Arquivo da tag: qualidade de vida

CURTA VAZANTES: nosso jeito de Ser CINEMA

Distrito cearense ganha Mostra de Cinema

Alô turma do Audiovisual: Já é possível comemorar mais uma conquista !

O projeto 1ª Mostra Curta Vazantes – Cinema em Comunidade, criado pelos amigos, parceiros de cinema e jornalismo, LEO Tabosa (gestor cultural da Universidade Católica de Pernambuco – UNICAP) e Aurora Miranda Leão, acaba de ser contemplado pelo Programa de Cultura Banco do Nordeste / BNDES – Edição 2012.

O projeto nasceu ano passado, de muitas conversas e encontros entre Leo Tabosa e Aurora Miranda Leão, ambos encantados por cinema e interessados em atuar ainda de forma mais intensa na área. Juntando vontades, experiências e intenções, e prospectando boas perspectivas, eles criaram esta significativa mostra audiovisual, contando, desde a primeira hora, com todo apoio do Reitor da UNICAP, Padre Pedro Rubens, que nasceu em Vazantes.

 

O primeiro passo foi ir ao pequeno distrito de Aracoiaba, a pouco mais de uma hora de Fortaleza, conhecer a localidade, seus moradores, suas demandas, se familiarizar com seu espaço geográfico, as potencialidades e saberes de seus habitantes, e conhecer o que é feito ali através de um importante projeto, chamado Fé & Alegria

A visita de Leo Tabosa e Aurora Miranda Leão a Vazantes foi em julho de 2011. Ambos saíram de lá muito bem impressionados: o projeto Fé & Alegria é tocado por uma Fundação que vem transformando, positivamente, o cotidiano do lugar.

Com variadas atividades de inserção da comunidade no mercado de trabalho, aprimorando o potencial criativo de crianças e jovens, e dando condições para a melhoria da qualidade de vida de seus moradores, a Fundação Fé & Alegria do Brasil vem fazendo pela comunidade de Vazantes – e em parceria com seus habitantes -, um trabalho por demais relevante.

Conhecer este trabalho de perto foi fundamental para que os amigos Leo Tabosa e Aurora Miranda Leão chegassem à formatação do projeto Mostra CURTA VAZANTES, em boa hora aprovado pelo edital BNB-BNDES.

Casa de Cultura em Vazantes: cenário para fomentar novos talentos e dar visibilidade a quem já faz Arte…

Ambos, Leo Tabosa e Aurora Miranda Leão, deixaram a ensolarada localidade cearense certos de que incluir Vazantes no mapa audiovisual do Ceará e, portanto, do Brasil, era um passo decisivo que precisava ancorar em Vazantes.

Diversidade e riqueza cultural de Vazantes vai chegar ao ambiente do Cinema…

E assim foi. Da visita ao distrito cearense, Leo e Aurora saíram cheios de ideias, conversaram muito, somaram sonhos, reuniram forças e criaram o projeto agora aprovado pelo edital BNB-BNDES.

O Padre Pedro Rubens, grande incentivador da Mostra Audiovisual, é autor de livro com histórias pitorescas de Vazantes…

Leo Tabosa convidou o artista pernambucano JAVA, um fantástico desenhista de Recife, e lhe traçou um panorama do que ele e Aurora pretendiam para Vazantes. Não demorou para Java criar a bela e eloquente logomarca, agora um atraente cartão de visitas para a Mostra de Cinema Curta Vazantes.

A Mostra deve semear na comunidade o gosto pelo audiovisual e despertar novos olhares para o cotidiano, através de uma diversificada grade de filmes a serem exibidos em praça pública. Além disso, seus idealizadores pretendem que a Mostra CURTA VAZANTES possa contribuir para a inclusão, promoção social, e acesso cultural dos moradores de baixa renda do distrito de Vazantes (e localidades vizinhas) num ambiente mais próspero.

Que nasça a partir da exibição de filmes, troca de experiências com realizadores, encontro com moradores de outras cidades, realização de oficinas e debates capazes de promover uma saudável troca de ideias entre pessoas de universos semelhantes, muitas vezes distanciadas apenas por questão de oportunidades.

Como costuma dizer o Padre Pedro Rubens, autor do belo Lugar onde os pássaros cantam e as pessoas contam histórias,

“Vazantes não é um lugar, é um jeito de ser “…

Agora, caminhando para a Mostra CURTA VAZANTES, que vai acontecer no primeiro semestre de 2013, podemos afirmar:

Vazantes será nosso jeito de Ser CINEMA…

Thalles, Mossoró, a bicicleta do Poeta e sua versão na WEB

O documentário do realizador cearense Thalles Chaves – Antonio Francisco: O Poeta e a Bicicleta,  ao qual tive oportunidade de assistir durante o Festival de Cinema de Jericoacoara, está participando de interessante concurso promovido no Rio de Janeiro, através da internet, e precisa do nosso voto para que seu diretor possa levar o nome de Mossoró (cidade onde reside) cada vez mais longe.

Trata-se de um concurso de vídeos sobre o uso consciente da caminhada e da bicicleta, no qual concorrem vídeos de até 3 minutos de duração. Assim, Thalles fez uma versão micro de seu Doc para poder concorrer e nós pedimos seu voto para contribuir nesta nova caminhada do Thalles, a fim de que ele possa levar seu Antônio, com seus poemas e sua bicicleta, para paragens as mais diversas.

Para tanto, é só acessar o link e votar: http://www.curtaumabike.com.br/index.php?link=index

O site envia um e-mail com um link de confirmação do voto. Caso a confirmação não chegue imediatamentem vale olhar em sua ‘reserva de spam’… 

Temos até 15 de setembro para votar!

O Festival Curta uma Bike e uma Caminhada é uma iniciativa do programa Rio, Estado da Bicicleta, cujo objetivo é conscientizar a população do Rio de Janeiro a usar a bicicleta como veículo de trabalho e não somente para lazer, além de incentivar o hábito de caminhadas em trechos de curta distância, deslocamentos para escola, academias, compras…

Em todo o mundo, a mobilidade consciente já ocupa lugar de destaque no dia-dia da população. Entre as cidades mais conscientes estão Paris, Berlim, Amsterdam, Bogotá…

Mas a situação brasileira ainda é bastante difícil, sabemos todos. Quem nunca perdeu algumas horas do seu dia em longos e estressantes engarrafamentos?

Num trecho entre os bairros Jardim Botânico e Botafogo, por exemplo, considerando o horário do rush, o tempo de deslocamento de carro pode chegar a até 1h40. Estima-se que o mesmo trajeto possa ser feito, a pé, em 50 minutos. De bicicleta, o destino pode ser alcançado em cerca de 20 minutos.

Thalles Chaves criou uma versão para a web do seu interessante Doc, Antônio Fracisco – O Poeta e a Bicicleta

Já deu para perceber que de bicicleta ou a pé, você chega bem mais rápido quando o assunto são trechos de curta distância, principalmente pela possibilidade de fugir dos grandes aglomerados de veículos, intermináveis engarrafamentos… E a economia de tempo se traduz também em qualidade de vida, saúde e preservação do meio ambiente.