Arquivo da tag: Rodrigo Santoro é Heleno

Reserva Cultural inicia programação nova hoje

 
 

 

Programação de 30 de março a 5 de abril

Eleita pela terceira vez a “Melhor Programação” do Guia da Folha,

em votação promovida pela Folha de São Paulo 

SALA 1  

HABEMUS PAPAM (102’) (Exibição Digital) –  13h00 – 15h00 – 17h00 – 19h10 – 21h10*

*Sábado (31) haverá uma sessão de Habemus Papam às 23h10

*Terça-feira não haverá a sessão de Habemus Papam às 21h10
SALA 2  
ALBERT NOBBS (113’) – 13h00

A SEPARAÇÃO (Exibição Digital, 123’) – 17h10

PINA (2D) (Exibição digital) (103´) –15h10 – 19h30 – 21h30

*Sábado (31) haverá uma sessão de pré-estreia de As Neves do Kilimanjaro às 23h30

SALA 3  
HELENO (116’) –  14h10 – 16h30 – 18h45 – 21h00

*Sábado (31) haverá uma sessão de Heleno  às 23h20

SALA 4  

O ARTISTA (100’) – 13h15

CAIRO 678 (105) 15h10

O PORTO (92’) – 19h50

RAUL – O INÍCIO, O FIM E O MEIO (130´) – 17h20 – 21h35

*Sábado (31) haverá uma sessão de Raul às 23h55 

SOBRE OS FILMES 

ESTREIAS 

HELENO (Heleno)

Brasil, 2010, 116 min

Distribuição: Downtown Filmes

Elenco: Rodrigo Santoro, Alinne Moraes, Othon Bastos, Herson Capri, Angie Cepeda, Erom Cordeiro, Orã Figueiredo, Henrique Juliano, Duda Ribeiro. 

Heleno de Freitas foi o primeiro galã do futebol, defendia o Botafogo e tinha tudo para ser o maior jogador do Brasil. No entanto, a guerra mundial da época e a libertinagem que guiava sua vida mudaram seu brilhante destino, abandonado em um sanatório e vítima da sífilis aos 39 anos de idade. 

Saiba mais:

-Filme baseado no livro Nunca houve um homem como Heleno, do jornalista Marcos Eduardo Neves.

– As filmagens do longa foram feitas entre 2008 e 2012.

– Heleno era formado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito do Rio de Janeiro.

– Rodrigo Santoro emagreceu 12 quilos para interpretar Heleno nos seus dias finais. 

PRÉ-ESTREIA 

AS NEVES DO KILIMANJARO  ( Les Neiges Du Kilimandjaro)

França, 2011, 90 min

Distribuição: Imovision

Direção: Robert Guédiquian

Elenco: Ariane Ascaride, Jean-Pierre Darroussin, Grégoire Leprince-Rinquet, Anaïs Demoustier, Adrien Jolivet, Robinson Stévenin, Karole Rocher.

Michel (Jean-Pierre Darroussin) e Marie-Claire (Ariane Ascaride) são casados há 30 anos e vivem em paz, rodeados pelos familiares e amigos. Até que, um dia, o casal é abordado com violência e assaltado. Todo o dinheiro que eles vinham juntando para conhecer o monte Kilimanjaro, um sonho dos dois, é levado. Quando os autores do crime são descobertos, Michel e Marie-Cllaire agem de forma inesperada, diante do histórico que possuem. 

Saiba mais:

– Do mesmo diretor de O Último Miterrand.

– Participou da Mostra Internacional de São Paulo de 2011.

– Melhor Filme pelo júri e pelo público no Festival de Valladolid.

– Ariane Ascaride indicada ao César de Melhor Atriz. 

EM CARTAZ 

HABEMUS PAPAM (Habemus Papam)

Itália/ França, 2011, 102 min

Distribuição: Vinny Filmes

Direção: Nanni Moretti

Elenco: Michel Piccoli, Nanni Moretti, Jerzy Stuhr, Renato Scarpa, Margherita Buy 

O novo papa eleito (Michel Piccoli) sofre um ataque de pânico no momento em que deveria aparecer na varanda da Praça de São Pedro para saudar os fiéis, que esperaram pacientemente o veredito do conclave. Seus conselheiros, incapazes de convencê-lo de que é o homem certo para o cargo, procuram a ajuda de um conhecido psicanalista ateísta (Nanni Moretti). Mas o medo da responsabilidade que a confiança que lhe foi depositada representa é algo que só ele mesmo poderá enfrentar. 

