Arquivo da tag: Rock in Rio

Para conhecer mais e melhor o Poeta HERBERT VIANNA

 
OS LIVROS NA ESTANTE DE HERBERT VIANNA serão tema de conversa no próximo dia 12…

                                                       
 

A Poesia das letras de Herbert Vianna vão dar o tom da conversa no próximo dia 12, quando a jornalista Aurora Miranda Leão estiver participando do programa LITERATO promovido pelo Centro Cultural Banco do Nordeste, em Fortaleza.

Herbert Vianna e Aurora Miranda Leão: sintonia em letras, canções e ritmos… 
 
Assumidíssima fã do genial Artista paraibano, Aurora (que é jornalista, atriz, produtora e realizadora audiovisual), vai conversar com o público sobre o eixo central das criações de Herbert Vianna, e analisar algumas das letras compostas por ele, as quais se tornaram grande sucesso ao som dos Paralamas do Sucesso, banda que completa trinta anos na estrada ano que vem.
 
 
A data da palestra tem um motivo especial: MAIO é o mês de aniversário de Herbert Vianna, autor de músicas cantadas em todo o país pela legião de fãs da banda Paralamas do Sucesso, da qual Herbert Vianna é lider. A palestra vai acontecer dentro do programa do CCBN intitulado LITERATO, cujo responsável é o poeta Mário Nogueira.

HERBERT VIANNA: com bom humor, criatividade, irreverência e  talento singular, ele criou os PARALAMAS e uma legião de fãs de todas as idades…
 
Aurora Miranda Leão é admiradora de Herbert Vianna desde que os Paralamas do Sucesso surgiram no meio musical, e em 1985 já estava na platéia do artista no inesquecível show que eles fizeram no primeiro Rock in Rio, o qual lançou os Paralamas rumo à vitoriosa carreira, repleta de fãs, sucesso, elogios e parcerias ao longo destas três décadas.


 
O título da palestra é inspirado numa frase de Herbert Vianna, que virou canção, gravada por ele no segundo disco da banda – O Passo do Lui – e faz parte do repertório poético a ser analisado, junto com outras músicas, através das quais Aurora vai evidenciar a riqueza e a versatilidade da poesia de Herbert.

Herbert Vianna: muito além de um guitarrista genial…

PARALAMAASSSSSSSSS !!! !!! !!!

Não podia começar melhor este ROCK IN RIO:

PARALAMAS vão abrir e parafernaliar a Cidade do Rock…

VAMO BATÊ LATA, TONEL, GARRAFA D’ÁGUA…

VAMO BATÊ PALMA ATÉ DE MADRUGADA !!!

SARAVÁAAAAAAAA !!!

Rock in Rio no Sambódromo

 

Festival será tema de enredo da Mocidade Independente de Padre Miguel no Carnaval 2013 

A alegria que toma conta do Rio de Janeiro e do resto do país com a proximidade do retorno do Rock in Rio extrapola os limites da Cidade do Rock e chega à Sapucaí. Conhecido pela diversidade de gêneros musicais que apresenta de suas edições nacionais e internacionais, o Rock in Rio deverá sacudir as arquibancadas do Sambódromo no Carnaval 2013, quando sua história será cantada em forma de samba pela Mocidade Independente de Padre Miguel.

 

A parceria, anunciada por Roberto Medina e Paulo Vianna – respectivamente, presidentes do Rock in Rio e da Mocidade –, representa a união do maior festival de música e entretenimento do mundo com a maior festa popular do Brasil, duas forças essenciais na consolidação da imagem do Rio de Janeiro para sediar grandes eventos.

Para celebrar este encontro, a bateria da Mocidade se apresentou no Palco Mundo do festival, ontem, num duelo com os guitarristas Andreas Kisser (Sepultura), Marco Túlio (Jota Quest) e Yves Passarell (Capital Inicial).

 

“O Rock in Rio sempre dá samba. Deu samba quando reuniu mais de 5 milhões de pessoas em nove edições e se transformou no maior festival de música do mundo. Deu samba quando internacionalizou a marca e hoje é top of mind, não só no Brasil, mas também em Portugal e na Espanha. Dá samba quando movimenta a indústria do turismo, traz divisas, gera empregos. Em sua volta ao Brasil, após mais de 10 anos fora, o festival terá um impacto de mais de 650 milhões de reais na economia da cidade. É uma grande festa, um evento para todas as tribos e estilos musicais. Um festival orgulhoso de ter sido escolhido como enredo dessa grande escola de samba. E que, com o maior respeito, agora pede passagem e avisa: Eu Vou de Mocidade pra Sapucaí”, afirma Roberto Medina.

