Arquivo da tag: Tévez

Técnico Argentino Precisa ‘Enxergar’ Jogadores

Aplaudidos pela torcida no estádio Ciudad de La Plata, MESSI e Tevéz foram prejudicados no jogo de ontem contra a Bolívia.

Além de super marcado, como sempre, MESSI ñ tinha para quem passar seus dribles fantásticos – Banega e Lavazzi, embora corretos e se esforçando muito, não estão à altura de acompanhar o craque em campo – e não adianta alguns comentaristas ficarem querendo tirar o brilho e ofuscar a COMPETÊNCIA EXTREMADA do campeoníssimo do mundo. É Bola Fora ! VIVA MESSI !!!

Tevéz, que quase não jogou a Copa América por conta de diferenças com o técnico Sergio Batista, continuou mostrando seu estilo de craque aguerrido e fez bonito em campo.


O técnico é quem precisa mudar, com urgência, a forma de armar o time porque não dá pra querer fazer. de alguns, heróis com prazo vencido.

A ‘vizeira” que Batista está usando é tamanha que ele deixou um craque do calibre de AGÜERO no banco… como é que pode ? Foi só o homem entrar que lá veio Gol ! E uma sucessão de belos ataques !

Acorda, Batista, faz favor !

MESSI não pode tudo sozinho: jogador precisa ter chance de atuar ao lado de equipe entrosada

A torcida Argentina, como não podia deixar de ser, apoiou o time em todo o jogo, aplaudindo, cantando e gritando palavras de estímulo.

Vamos a ganar !

Argentino CONCA Dá Vitória ao FLUMINENSE !!!

Fluminense é campeão

Não torço FLU mas vários amigos torcem e estou feliz por eles e pela bela trajetória que o time fez até chegar à consagradora vitória de hoje.

Entre estes diletos amigos, Marcelo Janot (que não dormiu um segundo aguardando pro este dia !), Denise Del Cueto, Tetê Mattos, meu mano João Neto e o querido Mestre Artur da Távola, que deve estar vibrando de onde estiver…

O melhor de tudo foi ver o estádio inteiro aplaudindo o sensacional craque argentino CONCA de pé, e o jogador sendo carregado nos braços pelos companheiros de clube e torcedores, que não se cansam de elogiar CONCA, consagrado como O MELHOR JOGADOR deste BRASILEIRÃO.

Mais uma vez, time brasileiro se sagra CAMPEÃO com indiscutíveis e magnânimas jogadas de artilheiros argentinos. Foi assim também com Tevéz, ao tempo do Corinthians…

Ave, CONCAAAAAAAAAAA !!! SARAVÁ, ARGENTINA !!!

Uma Estátua para MARADONA

O deputado argentino Juan Cabandié está propondopropôs nesta a construção de um monumento em homenagem a Diego Armando Maradona. O político diz que o técnico da seleção da Argentina na última Copa do Mundo é um ícone da cultura popular do país.

Cabandié apresentou o projeto de lei para que seja autorizada a obra do monumento nas imediações da ponte La Noria, no bairro de Villa Riachuelo, na zona sul da cidade.

Segundo o projeto, “Maradona se transformou em um ícone da cultura popular argentina. Com seus defeitos e virtudes, com erros e acertos, e com os mesmos tropeços de qualquer pessoa, conseguiu se sobrepor a todas as alternâncias da vida, com um espírito de luta que merece ser destacado”.

Na opinião do deputado, apesar de todo o nome que tem no meio esportivo, o ex-atleta faz de tudo para colaborar com seus colegas de futebol.

Lionel Messi e Maradona: amizade pralém dos gramados

“Embora tenha tudo a seu alcance, Maradona defende o tempo todo os interesses dos principais protagonistas do esporte: seus companheiros, os jogadores. Em busca disso, enfrentou dirigentes, políticos e poderosos interesses”, diz o político.

O projeto sustenta que Maradona é um fenômeno social” e que “sua referência popular excede o âmbito esportivo”.

Cabandié lembrou também que o campeão mundial em 1986 sempre procurou ajudar os mais pobres.