Saiba Mais:

– Indicado à Palma de Ouro no Festival de Cannes 2011

– Vencedor do prêmio de Melhor Filme pela Associação da Imprensa Estrangeira na Itália

– Do mesmo diretor de O Quarto do Filho e Caro Diário

– Seleção Oficial do Festival de Toronto e da 35ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo 

CAIRO 678 (678)

Inglaterra/ França, 2011, 105 min.

Distribuição: Imovision

Direção: Mohamed Diab

Elenco: Boshra, Nelly Karim, Maged El Kedwany 

Seba é uma jovem moderna que é violentada durante um jogo de futebol. A partir de então, ela se torna ativista dos direitos femininos e ensina autodefesa para mulheres. Fayza é uma dona de casa obediente aos costumes, mas não escapa de ser assediada no ônibus que pega diariamente. Nelly é uma aspirante a comediante que se torna a primeira mulher no Egito a processar alguém por abuso sexual. Apesar das diferenças de classe e idade, essas três mulheres revelam traços em comum por serem vítima da violência e do preconceito contra mulher. 

Saiba Mais

– Melhor Filme – Festival de Chicago 2011

– Melhor Ator (Maged El Kedwany) – Festival de Chicago 2011

– Melhor Filme – Festival de Dubai 2011

– Melhor Atriz (Boshra) – Festival de Dubai 2011

– Seleção Oficial do Festival do Rio 2011 

O PORTO (Le Havre)

Finlândia/França/Alemanha, 2011, 93 min.

Distribuição: Imovision

Direção: Aki Kaurismäki

Elenco: André Wilms, Kati Outinen, Jean-Pierre Darroussin, Blondin Miguel 

Marcel Marx (André Wilms) é um homem que vive como engraxate nas proximidades do porto e, com o pouco dinheiro que ganha, tenta sustentar sua casa. Vivendo com dificuldades, ele vê sua rotina mudar quando sua esposa (Kati Outinen) subitamente adoece e um garoto africano chega ao país dentro de um cargueiro. Com o auxílio de alguns vizinhos, resolve esconder o menino e encontrar sua família, enquanto tenta despistar o detetive encarregado de localizar o imigrante ilegal.

Saiba Mais:

– Filme indicado pela Finlândia ao Oscar 2011 de Melhor Filme Estrangeiro

– Vencedor do prêmio FIPRESCI no Festival de Cannes 2011

– Melhor Filme do Festival Internacional de Cinema de Chicago

– Melhor Filme do Festival de Munique 2011

– Um dos 5 melhores filmes estrangeiros de 2011 segundo a National Society of Film Critics – EUA 

A SEPARAÇÃO (Jodaeiye Nader az Simin)

Irã, 2011, 123 min, Distribuição: Imovision

Direção: Asghar Farhadi

Elenco: Peyman Maadi, Leila Hatami, Sareh Bayat 

Nader é abandonado por sua esposa e contrata uma jovem mulher para cuidar do seu pai, mas ele não imaginava que a mulher está grávida e trabalhando sem a permissão de seu marido. 

Saiba Mais:

– Vencedor do Urso de Ouro do Festival de Berlim 2011

– Vencedor do Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro

– Indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Roteiro Original.

– Ursos de Prata de Melhor Ator (Peyman Maadi, Shahab Hosseini) e Melhor Atriz (Sareh Bayat, Leila Hatami) do Festival de Berlim 2011

– Melhor Filme Estrangeiro Independente do British Independent Film Awards 2011

– Melhor Filme Estrangeiro – Associação de Críticos de Chicago

– Melhor Filme Estrangeiro – Associação de Críticos de Nova York

– Melhor Filme Estrangeiro – National Board of Review, EUA 

ALBERT NOBBS

Inglaterra/ Irlanda, 2011, 113 min.

Distribuição: Paris Filmes

Direção: Rodrigo Garcia

Elenco: Glenn Close, Antonia Campbell-Hughes, Mia Wasikowska, Pauline Collins, Maria Doyle Kennedy, Mark Williams 

Uma mulher se passa por um homem, Albert Nobbs, para trabalhar e sobreviver na Irlanda do século XIX. Trabalhando como mordomo em um dos melhores hotéis de Dublin, ela conhece um belo pintor e tenta escapar da mentira que tem vivido. 

