Arquivo da tag: seleção alviceleste

“MARADONA é Insuperável”

Quem diz é o zagueiro alemão Arne Friedrich, que aguarda com grande expectativa a próxima partida de sua seleção pela Copa do Mundo.

O primeiro motivo, é claro, se refere ao desafio de ajudar sua equipe a dar mais um passo rumo ao quarto título mundial. O segundo, informa nesta terça-feira o site oficial da Fifa, é ligado a sua grande admiração pelo técnico da equipe adversária, Diego Armando Maradona, que comandará a Argentina no confronto das quartas de final do torneio contra a Alemanha.

Segundo o site da Fifa, que cita declarações do jogador ao portal oficial da Federação Alemã de Futebol, o atleta acredita que Maradona é a grande atração do Mundial. “Como jogador, e agora como técnico, ele é insuperável. Para mim, ele foi o maior jogador de futebol que já existiu, e vai permanecer nessa condição. Desta forma, mesmo indiretamente, é ótimo o confronto com ele, e será mais bonito ainda se ganharmos de seu time”, diz Friedrich.

Carlitos Tevéz: jogadas sensacionais no Mundial

De acordo com as informações divulgadas, o zagueiro considera a Argentina um adversário superior individualmente, mas aposta na força coletiva da equipe alemã para a vitória. “A Argentina é a favorita”, afirma o zagueiro, que destaca, entre os atletas adversários, os atacantes Lionel MessiCarlos Tevez. “Porém, temos que fazer com que o time seja capaz de apresentar soluções criativas. Estamos coesos, como equipe, e mostramos até agora capacidade de nos mantermos assim frente às seleções que enfrentamos”, acrescentou.

Alemanha e Argentina se enfrentam no próximo sábado, às 11h, na Cidade do Cabo, pelas quartas de final do Mundial da África do Sul.

Toda a nossa TORCIDA e preces indormidas pela VITÓRIA da brilhante seleção comandada por MARADONA.

Só ouvir, durante todo este período do Mundial, em todas as transmissões televisivas onde o futebol é destaque, que “Argentina é a favorita”, “Argentina é a melhor seleção até agora”, “Argetnina é a grande favorita do Mundial” – sobre uma seleção que chegou à Copa desacreditada, já é um som paralâmico em nossos ouvidos atentos e apaixonados.

Fora do time contra a Coreia do Sul, Maradona beija Verón, após substituição no jogo contra Nigéria

Maradona beija Verón após partida contra a Nigéria,  seu estilo habitual de tratar os jogadores

Só por estar assim, e continuar em campo, despertando a máxima atenção até dos adversários, a seleção de MARADONA, MESSI, TEVÉZ, PALERMO, Agüero, Milito, Di Maria, Mascherano, Higuain, Heinze, Sérgio Romero, Gutiérrez, Samuel, Mancuso e toda a trupe da alviceleste, já é CAMPEÃ.

 SARAVÁAAAAAAAAA !!!

Adelante, Companheros ! E vamos a ganar !

MARADONA é Maior Ídolo da Copa

Antes de enfrentar a Alemanha pelas quartas de final da Copa do Mundo, técnico argentino minimiza pressão sobre o time e elogia jogadores

Maradona está feliz. Comandante de um grupo que se classificou para as quartas de final da Copa do Mundo com atuações convincentes e 100% de aproveitamento, o ídolo argentino tem roubado a cena em treinos e entrevistas coletivas, na África do Sul. Mas isso parece não bastar.

Após a vitória por 3 a 1 sobre o México, neste domingo, pelas oitavas de final da competição, o Pibe de Ouro não escondeu a vontade de ultrapassar a linha que o mantém no banco de reservas e enfrentar, ele mesmo, a seleção alemã, no próximo sábado, às 11h (de Brasília).

Eu gostaria de estar em campo. Quero vestir a camisa e jogar – admitiu Diego.

Maradona técnico Argentina bola
Mesmo de terno e do lado de fora do campo, Maradona ainda atrai olhares na África do Sul com sua categoria (Foto: Getty Images)

O desejo do treinador não se realizará. Apesar das muitas demonstrações de que a velha categoria do ex-camisa 10 ainda está lá, as palavras de Maradona servem, acima de tudo, para reforçar a dedicação dos argentinos em busca do tricampeonato mundial. No entanto, mesmo animado, o técnico – que já havia previsto o reencontro com a Alemanha – foi cuidadoso e preferiu minimizar a pressão sobre seu time.

Este jogo não será como a final de 86 – afirmou, em menção à vitória por 3 a 2 sobre a Alemanha Ocidental, há 24 anos, na conquista da segunda Copa para a Argentina.

Provocador, Dieguito aproveitou a presença de um jornalista alemão na coletiva para mandar um recado para os rivais. Ou quase isso.

Escreva o que quiser. Te dou carta branca para que diga você mesmo o que quiser que eu diga – bradou, sem se esconder do jogo.

Maradona rouba Atenção na África

Verón volta aos treinos, mas Maradona monopoliza holofotes

Torcida parece vibrar mais com MARADONA do que com os próprios craques da seleção atual… VIVA MARADONA !, eterno  nos corações de quem aprecia o futebol-Arte !