Arquivo da tag: programação do FECIM

Debate sobre TV lota teatro, a ‘mascote’ e o sábado no FECIM

Tarde de sexta foi iluminada pela presença de Duca Rachid, Thelma Guedes, Eduardo Nassif e o ator Mouhamed Harfouch

A tarde teve ainda um instigante bate-papo com o diretor e produtor carioca CAVI BORGES, e a noite foi de teatro lotado, tenda cheia e muito agito nas ruas principais de Muqui. A cada atividade, confirma-se a vocação do FECIM com evento cultural relevante e necessário…

Confira entrevista das estudantes de Comunicação feitas para o Blog do FECIM e a programação infantil deste sábado:

A mascote do FECIM, Maria Eduarda Teixeira, encantadora muquiense que quer ser atriz e acrescentou beleza e ludicidade à vinheta do Festival…

Assim como Duda, muitas crianças da cidade foram inseridas no Festival. Parte da programação foi dedicada ao público infantil, desde apresentações artísticas a filmes e animações. A pequena artista assistiu aos filmes infantis e escolheu seu favorito: “O que eu mais gostei foi o filme da menina de cabelo laranja que ganhou uma bicicleta de presente no seu aniversário.” Ela se referia ao curta “Julieta de Bicicleta”, de Marcos Hinke. A mãe de Maria Eduarda, Graciele Peixoto, destacou a importância de uma programação infantil: “Misturar a exibição de curtas adultos e infantis foi muito bom porque possibilitou que as pessoas que têm crianças conseguissem sair de casa.”

Mariana Cândido, que com talento e dedicação, atuou lindamente no Cortejo de abertura do FECIM

Segundo a produtora Mariana Cândido, coordenadora do FECIM para as crianças, um  dos cuidados ao montar a programação foi tentar agregar o público infantil: “O número de crianças em Muqui é muito grande e não dava para pensar num evento que não as incluísse. Elas são o futuro da cidade e precisam crescer já envolvidas nesse contexto cultural. Por isso, a intenção é promover mais do que exibições de filmes, mas um evento que contemple todas as expressões culturais. Elas precisam conhecer a arte para buscá-la quando crescerem”, ressalta.

Cinema, TV e muito mais em MUQUI: Simone Marçal e Léo Alves agitando…

Programação infantil – FECIM

Sábado – 3 de novembro de 2012

9h às 10h – 1ª. Sessão – Mostrinha Vitória Cine Vídeo para Crianças – Teatro Neném Paiva

* Eu queria ser um monstro – Marão – 8’ – RJ * Menina na Chuva – Rosaria – 6’ – RJ * A Ilha – Alê Camargo – 9’47” – DF * AmigãoZão – Andrés Lieban – 1’10” – RJ * Como comer um elefante – Jansen Raveira – 5’52” – RJ * Historietas Assombradas (para crianças malcriadas) – Victor Hugo Borges – 16’ – SP * Linhas e Espirais – Diego Akel – 2’16” – CE * Pajerama– Leonardo Cadaval – 9’ – SP * Clóvis em busca de uma namorada– André Bessart – 3’13” – SP * Queda Livre – Marcelo Vidal e Renan de Moraes – 1’10” – RJ

9h00 às 11h00 – FECIM para crianças – Praça Municipal 9h00 às 10h00 – Contadores de estória: “O Soldadinho de chumbo”. 10h00 às 11h00 – Trem da leitura – Cantinho da pintura – Pintura facial. 10h00 às 11h00 – 2ª. Sessão – Mostrinha Vitória Cine Vídeo para Crianças – Teatro Neném Paiva 14h00 às 16h00 – FECIM para crianças Praça Municipal – Contadores de estória: “A Missa”; – Trem da leitura; – Cantinho da pintura; – Pintura Facial

A encantadora Duda Teixeira e esta repórter, encantada com a brejeirice da Garota FECIM

Tudo pronto para a abertura do FECIM

AURORA DE CINEMA direto do FECIM-MUQUI

Confira o que acontece hoje por aqui, no Sítio Histórico de Muqui, no Espírito Santo…

Dia 1º de novembro – Quinta-feira

9h00 às 10h00 – 1ª. Sessão – Mostrinha Vitória Cine Vídeo para Crianças – Teatro Neném Paiva

  • Eu queria ser um monstro – Marão – 8’ – RJ
  • Menina da Chuva – Rosária – 6’ – RJ
  • A Ilha – Alê Camargo – 9’47” – DF
  • AmigãoZão – Andrés Lieban – 1’10” – RJ
  • Como comer um elefante – Jansen Raveira – 5’52” – RJ
  • Historietas Assombradas (para crianças malcriadas) – Victor Hugo Borges – 16’ – SP
  • Linhas e Espirais – Diego Akel – 2’16” – CE
  • Pajerama – Leonardo Cadaval – 9’ – SP
  • Clóvis em busca de uma namorada – André Bessart – 3’13” – SP
  • Queda Livre – Marcelo Vidal e Renan de Moraes – 1’10” – RJ

10h00 às 11h00 – 2ª. Sessão – Mostrinha Vitória Cine Vídeo para Crianças – Teatro Neném Paiva

 16h00 – Abertura da exposição “Bicicletas”, na casa Ana Fraga no Centro Histórico de Muqui.

