Arquivo da tag: Palma de Ouro

Walter Salles, de novo, na estrada de Cannes…

     Novo filme do brilhante cineasta está na seleção oficial de CANNES

O longa Na Estrada (On The Road), de Walter Salles, foi selecionado para a Mostra competitiva do 65º Festival de Cannes, a ocorrer de 16 a 27 de maio. Na Estrada é baseado no romance de Jack Kerouac, lançador das bases a geração Beat e tem como protagonistas Sam Riley, Garrett Hedlund e Kristen Stewart. 

O diretor Walter Salles comenta a indicação: “Na Estrada é um projeto para o qual um grupo de pessoas, muitas delas vindas da família de Diários de Motocicleta, dedicou 7 anos de suas vidas. O fato de o filme ter sido selecionado na Mostra principal do Festival de Cannes é um prêmio para os jovens atores e técnicos, que deram tanto ao filme. Rodamos mais de 100 mil kms para filmá-lo, e isso dá uma ideia da aventura que vivemos.”

 

A produtora American Zoetrope, de São Francisco, começou a idealizar o projeto há mais de 30 anos e realizou parceria inédita com a produtora francesa MK2, que adquiriu os direitos. No Brasil, o filme será lançado dia 15 de junho, com distribuição da Playarte. 

“Na Estrada só existe por causa da paixão que todos nós tínhamos pelo livro de Kerouac, pela revolução comportamental que ele deflagrou. E também pela ação corajosa de produtores e distribuidores independentes que, liderados pela MK2 e associados a Zoetrope, tornaram o filme uma realidade”, acrescenta Walter Salles.

Além dos três protagonistas, o elenco reúne Viggo Mortensen, Kirsten Dunst, a brasileira Alice Braga, Tom Sturridge, Danny Morgan, Elizabeth Moss e Amy Adams. O filme foi rodado em 2011, em estradas nos Estados Unidos e Canadá, assim como nas cidades de São Francisco e Nova Orleans, e também no México.

 

Em Cannes: Walter Salles, Daniella Thomas e o elenco masculino de Linha de Passe

Walter Salles já participou da Competição Oficial no Festival de Cannes com outros dois filmes: Diários de Motocicleta (2004) e Linha de Passe(2008). Linha de Passe foi premiado com a Palma de Ouro de Melhor Atriz para Sandra Corveloni. 

Filme de Walter Salles valeu Palma de Ouro para Sandra Corveloni

O trailer legendado de NA ESTRADA está em http://youtu.be/UnxRnojkXag

 

Os cartazes com os três protagonistas do longa Na Estrada – Sam Riley, Garrett Hedlund e Kristen Stewart – já estão disponíveis. Além do poster oficial, o filme ganhou uma série especial com dez cartazes destacando os personagens principais e frases do livro de Jack Kerouac, no qual o filme é baseado.

Também já foram lançados no Brasil os cartazes com a imagem de Alice Braga, Amy Adams, Elizabeth Moss, Kirsten Dunst, Vigo Mortensen e Tom Strurridge. 

Sobre WALTER SALLES

Bonito como ele só, Walter Salles é um dos mais aclamados cineastas do Brasil…

Além dos filmes que participaram da Mostra competitiva do Festival de Cannes, Walter Salles também teve filmes selecionados no Festival de Berlim (“Central do Brasil”, em 1998) e Veneza (“Abril Despedaçado”, em 2000). “Central do Brasil” ganhou o Urso de Ouro de Melhor Filme, e Fernanda Montenegro, o Urso de Prata de Melhor Atriz. 

No Festival de Veneza de 2009, Walter Salles recebeu o Prêmio Robert Bresson, pelo conjunto de seus filmes. 

Cena de Linha de Passe, o filme anterior de Walter Salles, que deu a Palma de Ouro a Sandra Corveloni…

Os filmes de Salles ganharam mais de 140 prêmios internacionais em festivais, e receberam 4 indicações ao Oscar, 10 indicações para o Bafta e 4 indicações para o Globo de Ouro. Venceram 3 vezes o Bafta (incluindo os prêmios de Melhor Filme Estrangeiro para “Central do Brasil” e “Diários de Motocicleta”), uma vez o Globo de Ouro (Melhor Filme Estrangeiro para “Central do Brasil”) e um Oscar (Melhor música original para “Diários de Motocicleta”). 

Os filmes de WALTER SALLES já foram vistos por mais de 24 milhões de espectadores.

ELENCO

Sam Riley

Garret Hedlund

Kristen Stewart

Tom Sturridge

Viggo Mortensen

Kristen Dunst

Danny Morgan

Elizabeth Moss

Amy Adams

Com Alice Braga

 

FICHA TÉCNICA

Um filme de Walter SALLES

Roteiro Jose RIVERA

Baseado no romance de Jack KEROUAC

Produzido por Nathanaël KARMITZ, Charles GILLIBERT

Produzido por Rebecca YELDHAM, Roman COPPOLA

Produtores Francis FORD COPPOLA, John WILLIAMS, Jerry LEIDER

e Tessa ROSS, Arpad BUSSON

Produtores associados Peter CAVANEY, Marin KARMITZ

Direção de fotografia Éric GAUTIER – (AFC)

Direção de arte Carlos CONTI

Trilha sonora de Gustavo SANTAOLALLA,

com Charlie HADEN e Brian BLADE

Figurino Danny GLICKER

Produtor de elenco David RUBIN, Richard HICKS

Montagem François GÉDIGIER

Montagem adicional Lívia Serpa

Som Patrick ROUSSEAU, Jean-Paul HURIER

Supervisão musical Lynn FAINCHTEIN

Direção de fotografia (Segunda unidade) Mauro Pinheiro

Coprodutor executivo Michael ZAKIN

Diretor de produção Benjamin HESS

1º assistente de direção Myron HOFFERT

Uma produção Jerry Leider Compagny – Em associação com Vanguard Films, Film 4

Em coprodução com France 2 Cinéma Com a participação de France Télévisions, Canal+ et Ciné+

Uma produção MK2 / American Zoetrope

Festa da Academia de Cinema é AMANHÃ

Amanhã, 8 de junho, acontece a esperada festa de entrega do grande prêmio da Academia Brasileira  de Cinema.

