Arquivo da tag: seleção argentina

“MARADONA é Insuperável”

Quem diz é o zagueiro alemão Arne Friedrich, que aguarda com grande expectativa a próxima partida de sua seleção pela Copa do Mundo.

O primeiro motivo, é claro, se refere ao desafio de ajudar sua equipe a dar mais um passo rumo ao quarto título mundial. O segundo, informa nesta terça-feira o site oficial da Fifa, é ligado a sua grande admiração pelo técnico da equipe adversária, Diego Armando Maradona, que comandará a Argentina no confronto das quartas de final do torneio contra a Alemanha.

Segundo o site da Fifa, que cita declarações do jogador ao portal oficial da Federação Alemã de Futebol, o atleta acredita que Maradona é a grande atração do Mundial. “Como jogador, e agora como técnico, ele é insuperável. Para mim, ele foi o maior jogador de futebol que já existiu, e vai permanecer nessa condição. Desta forma, mesmo indiretamente, é ótimo o confronto com ele, e será mais bonito ainda se ganharmos de seu time”, diz Friedrich.

Carlitos Tevéz: jogadas sensacionais no Mundial

De acordo com as informações divulgadas, o zagueiro considera a Argentina um adversário superior individualmente, mas aposta na força coletiva da equipe alemã para a vitória. “A Argentina é a favorita”, afirma o zagueiro, que destaca, entre os atletas adversários, os atacantes Lionel MessiCarlos Tevez. “Porém, temos que fazer com que o time seja capaz de apresentar soluções criativas. Estamos coesos, como equipe, e mostramos até agora capacidade de nos mantermos assim frente às seleções que enfrentamos”, acrescentou.

Alemanha e Argentina se enfrentam no próximo sábado, às 11h, na Cidade do Cabo, pelas quartas de final do Mundial da África do Sul.

Toda a nossa TORCIDA e preces indormidas pela VITÓRIA da brilhante seleção comandada por MARADONA.

Só ouvir, durante todo este período do Mundial, em todas as transmissões televisivas onde o futebol é destaque, que “Argentina é a favorita”, “Argentina é a melhor seleção até agora”, “Argetnina é a grande favorita do Mundial” – sobre uma seleção que chegou à Copa desacreditada, já é um som paralâmico em nossos ouvidos atentos e apaixonados.

Fora do time contra a Coreia do Sul, Maradona beija Verón, após substituição no jogo contra Nigéria

Maradona beija Verón após partida contra a Nigéria,  seu estilo habitual de tratar os jogadores

Só por estar assim, e continuar em campo, despertando a máxima atenção até dos adversários, a seleção de MARADONA, MESSI, TEVÉZ, PALERMO, Agüero, Milito, Di Maria, Mascherano, Higuain, Heinze, Sérgio Romero, Gutiérrez, Samuel, Mancuso e toda a trupe da alviceleste, já é CAMPEÃ.

 SARAVÁAAAAAAAAA !!!

Adelante, Companheros ! E vamos a ganar !

Até INIESTA Vibra com MESSI

 

Meia espanhol elogia companheiro do Barcelona e aponta Argentina como favorita ao título do torneio

iniesta espanha coletiva

Iniesta elogia Argentina (Foto: agência Getty Images)

Tecnologia em alta na Copa Mundo. O meia espanhol Andrés Iniesta revelou ao jornal “AS” que vem conversando com amigo Messi, seu companheiro no Barcelona, mas um possível adversário na Copa. As duas equipes podem se enfrentar na semifinal, na África do Sul,  dia 7 de julho.

Nós trocamos mensagens. Ainda vamos nos encontrar, mas só o tempo dirá – revelou ao tabloide espanhol.

Iniesta aproveitou para elogiar o time de Maradona e não considera a Espanha ainda candidata ao título da Copa do Mundo. Para jogador, até o momento, os argentinos merecem o posto de favoritos. O jogador rasgou elogios ao amigo Messi.

Os candidatos são aqueles que estão jogando direito. A Espanha não fez isso. Eu não sei se Messi seria invencível, mas estou dizendo que os argentinos devem estar orgulhosos. Ele é um jogador magnífico – disse Iniesta.

A Espanha enfrenta Portugal nesta terça-feira, pelas oitavas de final da Copa do Mundo. O vencedor enfrentará o classificado do confronto entre Paraguai e Japão.