“Ele [Maradona] encarnou os desejos dos que têm pouco, dos que nunca festejaram, dos eternos abandonados pela história e que viram representados nele seus desejos de uma vida melhor”, afirma.

Apesar de perder para a Alemanha (4 a 0) nas quartas de final da Copa, tanto Maradona quanto os jogadores foram recebidos por milhares de torcedores com muita festa em Buenos Aires.

Carlitos Tevéz e Maradona: cumplicidade e apoio mútuo

“O povo argentino demonstrou que, quando o assunto é Maradona, os resultados já não importam. Mesmo tendo sido eliminado nas quartas, com uma goleada, milhares de pessoas foram às ruas para recebê-lo junto aos 23 jogadores”, lembra Cabandié.

Assinamos embaixo o que diz Cabandié.

E VIVA MARADONA, El Pibe de Oro !

Maradona e o Tango Final…

 
    Fica como a mais tocante, triste, cruel, DEVASTADORA imagem da Copa 2010 a tristeza incomparável de Maradona na coletiva à imprensa, pós-derrota pra Alemanha…

Poderá haver semblante mais insólito, tocante e peculiar ao clima dos mais lindos TANGOS (aqueles que de tão belos não se pode nem ouvir porque o coração cai arrebentado, sem chance de segundo tempo ?)  do que o do inolvidável técnico/craque/jogador argentino durante a COLETIVA “cruel” pós-jogo final da Copa ?  

Ver MARADONA arrasado daquele jeito é como sentir o tapete lhe fugindo dos pés… E pensar na tristeza colossal que toma conta da alma platina da seleção de Messi, Tevéz, Higuaín, Milito, Verón, Agüero, Mascherano, Burdisso, Palermo… todos eles… é TRISTEZA DEMAAAISSSSSSSSSSS

   

 Vontade de estar perto de MARADONA, por quem tanto torcemos nesta Copa … vontade de dizer aos aguerridos jogadores argentinos que eles foram BRILHANTES em campo, que chegaram à África como uma seleção desacreditada e saem como “a seleção favorita”, responsável pelo mais difícil e mais disputado jogo deste Mundial.
 
     O grupo comandado por Maradona, Mancuso, Messi, Tevéz, Mascherano e Verón jogou com impressionante vontade de virar, de seguir adiante, de não esmorecer e isso foi/é lindooooo… os aregntinos deixam os campos da África do Sul de cabeça erguida, com uma partida muito bem jogada – onde tiveram pouca sorte (foram muitos os chutes a gol, com um gol impedido de Higuaín), muitos passes brilhantes (sobretudo de Messi e Tevéz) e onde não esmoreceram nem perderam a Dignidade, nunca. Nada de machucar ninguém nem desistir de lutar.
 
       

  Isso é a raça Argentina. Os alemães são como tanques blindados: se preparam sempre como se fossem disputar um LUGAR NA VIDA, qual FUZIS num campo de guerra… dá até arrepio vê-los em campo, jogando de PRETO… parecem arrastar consigo uma infindável energia negativa…

  
 Mas tinham melhor preparo físico, jogaram melhor… fazer o quê ?!


 
         Tentar ir ver um jogo da seleção platina em Buenos Aires

Carlitos Tevéz: brilhante em campo, em todos os jogos…
 
        Agora somos Uruguai, ademais pelo querido Loco Abreu, do nosso Botafogo, embora acreditemos numa final Holanda e Alemanha… e Alemanha vence.

                 

MARADONA: Craque montou equipe coesa e solidária

 

                                ADELANTE, COMPANHEROS !
 
Há que aprender a levantar depois da queda. Assim é a vida. Como uma nota recorrente de um tango de Gardel…

Argentina se prepara com serenidade

 

Em dia de folga, Maradona recebe Danny Jordan na concentração

maradona danny jordan

Maradona e Jordan se encontram na concentração
argentina em dia de folga  (Foto: Reprodução/Olé)

A três dias do jogo contra a Alemanha, os jogadores argentinos foram contemplados com uma tarde de folga. Depois de um leve trabalho físico pela manhã, os comandados de Maradona almoçaram e foram liberados para aproveitar a tarde desta terça-feira em Pretória. Quem apareceu na concentração sul-americana foi o presidente do Comitê Organizador da Copa, Danny Jordan, que fez uma visita ao treinador da Argentina em retribuição ao apoio manifestado por Maradona à organização do Mundial.