Os HOMENAGEADOS deste ano são Anselmo Duarte (ator e produtor que deu ao Brasil a Palma de Ouro em 1962 com o filme O Pagador de Promessas, a partir da peça teatral de Dias Gomes) e ALICE GONZAGA, que receberá a estatueta em reconhecimento ao louvável trabalho que faz à frente da CINÉDIA.

A festa da Academia Brasileira de Cinema terá como cenário o Teatro João Caetano, localizado na praça Tiradentes, centro do Rio, e será transmitida ao vivo pelo Canal Brasil ( 66), com início às 21h.

Veja a lista de filmes que concorrem aos prêmios da Academia. Você também pode votar no seu preferido. Basta acessar http://telecine.globo.com/academiabrasileiradecinema/

* Saiba mais sobre ALICE GONZAGA:

Escritora, pesquisadora, produtora, diretora e empresária do ramo cinematográfico, Alice Gonzaga é filha de Adhemar Gonzaga, fundador da CINÉDIA que durante as décadas de 30 e 40 foi uma das principais produtoras do país, responsável por um dos maiores sucessos de público do cinema brasileiro, o melodrama O Ébrio (1946), de Gilda de Abreu.

Lábios sem Beijos, um dos clássicos da CINÉDIA

À frente da CINÉDIA, Alice Gonzaga desenvolve um importante trabalho de preservação e recuperação de clássicos da empresa, como Lábios sem Beijos (1930), de Humberto Mauro, e Alô. Alô. Carnaval! (1936), de Adhemar Gonzaga. Entre as numerosas realizações do estúdio estão 60 longas, 250 documentários, 700 cinejornais, como Mulher (1931), de Octávio Gabus Mendes, Ganga Bruta (1931/32), de Humberto Mauro, Bonequinha de Seda (1936), de Oduvaldo Vianna, Romance Proibido (1944), de Adhemar Gonzaga, 24 horas de Sonho (1941), de Chianca de Garcia, Anjo do Lodo (1950), de Luiz de Barros, obras fundamentais da cinematografia brasileira.

Cena de Alô, Alô Carnaval, clássico da CINÉDIA, com as irmãs Carmen e Aurora Miranda sob direção de Adhemar Gonzaga

Alice Gonzaga dirigiu os curtas-metragens Memórias do Carnaval, premiado no Festival de Brasília, e Folia. Publicou os livros 50 anos de Cinédia, Gonzaga por ele mesmo e Palácios e Poeiras – 100 anos de cinemas no Rio de Janeiro, a mais completa pesquisa sobre a história da exibição de cinema na cidade. Como presidente do Instituto para Preservação da Memória do Cinema Brasileiro, Alice Gonzaga desenvolve ações e projetos em prol da conservação de filmes e documentos relativos a atividade cinematográfica no país.

Alice Gonzaga recebe amanhã o Prêmio ACADEMIA BRASILEIRA DE CINEMA pelos relevantes serviços prestados à cultura cinematográfica brasileira

Palma de Ouro pode ser do Brasil

Nove filmes, incluindo o brasileiro Estação, de Márcia Faria, disputarão a Palma de Ouro para curta-metragens do 63º Festival de Cannes, anuncia a organização da mostra.

Os nove filmes, com duração média de 10 a 15 minutos, representam todos os gêneros cinematográficos: ficção, documentário e animação, segundo os organizadores do festival.

O prêmio para melhor curta-metragem será anunciado no encerramento do festival, dia 23 de maio.

O Brasil também terá representante na Quinzena dos Realizadores, com Alegria, de Marina Meliande e Felipe Bragança.

da France Presse, em Paris

ALICE BRAGA: Melhor Atriz em Punta del Este

O filme franco-brasileiro Os famosos e os duendes da morte venceu o XIII Festival Internacional de Cinema de Punta del Este, 140 km a leste de Montevidéu.

Dirigido por Esmir Filho, o filme narra a vida de um adolescente que passa seus dias entre a virtualidade da Internet e as ruas vazias de seu povoado, até que a chegada de um misterioso jovem e a possibilidade de assistir a um show de Bob Dylan alteram sua perspectiva.

“É um filme jovem e renovador, com uma particular sensibilidade marcada pelos tempos da Internet”, destacou o diretor do festival, Álvaro Buela, à AFP.

O prêmio de Melhor Atriz foi para a brasileira Alice Braga, por seu trabalho em Cabeça a Prêmio, do ator Marco Ricca, enquanto o espanhol Eduard Fernández recebeu o título de Melhor Ator, por Tres días con la familia, de Mar Coll.

O chileno Alejandro Fernández Almendras obteve o prêmio de Melhor Diretor, por Huacho.

O Festival de Punta del Este, que exibiu 80 filmes de 20 países,  homenageou a atriz brasileira Glória Menezes no 50º aniversário de seu primeiro filme, O Pagador de Promessas, da obra do genial Dias Gomes com direção de Anselmo Duarte, vencedor da Palma de Ouro em 1962.