MARADONA é Maior Ídolo da Copa

Antes de enfrentar a Alemanha pelas quartas de final da Copa do Mundo, técnico argentino minimiza pressão sobre o time e elogia jogadores

Maradona está feliz. Comandante de um grupo que se classificou para as quartas de final da Copa do Mundo com atuações convincentes e 100% de aproveitamento, o ídolo argentino tem roubado a cena em treinos e entrevistas coletivas, na África do Sul. Mas isso parece não bastar.

Após a vitória por 3 a 1 sobre o México, neste domingo, pelas oitavas de final da competição, o Pibe de Ouro não escondeu a vontade de ultrapassar a linha que o mantém no banco de reservas e enfrentar, ele mesmo, a seleção alemã, no próximo sábado, às 11h (de Brasília).

Eu gostaria de estar em campo. Quero vestir a camisa e jogar – admitiu Diego.

Maradona técnico Argentina bola
Mesmo de terno e do lado de fora do campo, Maradona ainda atrai olhares na África do Sul com sua categoria (Foto: Getty Images)

O desejo do treinador não se realizará. Apesar das muitas demonstrações de que a velha categoria do ex-camisa 10 ainda está lá, as palavras de Maradona servem, acima de tudo, para reforçar a dedicação dos argentinos em busca do tricampeonato mundial. No entanto, mesmo animado, o técnico – que já havia previsto o reencontro com a Alemanha – foi cuidadoso e preferiu minimizar a pressão sobre seu time.

Este jogo não será como a final de 86 – afirmou, em menção à vitória por 3 a 2 sobre a Alemanha Ocidental, há 24 anos, na conquista da segunda Copa para a Argentina.

Provocador, Dieguito aproveitou a presença de um jornalista alemão na coletiva para mandar um recado para os rivais. Ou quase isso.

Escreva o que quiser. Te dou carta branca para que diga você mesmo o que quiser que eu diga – bradou, sem se esconder do jogo.

Palermo estréia na Copa com atuação brilhante

Incrível Palermo. Sua vida é uma verdadeira película”, vibrou o diário OLÉ logo após a vitória da Argentina por 2 a 0 sobre a Grécia, nesta terça-feira, em Polokwane. Segundo a publicação, o jogador garantiu que entraria em campo. “E, aos 36 anos, estreou numa Copa do Mundo e ainda marcou”, acrescentou.

Não bastasse o gol salvador contra o Peru, pelas eliminatórias sul-americanas da Copa –em que o técnico Maradona chegou a dar um ‘peixinho’ no gramado molhado em Buenos Aires–, o maior artilheiro da história do Boca Juniors deixou o seu com dez minutos em campo, aos 43 minutos do 2º tempo.

PALERMO, titular do Boca Juniors: estréia auspiciosa na Copa do Mundo

Chamado de “el Loco”, Palermo ainda fez o gol com o pé direito, o considerado ruim. Maradona explodiu no banco de reservas e todos foram abraçar o atacante. “Vai e define”, havia dito ele ao atleta, de acordo com a agência “Efe”.

“Esse é um grupo bárbaro, estamos em um bom caminho. Em nenhum momento, a seleção se desesperou”, disse Palermo, enquanto descia para os vestiários. “Isto é único, impagável. Sempre estarei agradecido a Diego e sua comissão técnica, que me mantiveram no grupo mesmo existindo tantos outros mais destacados que eu. É uma alegria representar nosso país”, acrescentou, muito emocionado.

“Sempre há algo novo para se desfrutar no futebol. As sensações que você sente no gramado, quando se toca o hino.. É algo inesquecível. Oxalá que a final tenha outra vez esse sabor de felicidade”, completou Palermo, o agora camisa 18.

Com a vitória e a liderança do Grupo B consolidada, a Argentina enfrenta o México no próximo domingo, dia 27, às 15h30, no estádio Soccer City, em Johannesburgo

Messi Comenta “Jogo Sujo”

Após a vitória da seleção argentina sobre a Grécia por 2 a 0, nesta terça-feira, pela última rodada do Grupo B da Copa do Mundo, o atacante Lionel Messi afirmou que o árbitro da partida, Ravshan Irmatov, do Uzbequistão, aceitou o jogo sujo dos adversários.

O árbitro favoreceu o jogo sujo, não deixou que nós jogássemos futebol”, afirmou Messi em entrevista após a partida.

O atacante argentino também comentou sobre a experiência de utilizar pela primeira vez a braçadeira de capitão. “Foi algo especial. Desde que soube que seria capitão foi muito lindo. Tive o apoio dos meus companheiros, foi uma boa experiência”, comentou o jogador, que herdou a faixa de capitão do volante Javier Mascherano –poupado da partida.

