (Estudiantes), Sebastián Blanco (Lanús) e Jesús Dátolo (Olympiacos-GRE).

Atacantes: LIONEL MESSI (Barcelona-ESP), Gonzalo Higuaín (Real Madrid-ESP), Carlitos Tevez (Manchester City-ING), Diego Milito (Inter de Milão-ITA), Martín Palermo (Boca Juniors), Sergio Agüero (Atlético de Madri-ESP) e Ezequiel Lavezzi (Napoli-ITA).

MARADONA Tem Time Quase Completo

A pouco menos de dois meses para o início da Copa do Mundo, o técnico Diego Maradona revela ter apenas três dúvidas da lista de 23 jogadores que convocará para a competição na África do Sul. Segundo o treinador, apesar de ter chamado mais de 100 nomes desde que assumiu o comando da seleção argentina, no final de 2008, o time titular e os convocados já estão praticamente definidos.

 

 Os craques MESSI e TÉVEZ estarão na seleção de MARADONA para a Copa da África do Sul

“Já tenho confirmado 20 dos 23 nomes que viajarão para o Mundial”, confirmou Maradona na noite desta sexta-feira, em entrevista à Rádio FM Metro, de Buenos Aires. “Mas serão titulares os que estão 100% fisicamente”, ressaltou o treinador, que depois deu detalhes sobre a possível formação titular da Argentina na Copa. 

No meio de campo, Maradona garantiu que “os titulares são Jonás (Gutiérrez) e (Angel) Di María”. Já na defesa, o técnico acenou com a mesma formação que escalou no amistoso contra a Alemanha, no início de março, com uma linha de quatro composta por Nicolas Otamendi, Martin Demichelis, Walter Samuel e Gabriel Heinze. “Acho que vou jogar assim, são os que me dão mais garantias atrás”, justificou. 

Além disso, Maradona também citou alguns nomes que certamente estarão na lista final, como Javier Mascherano, Juan Sebastian Verón, Carlos Tévez e Lionel Messi, garantindo ainda a presença de Sergio Agüero, que era dúvida no concorrido ataque argentino. Assim, a única vaga restante na frente deve ser disputada entre Diego Milito, da Internazionale de Milão, e Martín Palermo, do Boca Juniors

Arquivo/AE

Estou muito tranquilo, sabendo que os garotos que tenho na cabeça estão indo muito bem e que graças a Deus não há lesionados. Isso é o mais importante”, comentou Maradona. “O Mundial dura um mês e temos que ter jogadores que ocupem várias posições”, concluiu o ídolo argentino.

PALERMO é GOOLLLLLL !!!

Palermo Consagra-se MAIOR ARTILHEIRO da história do BOCA JUNIORS

O atacante Palermo é agora o maior artilheiro da história do time argentino Boca Juniors, marcando seu 219º gol com a camisa do clube e superando o recorde que Roberto Cherro mantinha desde 1938.

Palermo ainda marcou o gol número 220 na vitória do Boca por 4 a 0 sobre o Arsenal. Palermo fez o gol histórico aos nove minutos do jogo contra o Arsenal de Sarandí, no Estádio La Bombonera, pela 14ª rodada do Torneio Clausura. O atacante chegou ao recorde em sua nona temporada com o Boca (1997-2000 e 2004-2010), com um intervalo de quatro anos no futebol espanhol. O lendário Roberto Cherro (1906-1965), por sua vez, fez 218 gols entre as temporadas de 1926 e 1938.

Com a camisa do Boca, Palermo conquistou seis Campeonatos Argentinos, um Mundial de Clubes, duas Copas Libertadores, duas Copas Sul-Americanas e três Recopas Sul-Americanas.