Enquanto Jordan e Maradona se encontravam, Messi e Palermo tratavam de seguir rumo ao bairro onde estão hospedados seus familiares, assim como fez boa parte dos atletas. Já os jogadores Heinze, Mascherano e Verón optaram por aproveitar a tarde nas dependências da concentração argentina.

Agüero e Lionel Messi sob o comando de Maradona: MESSI é a grande preocupação da equipe alemã
Por GLOBOESPORTE.COM Pretória, África do Sul

“MARADONA é Insuperável”

Quem diz é o zagueiro alemão Arne Friedrich, que aguarda com grande expectativa a próxima partida de sua seleção pela Copa do Mundo.

O primeiro motivo, é claro, se refere ao desafio de ajudar sua equipe a dar mais um passo rumo ao quarto título mundial. O segundo, informa nesta terça-feira o site oficial da Fifa, é ligado a sua grande admiração pelo técnico da equipe adversária, Diego Armando Maradona, que comandará a Argentina no confronto das quartas de final do torneio contra a Alemanha.

Segundo o site da Fifa, que cita declarações do jogador ao portal oficial da Federação Alemã de Futebol, o atleta acredita que Maradona é a grande atração do Mundial. “Como jogador, e agora como técnico, ele é insuperável. Para mim, ele foi o maior jogador de futebol que já existiu, e vai permanecer nessa condição. Desta forma, mesmo indiretamente, é ótimo o confronto com ele, e será mais bonito ainda se ganharmos de seu time”, diz Friedrich.

Carlitos Tevéz: jogadas sensacionais no Mundial

De acordo com as informações divulgadas, o zagueiro considera a Argentina um adversário superior individualmente, mas aposta na força coletiva da equipe alemã para a vitória. “A Argentina é a favorita”, afirma o zagueiro, que destaca, entre os atletas adversários, os atacantes Lionel MessiCarlos Tevez. “Porém, temos que fazer com que o time seja capaz de apresentar soluções criativas. Estamos coesos, como equipe, e mostramos até agora capacidade de nos mantermos assim frente às seleções que enfrentamos”, acrescentou.

Alemanha e Argentina se enfrentam no próximo sábado, às 11h, na Cidade do Cabo, pelas quartas de final do Mundial da África do Sul.

Toda a nossa TORCIDA e preces indormidas pela VITÓRIA da brilhante seleção comandada por MARADONA.

Só ouvir, durante todo este período do Mundial, em todas as transmissões televisivas onde o futebol é destaque, que “Argentina é a favorita”, “Argentina é a melhor seleção até agora”, “Argetnina é a grande favorita do Mundial” – sobre uma seleção que chegou à Copa desacreditada, já é um som paralâmico em nossos ouvidos atentos e apaixonados.

Fora do time contra a Coreia do Sul, Maradona beija Verón, após substituição no jogo contra Nigéria

Maradona beija Verón após partida contra a Nigéria,  seu estilo habitual de tratar os jogadores

Só por estar assim, e continuar em campo, despertando a máxima atenção até dos adversários, a seleção de MARADONA, MESSI, TEVÉZ, PALERMO, Agüero, Milito, Di Maria, Mascherano, Higuain, Heinze, Sérgio Romero, Gutiérrez, Samuel, Mancuso e toda a trupe da alviceleste, já é CAMPEÃ.

 SARAVÁAAAAAAAAA !!!

Adelante, Companheros ! E vamos a ganar !

Maradona Prepara Argentina

 

 maradona romero argentina

Maradona e o carinho em Romero: goleiro será
um dos poucos mantidos no time (Foto: AP)

Vem aí uma nova Argentina na Copa do Mundo. Mas só por uma partida. Após o treino deste domingo, o técnico Diego Maradona deu a entender que vai fazer sete mudanças no time para a partida contra a Grécia, na terça, válida pela terceira rodada do Grupo B.