Saiba Mais

– Indicado a três Oscars (Maquiagem, Atriz – Glenn Close e Atriz Coadjuvante – Janet McTeer)

– Indicado a três Globos de Ouro (Música Original, Atriz – Glenn Close e Atriz Coadjuvante – Janet McTeer)

– Indicado a dois Screen Actor’s Guild Awards (Melhor Atriz – Glenn Close e Atriz Coadjuvante – Janet McTeer)  

O ARTISTA (The Artist)

França/ Bélgica, 2011, 100 min.  Distribuição: Paris Filmes

Direção: Michel Hazanavicius

Elenco: Jean Dujardin, Bérenice Bejo, John Goodman, James Cromwell, Penelope Ann Miller

Na Hollywood dos anos 20, George Valentin (Jean Dujardin) é uma das maiores estrelas do cinema mudo, participando de dezenas de aventuras ao lado de seu cão da raça Jack Russel Terrier. Inveja de muitos homens, ele lentamente começa a se defrontar com o ostracismo após a invenção e chegada do cinema falado, que tem um desastroso efeito na vida do astro. Enquanto sua amiga Peppy Miller ganha notoriedade com essas mudanças, Valentin é cada vez mais relegado ao esquecimento. 

 Saiba Mais:

– Grande vencedor do Oscar 2012.

– Indicado a 10 Oscar, entre eles Melhor Filme, Direção, Ator (Dujardin), Atriz (Bejo), Roteiro Original, Direção de Arte.

– Vencedor do Globo de Ouro 2012 nas categorias Melhor Filme (Comédia/Musical), Trilha Sonora, Ator (Dujardin)

– Melhor Ator do Festival de Cannes 2011 (Dujardin) 

RAUL – O INÍCIO, O FIM E O MEIO

Brasil, 2011,  130 min, Distribuição: Paramount

Direção: Walter Carvalho 

Documentário premiado que investiga a vida e a carreira de Raul Seixas, verdadeira lenda do rock brasileiro. Através de raras imagens de arquivo, encontros com familiares, e entrevistas com artistas, produtores e pessoas do relacionamento de Raul, o diretor Walter Carvalho radiografa a trajetória deste ídolo que permanece no imaginário popular, mesmo após mais de 20 anos de sua morte.  

Saiba mais:

– Melhor Documentário pelo Júri Itamary e pelo público da 35ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.

– Filme de encerramento do Festival de Cinema do Rio de Janeiro 2011.

– Entrevistas gravadas na Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo, EUA e Genebra.  

PINA (Pina)

Alemanha/ França/ Reino Unido, 2011, 103 min

Distribuição: Imovision

Direção: Wim Wenders 

A coreógrafa, dançarina e diretora de balé Pina Bausch (1940-2009) tem sua vida, obra e processo criativo radiografados pelo premiado diretor Wim Wenders, o mesmo de “Paris, Texas”. Mais que um simples documentário, o filme é uma viagem sensorial pelo mundo muito particular criado por Pina. Depoimentos poéticos de profissionais que trabalharam com Pina enriquecem ainda mais o filme quem vem sendo elogiado no mundo inteiro, até por quem não é particularmente fã da dança.

Saiba mais:

– Primeira produção européia totalmente produzida em 3D.

– Melhor Documentário pelo European Film Awards.

– Melhor Documentário pelo German Film Awards.

– Indicado ao Oscar de Melhor Documentário.

– Indicado ao BAFTA de Melhor Filme em Língua não Inglesa.

– Indicado pela Alemanha para a disputa do Oscar de Filme Estrangeiro.

– A direção de arte contou com a participação dos grafiteiros brasileiros “osgemeos”. 

SIGA A RESERVA CULTURAL NO TWITTER:
http://twitter.com/reserva_oficial
@reserva_oficial

Reserva Cultural
Avenida Paulista, 900 – Térreo Baixo (Prédio da Fundação Casper Líbero – entre as estações Brigadeiro e Trianon-MASP do metrô).
Tel.: (11) 3287-3529.