          O Rock in Rio 2011 está agendado para 23, 24, 25, 29 e 30 de setembro e 1º e 2 de outubro. Além da homenagem que receberá da Mocidade no carnaval de 2013, o festival terá no mesmo ano uma nova edição na cidade como parte do acordo com a Prefeitura do Rio de Janeiro, que prevê sua realização a cada dois anos. 

Tem Rock in Rio na Sapucaí

Segundo a Secretaria de Turismo do Rio (Riotur), apenas em 2011 cerca de 4,9 milhões de foliões estiveram espalhados por diversos pontos da cidade, entre eles 1 milhão de turistas – 40% estrangeiros –, o que gerou para o município uma receita de 740 milhões de dólares. Assim como o Carnaval, o Rock in Rio observa a cada edição o aumento do seu impacto econômico. Em 2001, o evento gerou 350 milhões de dólares para o Rio e a expectativa para 2011 é alta.

Com ingressos esgotados e 45% do público de fora do estado, a quarta edição do festival injetará diretamente cerca de 461 milhões de dólares na economia da cidade, com efeito multiplicador enorme: são mais de 52 setores de turismo atingidos e mais de 10 mil empregos gerados, direta e indiretamente, durante sua realização.

 

“Juntar a maior festa popular do mundo com o maior evento de música e entretenimento do mundo é o mais interessante e emocionante desta parceria entre a Mocidade e o Rock in Rio. Esta união, que começou na primeira edição, em 85, quando a Mocidade se apresentou junto a Pepeu Gomes, agora se concretiza em forma de canção. Tanto para a escola, quanto para os torcedores esta parceria é fantástica”, comentou Paulo Vianna, presidente da escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel. 

Além da consagração pela mobilização que geram não apenas no Rio, mas em todo o país, o Rock in Rio e o Carnaval têm em comum a celebração da música como linguagem universal. Não importa o ritmo ou o idioma: a mesma energia que levanta os foliões nas arquibancadas da Sapucaí, sacode os fãs no gramado da Cidade do Rock, seja no Brasil, em Portugal ou na Espanha. Pensando nisso, o Rock in Rio e a Mocidade Independente de Padre Miguel decidiram levar para a Sapucaí diferentes gêneros musicais, refletindo a grande diversidade, marca do festival. Do heavy metal à MPB, do jazz à música baiana, todos terão seu espaço.

 

A tradicional escola de samba contará a história do evento que há 26 anos introduziu o Brasil na rota das grandes estrelas internacionais, contribuindo para o desenvolvimento da indústria do show business no país. O enredo abordará ainda a ida do Rock in Rio para Lisboa (2004, 2006, 2008 e 2010), em Portugal, e Madri (2008 e 2010), na Espanha, além do sucesso do projeto sócio-ambiental Por Um Mundo Melhor.

Juntos, o Rock in Rio e a Mocidade mostrarão, de forma divertida e descontraída, que a mistura de rock e samba tem tudo para dar certo.

Por Um Mundo Melhor

Rock in Rio revelou ao mundo a maravilha sonora dos PARALAMAS

Há 10 anos, o Rock in Rio assumiu a responsabilidade de também ser um veículo de comunicação para causas socioambientais com a criação do projeto Por Um Mundo Melhor. Em nove edições, milhares de pessoas, no Brasil, em Portugal, na Espanha e em diversos outros países, foram beneficiadas pelos investimentos provenientes da venda de ingressos do evento e das ações promovidas pelos parceiros, que somam mais de 5 milhões de euros. Entre as ações desenvolvidas foram plantadas mais de 40 mil árvores; foram construídos uma escola, na Tanzânia, e um centro de saúde no Maranhão. O Rock in Rio também formou 3.200 jovens no ensino fundamental, no Rio; colocou 760 painéis solares em escolas públicas, em Lisboa; e montou 14 salas sensoriais em ONGs para atender crianças com deficiências mentais e visuais. Além disso, desde 2006, o Rock in Rio se compromete a compensar 100% das emissões de CO2 do evento — com auditoria da Delloite — e investiu num plano de redução de emissões, que inclui a elaboração de um manual de boas práticas para patrocinadores e fornecedores, o qual vem sendo aperfeiçoado a cada edição e é utilizado até hoje em todos os países onde é realizado.