 

 

Torcedor com faixa de apoio a Maradona, que prometeu ficar nu no Obelisco se conquistar o título na África do Sul

ARGENTINA Brilha e Segue Invicta

Demichelis Argentina gol
Demichelis corre e beija a camisa para festejar seu gol: zagueiro mostrou superação (Foto: Getty Images)

 

maradona palermo  argentina x grécia
Maradona abraça Palermo após gol marcado pelo atacante no fim do jogo (Foto: Getty Images)

 

 
maradona messi montagem argentinaMaradona contra a Grécia em 1994, Messi contra a Grécia em 2010: 16 anos separam os capitães

A dois dias de completar 23 anos, Messi tornou-se o capitão mais jovem da história argentina em Mundiais, superando Passarella, que em 1978 tinha 25. Em 1986, Maradona foi o capitão com 26. O treinador cumpriu a promessa de poupar seus jogadores (só Samuel está machucado e Gutierrez suspenso) e escalou apenas quatro titulares: Messi, o goleiro Sérgio Romero, o zagueiro Demichelis e o meia Verón, recuperado de lesão.

 

 

ARGENTINA em Campo… Salve !

Messi Argentina Polokwane

Messi chega ao hotel onde a seleção argentina
ficará hospedada em Polokwane  (Foto: Reuters)

Diego Maradona e seus jogadores chegaram nesta segunda-feira a Polokwane, onde enfrentam a seleção da Grécia nesta terça pela última rodada da primeira fase da Copa do Mundo. Protegida por um forte esquema de segurança, a delegação argentina seguiu direto para o hotel onde foi recebida por um grupo de sul-africanos que apresentaram danças típicas da região. Sem falar com a imprensa, mas de ótimo humor, Maradona acenou para torcedores e jornalistas que aguardavam no local.

Os hermanos lideram o Grupo B do Mundial com seis pontos conquistados (foram duas vitórias) e jogam contra a Grécia nesta terça-feira às 15h30 (20h30 pelo horário sul-africano) no estádio Peter Mokaba. Praticamente classificada para as oitavas de final do torneio, a Argentina busca uma vitória sobre os europeus para terminar na primeira colocação de seu grupo.

Jogo é hoje às 15:30h…

Por GLOBOESPORTE.COM Polokwane, África

Maradona rouba Atenção na África

Verón volta aos treinos, mas Maradona monopoliza holofotes

Torcida parece vibrar mais com MARADONA do que com os próprios craques da seleção atual… VIVA MARADONA !, eterno  nos corações de quem aprecia o futebol-Arte !

SALVE, HERMANOS !

A inspirada foto é do amigo pernambucano LEO TABOSA, realizador premiado que assina pela direção do Doc RETRATOS (ao lado de Rafael Negrão)…

A foto foi feita da varanda da minha suíte na pousada Maxitália, durante os dias do primeiro Festival de Jericoacoara – Cinema Digital.

Nossa torcida tá valendo, como mostra o fabuloso time comandado por Maradona

MESSI, Tévez e Higuaín no Ataque Argentino

O técnico da seleção argentina, Diego Maradona, deu indícios de que pretende escalar uma equipe ofensiva para a estreia diante da Nigéria no próximo sábado, às 11h (de Brasília), no Ellis Park, em Johannesburgo, pela primeira rodada do Grupo B da Copa do Mundo.

Nesta terça, o treinador escalou a equipe com um trio ofensivo formado por Higuaín, do Real Madrid, Carlitos Tévez, do Manchester City, e Lionel Messi, do Barcelona. Os três jogadores ainda têm o auxílio do meia Di María.

A equipe titular ainda teve o meio de campo formado por Mascherano, Verón e Jonás Gutiérrez. Já o setor defensivo teve Heinze, Samuel e Demichelis, enquanto, no gol, Sergio Romero ganha pontos para ser o titular.

Higuaín, um dos grandes do ataque argentino

Com essa ideia na cabeça, o técnico organizou um treino em que colocou a defesa e o ataque considerados titulares em lados opostos. Os jogadores de frente se deram melhor e ainda tiveram direito a chutar bolas nos perdedores, que, como castigo, ficaram perfilados na linha do gol.

O treino dos argentinos hoje foi marcado pela descontração. No rachão, o time que perdeu foi obrigado a pagar um castigo: todos ficaram na linha do gol, de costas e agachados, para serem bombardeados por chutes dos jogadores do time vencedor.

Vídeo da TV UO (www.folha.com.br) mostra que, no meio desse “fuzilamento”, sobrou até para o técnico da Argentina, Diego Maradona.