Horário de Funcionamento: 

Cinemas
Segunda a domingo: 13h às 24h
Bilheteria: 12h30 às 22h 

Área Gastronômica* 
Boulangerie Pain de France: das 10h às 22h / Sábado até 24h* 
Reserva Bistrô: das 12h às 22h (de domingo a 5ª feira); até 23h (6ª feira); até 24h (sábado)* 
Bombonière: segunda a domingo: das 12h às 24h 

Preços:
Inteira: R$ 24,00
Meia (Estudante): R$ 12,00
De segunda a quinta, até 17h: R$ 19,00 / R$ 9,50 (estudante)
Quarta-feira: R$ 17,00 / R$ 8,50 (estudante)
Crianças: até 3 anos – gratuito/ até 12 anos – meia-entrada 

Vendas pela internet: www.ingresso.com.br 

Sobre a Reserva Cultural

O mais inovador complexo cultural de São Paulo, inaugurado em junho de 2005, tem a proposta de ser mais do que um espaço para projeção de filmes. O frequentador de cinema ou quem busca um programa charmoso unindo lazer (cinema, música, exposições de arte) e gastronomia conta com um local diferenciado e charmoso.

O espaço abriga a Boulangerie Pain de France; o Reserva Bistrô, com ampla vista para Avenida Paulista, que oferece pratos variados da cozinha internacional (risotos, massas, saladas, carnes, sopas e sanduíches). Com design arrojado, o bar conta com atendimento de barman e drinques variados.

O lobby multimídia é composto por três monitores de plasma, exibindo entrevistas, trailers de filmes, imagens de making of e outras novidades do mundo do cinema. O espaço oferece acesso à web sem fio (Wi-Fi). Em junho de 2006, foi inaugurada a Livraria e Revistaria Lima Barreto, que apresenta um perfil autoral, voltada para literatura (brasileira e estrangeira), atualidades, história, cinema, artes e comunicação e conta com uma sofisticada revistaria repleta de títulos nacionais e estrangeiros, dos segmentos de informação, cinema, moda e cultura.

A programação é dedicada a filmes independentes, brasileiros e estrangeiros e as projeções podem acontecer em película ou pelo sistema digital, já que as quatro salas estão capacitadas para isso.

A Reserva Cultural está localizada no ‘marco zero’ da Avenida Paulista, no prédio da Fundação Casper Líbero.

* Com informações de Celso Sabadin, do PLANETA TELA

www.reservacultural.com.br

HELENO: Rodrigo Santoro em mais um papel marcante

FIlme será lançado dia 30 e tem Trailer e Fanpage no ar

 

O longa Heleno, de José Henrique Fonseca, protagonizado por Rodrigo Santoro, ganhou trailer oficial e fanpage. A estreia está grifada para 30 de março.

O filme conta a história do jogador Heleno de Freitas (Rodrigo Santoro), dos anos 1940, auge de sua carreira, ao fim da década de 1950, quando morre em um sanatório. No elenco também estão Alinne Moraes, Angie Cepeda, Erom Cordeiro, Othon Bastos e Herson Capri. 

O trailer está disponível na fanpage www.helenofilme.com.br e é possível fazer download através do link: files.me.com/duda/wbcx4s.mov

 A fanpage www.helenofilme.com.br irá reunir conteúdo exclusivo sobre o filme, como vídeos inéditos dos bastidores das filmagens com entrevistas dos atores e equipe técnica, além de promoções e sorteios de brindes, tais como camisetas do figurino e bolas retrô, autografadas por Rodrigo Santoro, kits de jogo de botão e ingressos. Os internautas também poderão acompanhar a cobertura de todos os eventos relacionados ao filme. 

Heleno teve sua premiere mundial no Festival de Toronto, em setembro passado. Também foi exibido no Festival de Cinema Latino-Americano de Havana, em Cuba, em dezembro, quando Santoro recebeu o prêmio de Melhor Ator. Em fevereiro de 2012, o longa foi exibido no Festival Internacional de Cartagena e terá sessão de gala no Festival de Miami, dia 4 de março.