17h15 – Abertura da Banca do FECIM, com Lançamento da Revista Ops – Local: Tenda Externa Teatro Neném Paiva

18h00 – Cortejo Poético com a Banda Lira 24 de Junho. Saída na Av. Getúlio Vargas, altura da MC Flores (no “Corredor da boiada”)

19h00 – Cerimônia de Abertura – Teatro Neném Paiva.
Apresentação de dança “Roberta Jazz”.
Apresentação: Quem é o Grupo Cultural ETC.

20h00 – 1ª. Sessão da Mostra Competitiva – Teatro Neném Paiva

  • Julieta de bicicleta – de Marcos Flávio Hinke – Animação – 10’ – 2012 – Curitiba/PR
  • Controlando a minha maluquez – dos Alunos da EEEFM Mário Gurgel – 9’ – Documentário – 2011 – Vitória/ES
  • As curvas de Neimeyer – dos Alunos da Rede Municipal de Vitória – 10’ – Animação – 2010 – Vitória/ES
  • A malcriação de Tonha – dos alunos da Rede olhares do Mundo do Instituto Parceiros do Bem – Núcleo Araçá – 9’21” – Documentário – 2012 – São Mateus/ES
  • Mimby Marae’y (A flauta sagrada) – dos alunos da Rede olhares do Mundo do Instituto Parceiros do Bem – Núcleo Aldeia Três Palmeiras – 15’28” – Documentário – 2012 – Aracruz/ES
  • Festa no apartamento de Suzana – 10 de julho de 2011 – de Christopher Faust – 3’ – Ficção – 2012 – Curitiba/PR
  • De orquídeas e selos – de Carolina Paraguassú Dayer – 14’40” – Documentário – 2009 – Rio/RJ / Goiania/GO
  • Garoto Barba – de Christopher Faust – 14’ – Ficção – 2010 – Curitiba/PR
  • Galinha D’angola – de Daniel Salaroli – 11’ – Ficção – 2011 – São Paulo/ SP

22h00 – Show – Grupo Moxuara – “Aventura Moxuara”, Projeto Circulação Cultural da Secult / ES.Local: Praça Municipal de Muqui.

23h00 – Show Local – Praça Municipal de Muqui.

23h40 – Show com a banda “Na Estrada” – Praça Municipal de Muqui.

Trilhas do FECIM: Aprender Cinema de graça em Muqui…

Cavi Borges e Luiza Lubiana vão ministrar oficinas. Inscreva-se !

Beleza preservada: Muqui tem o maior sítio histórico tombado no Espírito Santo

Abertas inscrições para as oficinas de realização audiovisual promovidas pelo 1º Festival de TV e Cinema Independente de Muqui, o FECIM. As oficinas serão ministradas pelos cineastas Cavi Borges (RJ) e Luiza Lubiana (ES), e acontecerão na antiga Estação Ferroviária do município.

Cavi Borges: convidado a transmitir lições de produção no I FECIM…

As oficinas são gratuitas, mas as vagas são limitadas e não necessitam de requisito. Para efetuar a inscrição, basta enviar e-mail para contato.fecim@gmail.com solicitando interesse na participação. O Festival acontece de 1 a 4 de novembro, no sítio histórico de Muqui.

Outras informações: www.fecim.com.br 

De 1 a 3  de novembro 

Oficina:  Roteiro para cinema e Vídeo – estendendo para decupagem e roteiro técnico, linguagem cinematográfica e Direção.

Ministrante: Luíza Lubiana

Local: Auditório Wolfango Ferreira / Estação Ferroviária de Muqui

HORÁRIO: 9h às 11h

25 vagas 

PALACETE BIGHI: sede da SECRETARIA MUNICIPAL DE TURISMO, CULTURA, ESPORTE e LAZER de Muqui…

Dia 2/11

Oficina: Produção colaborativa e em rede  de parcerias.

Ministrante: Cavi Borges (RJ)

Local: Auditório Wolfango Ferreira – Estação Ferroviária de Muqui.

Às 14h         30 vagas

UM POUCO MAIS SOBRE MUQUI

O clima nostálgico faz parte da viagem à Muqui. As construções preservadas, a antiga Estação Ferroviária, a rua principal – que, por toda a sua extensão, acompanha a linha do trem -, e a imponência da Igreja Matriz, localizada nessa mesma rua.

Muqui nasceu em 1902 e em 1912 tornou-se. Daí, estarmos no ano do Centenário de MUQUI, a Cidade Menina… 

Na época do café, Muqui foi um pólo produtor, uma cidade rica, na qual viviam as famílias do café, da aristocracia cafeeira. Além da contribuição arquitetônica, o passado musical é outro forte da cidade, também herança da exuberância econômica deste ciclo do café.

Casario antigo do Centro Histórico de Muqui, berço do café e de grande tradição musical..

Para se ter uma pequena ideia, Muqui conta com mais de 50 pianos, todos antigos – com 80 a 100 anos de vida, em bom estado de conservação e, muitos, em plena atividade. Além disso, os muquienses apreciam e são acostumados com a música clássica até hoje.

PALACETE GERALDO VIANA, um dos mais bonitos do centro de Muqui…

Assim,  MUQUI é conhecida principalmente pela preservação de grande parte dos casarios construídos  no começo do século XX (época áurea do ciclo do café), e por sua riqueza cultural, representada nas manifestações folclóricas e artísticas, sobretudo através do Carnaval do Boi Pintadinho e do Encontro Nacional de Folia de Reis.

Folia de Reis: manifestação típica tem muita força em Muqui…