 

Para esta edição, as ações do projeto Por Um Mundo Melhor prevêem uma grande campanha de doação de instrumentos musicais, que inclui a criação de oficina de luthier (profissionais especializados na confecção e manutenção de instrumentos musicais) para capacitação de jovens em assistentes de luthier, montagem de 10 salas de músicas em escolas públicas do Rio, e a formação de 30 professores de música a partir da metodologia “O Passo”; e ainda a transmissão ao vivo do festival nas comunidades Batan e Cidade de Deus; e o concurso “1 Ingresso Por 1 Mundo Melhor”, destinado a estudantes da rede pública de ensino. 

Rock in Rio Club

Em agosto deste ano, o Rock in Rio lançou um cartão de vantagens para os fãs do festival: Rock in Rio Club. Com ele, o usuário fica por dentro de tudo o que acontece no maior evento de música e entretenimento do mundo, tem benefícios exclusivos como 20% de desconto na compra de produtos oficiais e ainda pode adquirir antecipadamente ingressos para as próximas edições do Rock in Rio, no Brasil e exterior, além de convites para a Área VIP da edição 2011.

 

Com validade até dezembro de 2013, o Rock in Rio Club tem edição limitada e pode ser adquirido apenas pelo site oficial (www.rockinrio.com.br), por uma taxa de adesão de R$ 79,00, possível de ser parcelada em até três vezes. Ao virar “sócio” do Rock in Rio Club, o usuário ganha uma camiseta exclusiva (edição limitada especial, não será vendida). Após a compra, estas pessoas concorrerão a alguns prêmios, como kits VIP (com direito a acompanhante) para o Rock in Rio Lisboa 2012 e Rock in Rio Madri 2012, e ainda dez ingressos (com acompanhante) para qualquer data do Rock in Rio 2011. 

Sobre o Rock in Rio

O Rock in Rio é o maior evento de música e entretenimento de todos os tempos, contando com nove edições realizadas no Brasil, Portugal e Espanha. O festival reuniu mais de 5 milhões de pessoas, que aplaudiram, ao vivo, 656 bandas. Foram mais de 780 horas de música, com transmissão para mais de 1 bilhão de telespectadores, em 80 países. Utilizando a música como linguagem universal, capaz de unir pessoas em todo o mundo, o Rock in Rio é um veículo de comunicação de emoções. 

Doe um instrumento novo, usado ou avariado nas agências cadastradas dos Correios e mude a vida de milhares de jovens (www.rockinrio.com.br).

Três Décadas de PARALAMAS !!!

OS ZIS ARREPIÔMETROS DE HERBERT VIANNA 

Há 30 anos, eles estão na tela. Da minha emoção e da festa dos meus passos. Que faz folia no meu coração, como no de trocentas pessoas, Brasil afora.

PARALAMAS: Impossível ficar parado quando eles estão no palco…

A primeira música que ouvi foi Cinema Mudo. E gostei de cara. Depois veio aquele estrondo de Vital e sua Moto, e quando conheci Óculos, aí pronto: a conquista estava selada. Definitivamente.

Dei a sorte feliz de estar naquele primeiro Rock in Rio onde eles tocaram, encantaram o mundo e nunca mais pararam de brilhar e reverberar em corações de todos os tamanhos e matizes.

O encantamento feérico pelos Paralamas do Sucesso e sua lendária performance de palco é matéria que vasculha o coração e nos conecta, imediatamente, à pergunta: “Mas o que é tudo isso diante da pólvora, dessa paixão que se renova ?”

“Os dias, datas de aniversário, os quartos de hotel, o avião, os livros, discos, dicionários, a madrugada e o olhar sem direção; o país ajoelhado, a morte e o sexo, a culpa e o olhar de acusação;  bandeiras, panos, lenços, aventais; as alegrias, alergias, os afetos…” o que é tudo isso diante do impacto colossal que eles provocam, capazes de fazer até com que “os livros na estante já não tenham mais tanta importância” quando a dor de amor entra em cena ?

Mas o que é este arrepiômetro de que nos fala agora HERBERT VIANNA ?

“É quando a gente tem a sensação clara de que a mesma emoção que nós estamos sentindo ao tocar está chegando ao coração das pessoas na mesma intensidade”

 

São 3 décadas tocando, cantando e encantando meio mundo. Há 30 anos, eles enriquecem meu cotidiano e emprestam afinação e ritmo à trilha sonora do meu coração. Sem eles, minha alegria é triste, meu sol não tem auroras, e minha madrugada se avizinha sem vontade de galope.