Com a classificação praticamente garantida, o treinador levou quase ao pé da letra a expressão “Messi e mais 10”. Manteve o craque no ataque e trocou quase todo o resto da equipe.

O lateral Jonás Gutiérrez, que cumpre suspensão por ter levado o segundo cartão amarelo contra a Coreia do Sul, será substituído por Nicolás Otamendi. Todas as outras trocas serão por questões físicas. O objetivo é dar descanso a alguns titulares e recuperar jogadores com problemas de lesão.

O zagueiro Samuel, que sente dores na perna esquerda, deve dar lugar a Burdisso, que já o tinha substituído na partida da última quinta, contra os sul-coreanos. A defesa terá outra mudança: Clemente Rodríguez entra no lugar de Gabriel Heinze, autor do primeiro gol da Argentina no Mundial, contra a Nigéria.

maradona romero argentina
Garantido, Messi (à esquerda) terá a companhia de
Verón e Agüero no jogo contra a Grécia (Foto: AP)

No meio campo, Maradona deve escalar Juan Sebastián Verón, que tinha sido poupado contra a Coreia do Sul. Mario Bolatti, que entrou no segundo tempo do último jogo, também ganhará uma chance como titular.

Agüero: genro de Maradona escalado contra a Grécia

No ataque, só Messi será mantido. O camisa 10, que tem sido o melhor jogador da Argentina até agora na Copa, ganha mais uma chance de brilhar na África do Sul. Gonzalo Higuaín, autor de três gols na última partida, sai para a entrada de Diego Milito. Carlos Tevez, que também atuou bem contra os sul-coreanos, será poupado e abrirá espaço para Sergio Agüero, genro do treinador.

O time titular contra os gregos, portanto, deve ser: Romero, Otamendi, Demichelis, Burdisso e Clemente Rodríguez; Maxi Rodríguez, Verón e Bolatti; Messi, Agüero e Milito.

ARGENTINA Brilha e Faz Vibrar Torcedores

Higuain comemora o primeiro dos seus três gols na vitória sobre a Coréia do Sul
Depois de uma vitória apertada sobre a Nigéria na estreia, a Argentina venceu e convenceu na segunda rodada. Com um futebol bonito e vibrante, o time de Maradona bateu a Coreia do Sul por 4 a 1, com destaque para a atuação do camisa 9 Higuain, que fez três e só não marcou mais um por puro preciosismo. O primeiro gol dos hermanos foi contra e Chung-Yong marcou o “de honra” para os asiáticos.

O resultado manteve a seleção argentina na liderança do grupo B, com seis pontos. Assim, os hermanos estão praticamente classificados, precisando apenas de um empate na terceira rodada, contra a Grécia, na próxima terça. Já os sul-coreanos, com três pontos, ainda lutam pelo segundo lugar do grupo e decidem seu futuro na Copa contra a Nigéria.

Desde o início, a Argentina imprimiu ao jogo o seu ritmo, sufocando os rivais no seu próprio campo. O primeiro gol não demorou a sair. Aos 16, Messi cruzou para a área, a bola bateu na canela de Park Chu-Young e foi contra o patromônio: 1 a 0.

Os argentinos poderiam ter ampliado aos 24 e 27, com Higuain e Tevez, respectivamente. Na primeira jogada, o atacante errou a bicicleta após boa jogada do ataque. Em seguida, em cobrança de falta, Messi tirou da barreira para o meia, que soltou uma bomba, por cima do gol.

O craque LIONEL MESSI: presente em toda a partida, armando os melhores lances para a criação dos gols da vitória

O segundo, finalmente, saiu aos 32. Maxi Rodrigues cruzou para Higuain marcar, de cabeça. Aos 44, Messi “vestiu a 10 do Barcelona”, driblou quatro adversários e deu uma “cavadinha”, tirando do goleiro. A bola passou muito perto.

