Arquivo da tag: Serra da Mantiqueira

Campos do Jordão vai destacar comédias de Cinema

 

I Festival Internacional de Cinema Mais de 150 filmes inscrevem-se no I Festival Internacional de Cinema de Campos do Jordão – FESTCOM
 
Entre os dias 27 de abril e 5 de maio, a Sétima Arte vai subir a Serra da Mantiqueira para a primeira edição do Festival Internacional de Cinema de Campos do Jordão. 

A comédia é o fio condutor do festival, que recebeu inscrições de mais de 150 produções nacionais e internacionais para a mostra competitiva. Os filmes, em fase de seleção pelo curador do festival, André Sturm, diretor do Museu da Imagem e do Som – MIS-SP, serão exibidos em sessões gratuitas (www.cinemaemcamposdojodao.com.br).

Além da mostra competitiva, haverá homenagem ao centenário de Amácio Mazzaropi, com a exibição de filmes que fazem uma retrospectiva da carreira do Jeca-Tatu. Será exibido também o longa Tapete Vermelho (2006), estrelado por Matheus Nachtergaele, mais um tributo a um dos maiores comediantes do cinema brasileiro. Os 50 anos de morte de Marilyn Monroe também serão lembrados, com a apresentação da premiadíssima comédia musical Quanto Mais Quente Melhor (1959), do cineasta Billy Wilder.

Mazzaropi será alvo de homenagem em Campos do Jordão…

Para a criançada, o Festival reservou uma seleção de filmes de humor, sucesso nos dez anos da Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis. Eles também serão exibidos, gratuitamente, para 14.000 alunos de escolas da rede pública de ensino.

Palestras e oficinas de audiovisual e animação fazem parte da programação especial. As crianças poderão criar um pequeno filme de animação e o público interessado poderá optar por conhecer um pouco mais sobre o mundo do cinema. O produtor Antônio Leal, vice-presidente do Fórum dos Festivais, fala sobre A importância dos Festivais de Cinema para as Cidades que os Sediam, com um panorama sobre os principais eventos do gênero e sua repercussão econômica e social. O diretor e produtor Henrique de Freitas Lima, sócio da Cinematográfica Pampeana, fala sobre Coproduções Internacionais com foco no Mercosul e As diversas fontes de fomento do audiovisual brasileiro. O cineasta e curador do festival, André Sturm, apresenta o tema Cinema de Comédia, focado na participação do gênero cinematográfico no cenário audiovisual do Brasil.

Competição

O público será o grande protagonista da mostra competitiva. Os dois prêmios mais importantes do festival serão escolhidos por voto popular: melhor longa-metragem – R$ 30 mil, e melhor curta-metragem – R$ 5 mil. O júri convidado é composto por expoentes do cinema nacional como a diretora Tata Amaral, a produtora Denise Gomes, a atriz Luciene Adami, o diretor Henrique de Freitas Lima e o cineasta Paulo Sacramento, que vão eleger outros cinco curtas, com prêmios individuais de R$ 3 mil.

Dos filmes inscritos, serão selecionados 15 longas e 15 curtas para a mostra competitiva. A programação completa do festival será divulgada depois do dia 13 de abril, depois da seleção dos filmes concorrentes.

O Festival Internacional de Cinema de Campos do Jordão é uma realização da Confraria da Comunicação e da Kling & Associados, com apoio do Governo do Estado de São Paulo, por meio do Programa de Ação Cultural (PROAC), e patrocínio do Instituto Elektro, Lorenzetti, Aché, Clariant, Lenovo e Baden Baden.

Rubens Ewald Filho no Festival da Mantiqueira

 Com dez títulos à venda no estande da Livraria da Vila, sendo sete deles da Coleção Aplauso e um vencedor do prêmio Jabuti, a Imprensa Oficial do Estado de São Paulo participa, a partir de sexta, do III Festival da Mantiqueira – Diálogos com a Literatura. O evento vai até domingo (30) em São Francisco Xavier, distrito de São José dos Campos, no interior do estado.

 

Rubens Ewald Filho, idealizador da Coleção Aplaso, vai abrilhantar o festival da Mantiqueira. Viva RUBENS !

Organizador da Coleção APLAUSO, Rubens Ewald Filho mediará mesa no domingo (30), às 10h30, sobre biografias, com a participação dos autores Paulo César de Araújo e Guilherme Fiúza.

Lançada em 2004 pela Imprensa Oficial do Estado de São Paulo com o objetivo de registrar a história das artes cênicas nacionais e de seus principais protagonistas, a Coleção Aplauso já tem mais de 200 títulos publicados. Em sua maioria, perfis dos principais atores, atrizes, diretores do cinema, teatro e da televisão  brasileira..

 

Joana Fomm é figura central de um dos livros a ser lançado

Na Livraria da Vila estarão à venda dez títulos que a Imprensa Oficial escolheu para o festival. Sete deles são da coleção Aplauso: as biografias de Cleyde Yáconis, Etty Fraser, Joana Fomm, Louise Cardoso, Miriam Mehler, Silvio de Abreu e Raul Cortez. Dois são os recém-lançados Paulo Francis – Polemista Profissional, que faz parte da Coleção Imprensa em Pauta, e As Artes de Carybé, coeditado com o Museu Afro Brasil e o Instituto Carybé. Completando a seleção, Resmungos, de Ferreira Gullar, obra vencedora do 49º prêmio Jabuti na categoria Livro do ano – ficção.