Alinne Moraes faz par com Rodrigo Santoro no filme sobre o grande craque do Botafogo, HELENO…

 SINOPSE: 

Heleno de Freitas era o príncipe do Rio de Janeiro dos anos 40, quando a cidade era um cenário de sonho, cheio de glamour e promessas. Nos salões elegantes, Heleno era um homem bonito e charmoso. Nos campos de futebol, era um gênio explosivo e apaixonado. Ídolo do Botafogo, Heleno tinha certeza de que seria o maior jogador brasileiro de todos os tempos. Mas a guerra, a sífilis e as desventuras de sua vida desviaram seu destino em direção a um jornada de glórias e tragédias. 

FICHA TECNICA: 

Direção e Produção                                       José Henrique Fonseca 

Roteiro                                                           José Henrique Fonseca

                                                                         Felipe Bragança

                                                                         Fernando Castets

Produção       Rodrigo Teixeira   Eduardo Pop  Rodrigo Santoro

Direção de Fotografia e Câmera                   Walter Carvalho, ABC

Montagem                                                     Sergio Mekler

Produção Executiva                                      Beto Bruno                Eliane Ferreira

Música                                                             Berna Ceppas

Direção de Arte                                             Marlise Storchi

Figurino                                                         Rita Murtinho

Maquiagem                                                    Martín Macías Trujillo

Cabelereira                                                     Sara Jane

Produção de Elenco                                      Marcela Altberg

                                                                          Guilherme Gobbi

Desenho de Som                                           Waldir Xavier

Som Direto                                                    Jorge Saldanha

                                                                          Yan Saldanha

Mixagem                                                        Michael Semanick

                                                                            Rodrigo Noronha

Diretor Assistente                                          André Monteiro de Barros

Pesquisa                                                         Antônio Venâncio

                                                                          Frederico Coelho

 

Rodrigo Santoro revive o jogador HELENO em filme de José Henrique Fonseca, que marca estreia de André Monteiro de Barros como Assistente de Direção

Rodrigo Santoro múltiplo : na tela, de craque a viciado…

Grifada para 20 de janeiro a estreia do longa Reis e Ratos, novo filme onde Rodrigo Santoro é o ator principal.

Dedicado à carreira, super competente e profissional, que mostrou a que veio desde sua brilhante atuação em Abril Despedaçado, de Walter Salles, Rodrigo Santoro levou muitas horas em camarins para chegar ao que exigia seu novo personagem.

Em Reis e Ratos, do diretor Mauro Lima, ele será um ex-cafetão viciado em anfetaminas – antes, Santoro atuou em Heleno, cinebiografia do jogador Heleno de Freitas,dirigido por José Henrique Fonseca.

Santoro estará em breve nas telas como o ex-jogador Heleno…

Durante as filmagens de Reis e Ratos, que duraram somente 17 dias, Rodrigo precisou passar horas na maquiagem para dar vida ao personagem Roni Rato. Com dentaduras, ele aparecerá em cena com a aparência suja e feridas no rosto. 

 Rodrigo Santoro vira viciado em filme

Reis e Ratos conta a história de um agente da CIA enviado ao Rio de Janeiro que, depois de beber chope, experimentar pastel de camarão e se casar com uma brasileira, não quer mais voltar aos Estados Unidos.

A história é contada através dos diferentes pontos de vista de cada personagem, todos de alguma maneira ligados à conspiração. Selton Mello é um agente da CIA lotado no Rio; Rodrigo Santoro, um vigarista ex-cafetão e viciado; Cauã Reymond vive um locutor de rádio e Seu Jorge, um marinheiro rebelado. O grupo é formado ainda por uma crooner de boate (Rafaela Mandelli), um Major da Aeronáutica (Otavio Müller), um pistoleiro de aluguel (Daniel Alvim) e o Embaixador Americano no Rio (Hélio Ribeiro).

Rodrigo Santoro estréia HELENO em Toronto

 Heleno, longa de José Henrique Fonseca, filmado em preto e branco, com Rodrigo Santoro no papel-título, foi exibido ontem no Festival Internacional de Cinema de Toronto,  no Canadá. e terá outras sessões: hoje e no sábado, dia 17.

O longa narra a história de Heleno de Freitas (1920/1959), jogador-ídolo do Botafogo, nos anos 1940, cuja brilhante carreira foi marcada pela tragédia.

Além de Santoro, o elenco conta com participação de Angie Cepeda, Aline Moraes, Othon Bastos, Herson Capri e Orã Figueiredo, entre outros.

A previsão de estréia no Brasil é para novembro próximo.