O disco preferido de HERBERT: canções que viraram hits como Sábado, Uns, e TRACK-TRACK, parceria com o argentino FITO PAEZ…

Os Paralamas do Sucesso são a única overdose permitida e aconselhada. Maestros da cadência, menestréis da adrenalina,  baluartes da multifária diversidade musical do país, singular expressividade de um país que se moderniza incorporando o melhor de sua tradição popular, bebendo em fontes de diversas nacionalidades melódicas porém abastecendo-se das matrizes sonoras mais primárias da identidade brasileira, os PARALAMAS de HERBERT são um PATRIMÔNIO DA CULTURA  BRASILEIRA. Belos, empolgantes, contagiantes, raros, seminais, emblemáticos. NECESSÁRIOS.

O segundo disco: êxito em todo o país, consolidando espaço defintivo na galeria dos grandes da MPB

Desde 1985, quando adentraram o grande espaço no bairro do Recreio, na capital carioca (alocado como sede do Rock in Rio) e “quebraram” a vidraça da quarta parede com balas da melhor música – lapidando em solos de guitarra, compassos de baixo e marcação de uma batera altissonante -, nunca mais a música brasileira pode ser vista, ouvida, analisada com propriedade sem que os Paralamas se “intrometam” com a maior naturalidade e ocupem um espaço de profunda dignidade entre as páginas de nossa biografia musical.

Os Paralamas do Sucesso caminharam e conquistaram um espaço muito privilegiado no querer bem de zil brasileiros que, como eu, casaram com suas guitarras, seus metais, suas cordas, bateria e percussões. De lá até aqui, os Paralamas avançam sem menosprezar, em nenhum aspecto e sentido, o melhor de nossa tradição musical. Por isso, permanecem. E se enriquecem a cada nova empreitada. Alcançaram um patamar artístico com poucos similares no país, tampouco podem ser ignorados nas muitas vertentes nas quais se afirma e reconstrói sua invejável trajetória.

Desconfio mesmo: a música em Herbert Vianna se apossou dele antes mesmo da vontade de beber o leite materno. Creio, o paraibano da adorável João Pessoa veio envolto em placenta que ficou ecoando cânticos os mais diversos por muitas e muitas horas  mesmo após ele abrir o olhinho e balbuciar:  “A vida não é filme, você não entendeu…”

Artista genial, HERBERT VIANNA canta e toca com invejável empatia

João Barone e Bi Ribeiro são os outros dois craques que acompanham Herbert e contribuem, de maneira decisiva e irretocável, para o brilho da guitarra, o carisma da voz e a eloqüência sonora do TRIO FANTÁSTICO que nasceu na pequenina Seropédica, no interior fluminense, e expandiu-se pro mundo, enchendo-nos da maisgenuína, farta e indubitável ALEGRIA…

SARAVÁAAAAAAAAAAAAAA  MIL VEZES !!!

VIVA  HERBERT  VIANNA !

VIDA AINDA MAIS LONGA  AOS PARALAMAS DO SUCESSO !

Começa Venda para Rock in Rio

Na última sexta, começou a venda de ingressos para o Rock in Rio 2011. Até ontem, 22/11, já foram comercializadas 62 mil entradas. Cada uma ao custo de R$ 190 (R$ 95 a meia).

Desta vez, o Rock in Rio acontecerá  dias 23, 24, 25 e 30 de setembro e 1 e 2 de outubro de 2011, na Cidade do Rock, na Barra da Tijuca. O evento deve receber mais de 100 atrações – até o momento, poucas foram confirmadas, como Red Hot Chili Pepper, Metallica, Snow Patrol, Sepultura e Capital Inicial.

Segundo os organizadores, estima-se que 100 mil ingressos seja vendidos antes do Natal, por meio do Rock in Rio Card. O cartão chegará ao domicílio indicado pelo cadastro. A venda desse primeiro lote será limitada por CPF. Cada pessoa poderá comprar até quatro entradas inteiras e uma meia. A troca pelo bilhete será feita a partir de 11 de janeiro, até 31 de maio de 2011. Após esse período, a escolha da data estará sujeita à disponibilidade para o dia.

Ainda de acordo com os organizadores, 60% dos ingressos foram adquiridos por compradores de fora do Estado do Rio de Janeiro.

Mais informações: www.rockinrio.com.br