Quando tudo indicava que o jogo iria para o intervalo com a Argentina vencendo por 2 a 0, Demichelis bobeou na frente da zaga e Lee Chung-Yong aproveitou para diminuir.

TEVEZ tem impressionante atuação, brilhando no ataque ao lado de MESSI e Higuain… SARAVÁ !!!

No início da etapa final, em nova falha da zaga argentina, a Coreia do Sul quase empatou. Ki-Hun recebeu livre na cara de Romero mas chutou na rede pelo lado de fora. Foi a grande chance dos asiáticos.

A Argentina seguiu pressionando, mas o terceiro gol, que deu mais tranquilidade à equipe, só saiu aos 31. Messi fez boa jogada pela esquerda, invadiu a área e bateu cruzado. O goleiro Jung Sung-ryong fez ótima defesa com o pé, mas a bola voltou para o craque do Barça, que tentou de novo e dessa vez acertou a trave. No novo rebote, a bola sobrou para Higuain, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol. A goleada se consolidou pouco depois, aos 34. Messi recebeu no meio, deu um passe magistral para Agüero que cruzou na cabeça de Higuain, que marcou o terceiro gol dele na partida. .

MESSI, Tévez e Higuaín no Ataque Argentino

O técnico da seleção argentina, Diego Maradona, deu indícios de que pretende escalar uma equipe ofensiva para a estreia diante da Nigéria no próximo sábado, às 11h (de Brasília), no Ellis Park, em Johannesburgo, pela primeira rodada do Grupo B da Copa do Mundo.

Nesta terça, o treinador escalou a equipe com um trio ofensivo formado por Higuaín, do Real Madrid, Carlitos Tévez, do Manchester City, e Lionel Messi, do Barcelona. Os três jogadores ainda têm o auxílio do meia Di María.

A equipe titular ainda teve o meio de campo formado por Mascherano, Verón e Jonás Gutiérrez. Já o setor defensivo teve Heinze, Samuel e Demichelis, enquanto, no gol, Sergio Romero ganha pontos para ser o titular.

Higuaín, um dos grandes do ataque argentino

Com essa ideia na cabeça, o técnico organizou um treino em que colocou a defesa e o ataque considerados titulares em lados opostos. Os jogadores de frente se deram melhor e ainda tiveram direito a chutar bolas nos perdedores, que, como castigo, ficaram perfilados na linha do gol.

O treino dos argentinos hoje foi marcado pela descontração. No rachão, o time que perdeu foi obrigado a pagar um castigo: todos ficaram na linha do gol, de costas e agachados, para serem bombardeados por chutes dos jogadores do time vencedor.

Vídeo da TV UO (www.folha.com.br) mostra que, no meio desse “fuzilamento”, sobrou até para o técnico da Argentina, Diego Maradona.

A Serenidade de MESSI

Confira palavras de Messi em entrevista, logo que sleção argentina chegou à Universidade de Pretória, onde está concetrada para a Copa

Quando um argentino chegava a outro país, sempre falavam de Ma­­radona. Agora, falam de Ma­­ra­­dona e Messi. É uma responsabilidade a mais, não?

Não, não é mais responsabilidade. É uma coisa muito linda ser si­­nônimo de Argentina. Mas tomo isso com muita tranquilidade. Sei que há outros jogadores com essa referência dentro do plantel.

Este será o seu Mundial?

Espero que seja o Mundial da Argentina. Que seja uma coisa boa para ela e não apenas para mim. Não penso em ser o melhor da Copa, o importante é somar e que a Argentina seja a campeã do mundo. Nem no Barcelona faço as coisas sozinho. Aqui é igual. Temos grandes jogadores, não apenas um, e temos de aproveitar isso.

Valterci Santos/ Gazeta do Povo – enviado especial / “Para a Argentina só serve ser campeã do mundo. Não adianta nada chegar à final e não vencer. Mas temos de ir com tranquilidade e não meter pressão. Sabemos que ho­­je os fa­­vo­­ri­­tos são os outros e temos de começar do zero, com tranquilidade.” 

Maradona com Tevez e Messi nos treinos