Arquivo da tag: vencedores Festival de Brasília

Céu Mineiro Ganha Brasília

 

O Céu sobre os Ombros é o Grande Vencedor do Festival de Brasília

Filme de Sérgio Borges foi escolhido como o MELHOR pelo júri oficial do 43º Festival de Brasília.

A produção embaralha ficção e documentário ao acompanhar a vida de três pessoas em Belo Horizonte.

O longa recebeu também o prêmio especial do júri, destinado aos personagens/atores, e os troféus de melhor diretor, roteiro e montagem.

Pelo júri popular, o escolhido foi o filme Amor?, dirigido por João Jardim.

Outros destaques foram os filmes “Os Residentes” (quatro Candangos) e “Transeunte” (três Candangos) e “A Alegria” (dois Candangos).

  Divulgação  
Cena do filme "O Céu sobre os Ombros"
Cena de O Céu sobre os Ombros, de Sérgio Borges: Melhor Filme do Festival de Brasília

Lista completa de Vencedores:

PRÊMIOS OFICIAIS – TROFÉU CANDANGO

Longa-metragem em 35mm

Melhor filme (júri oficial) – R$ 80.000,00: “O Céu sobre os Ombros”, de Sérgio Borges

Prêmio Especial do Júri – R$ 30.000,00: Aos personagens/atores do filme “O Céu sobre os Ombros”

Melhor direção – R$ 20.000,00: Sérgio Borges, por “O Céu sobre os Ombros”

Melhor ator – R$ 10.000,00: Fernando Bezerra, de “Transeunte”

Melhor atriz – R$ 10.000,00: Melissa Dullius , de “Os Residentes”

Melhor ator coadjuvante – R$ 5.000,00: Rikle Miranda , de “A Alegria”

Melhor atriz coadjuvante – R$ 5.000,00: Simone Sales De Alcântara, de “Os Residentes”

Melhor roteiro – R$ 10.000,00: Manuela Dias e Sérgio Borges por “O Céu sobre os Ombros”

Melhor fotografia – R$ 10.000,00: Aluizio Raulino, por “Os Residentes”

Melhor direção de arte – R$ 10.000,00: Gustavo Bragança, de “A Alegria”

Melhor trilha sonora – R$ 10.000,00: Andre Wakko, Juan Rojo, David Lanskylansky e Vanessa Michellis por “Os Residentes”

Melhor som – R$ 10.000,00 e ainda Prêmio Dolby: consiste na licença para usar o sistema de som dolby (equivalente a quatro mil dólares): Som Direto, Edicão de Som e Mixagem de “Transeunte”

Melhor montagem – R$ 10.000,00: Ricardo Pretti, de “O Céu sobre os Ombros”

Curta ou média-metragem em 35mm

Melhor filme (júri oficial) – R$ 20.000,00: “Acercadacana”, de Felipe Peres Calheiros

Premio especial do júri: “Braxília”, de Danyella Proença

Melhor direção – R$ 10.000,00: Gabriel Martins e Maurilio Martins, de “Contagem”

Melhor ator – R$ 5.000,00: Vinny Azar e Ícaro Teixeira, por “A Mula Teimosa e o Controle Remoto”

Melhor atriz – R$ 5.000,00: Dira Paes, de “Matinta”

Melhor roteiro – R$ 5.000,00: Danyella Proença, de “Braxília”

Melhor fotografia – R$ 5.000,00: Yuri Cesar, de “Cachoeira”

Melhor direção de arte – R$ 5.000,00: Maíra Mesquita, de “Fábula das Três Avôs”

Melhor trilha sonora – R$ 5.000,00: Puriki e índios do alto rio negro, de “Cachoeira”

Melhor som – R$ 5.000,00: Som Direto, Edicão de Som e Mixagem de “Matinta”

Melhor montagem – R$ 5.000,00: Paulo Sano de “Acercadacana”

Curta-Metragem Digital

Melhor Filme (Júri Oficial) – R$ 15.000,00: “Traz Outro Amigo Também” de Frederico Cabral

Melhor Direção R$ 10.000,00: Pablo Lobato, pelo filme “Queda”

Melhor Ator – R$ 5.000,00: Emanuel Aragão, por “Só Mais um Filme de Amor”

Melhor atriz – R$ 5.000,00: Ketellen Coutinho, por “Tempo de Criança”

Melhor Roteiro – R$ 5.000,00: Samir Machado de Machado, por “Traz Outro Amigo Também”

Melhor Fotografia – R$ 5.000,00: Carol Matias e Elias Guerra, por “Entrevãos”

Melhor Direção De Arte – R$ 5.000,00: Daniel Banda, por “O Filho do Vizinho”

Melhor Trilha Sonora – R$ 5.000,00: Lucas Marcier, por “Tempo de Criança”

Melhor Som – R$ 5.000,00: O Grivo, por “Queda”

Melhor Montagem – R$ 5.000,00: Alberto Feoli, por “Traz Outro Amigo Também”

PRÊMIO JÚRI POPULAR

Melhor longa-metragem em 35mm R$ 30.000,00 e ainda Prêmio exibição TV Brasil – R$ 30 mil ao melhor longa-metragem e o título premiado integrará a programação da emissora: “Amor?”, de João Jardim

Melhor curta-metragem em 35mm R$ 20.000,00 e ainda Prêmio Megacolor/ Estudios Mega – R$ 8.000,00 em serviços do Estudios Mega e R$10.000,00 em serviços do Megacolor: “Braxília”, de Danyella Proença

OUTROS PRÊMIOS

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL

Melhor longa em 35mm classificado em 1º lugar – R$ 75.000,00 e ainda Prêmio Quanta – R$ 10.000,00 em equipamentos de iluminação e maquinaria: “O Mar de Mário”, de Reginaldo Gontijo e Luiz F. Suffiati

Melhor longa em 35mm classificado em 2º lugar – R$ 35.000,00: SEM CONCORRENTE

Melhor média ou curta em 35mm classificado em 1º lugar – R$ 20.000,00 e ainda Prêmio Quanta – R$ 8.000,00 em equipamentos de iluminação e maquinaria: “Profana Via Sacra”, de Alisson Sbrana

Melhor média ou curta em 35mm classificado em 2º lugar – R$ 10.000,00: “Ratão”, de Santiago Dellape

Melhor filme Digital R$ 10.000,00 e ainda Prêmio Quanta – R$ 4.000,00 em equipamentos de iluminação e maquinaria: “A Menor Distância Entre Dois Pontos”, de Breno Nina e Elias Guerra

AQUISIÇÃO CANAL BRASIL

Cessão de um Prêmio de Aquisição, no valor de R$ 15.000,00, ao Melhor Curta 35mm selecionado pelo júri Canal Brasil: “A Mula Teimosa e o Controle Remoto”, de Hélio Villela Nunes

PRÊMIO DA CRÍTICA – TROFÉU CANDANGO

Melhor longa 35mm: “Transeunte”, de Eryk Rocha

Melhor curta em 35mm: “A Mula Teimosa e o Controle Remoto”, de Hélio Villela Nunes

PRÊMIO CONTERRÂNEOS

Melhor Documentário do Festival: “Zé[s]”, de Piu Gomes

PRÊMIO ABCV/ESTÚDIOSMEGA E MEGACOLOR

Melhor curta em 35mm: “Ratão”, de Santiago Dellape

PRÊMIO ABCV DF 2010

Argemiro Gomes de Andrade Jr.

PRÊMIO VAGALUME

Melhor Longa 35mm: “Amor?”, de João Jardim

Melhor Curta 35mm: “Café Aurora”, de Pablo Pólo

PRÊMIO SARUÊ

O elenco de “O Céu sobre os Ombros”: Everlyn Barbin, Lwei Bakongo e Murari Krishna

MARCO ANTÔNIO GUIMARÃES – TROFÉU CANDANGO

Filme que melhor utilizar material de pesquisa cinematográfica brasileira: “De Bem com a Vida – Carlos Elias e o Samba em Brasília”, de Leandro Borges