Arquivo da tag: ver cinema brasileiro em Araxá

PANORÂMICARAXÁ 4: ainda imagens do Araxá Cine Festival

AURORA DE CINEMA direto do Araxá Cine Festival

O imponente Tauá Grande Hotel & Termas de Araxá, que hospedou todos os convidados do Araxá Cine Festival

Estar em Araxá foi uma experiência especialmente feliz, que de tão leve e bacana, pode até ser chamada de Mágica.

Motivada pelo honroso convite de minha querida amiga Débora Torres, mulher aguerrida, cineasta determinada, e exímia produtora executiva, Débora idealizou um festival de cinema para a cidade mineira, e há três anos, vinha alimentando com fartura de boas ideias e incrível disposição para o trabalho, o sonho de plantar, regar e ver crescer um festival de cinema ali.

E assim foi. De 10 a 16 de setembro deste 2012, Araxá se viu transformada em Capital do Cinema Brasileiro.

A calmaria e a beleza estonteante do Grande Hotel e seu entorno…

Cineasta Aluizio Abranches ministrou workshop super concorrido…

Belezas de Araxá são naturalmente cinematográficas…

Secretária Alda Sandra e um presente de Araxá para Murilo Rosa…

Oscar Magrini entrega Troféu Araxá Terra do Sol para Tizuka Yamazaki…

Débora Torres e Alberto Araújo chegando ao Cine Teatro Tiradentes…

O diretor de Arte, Oswaldo Lioi, recebe homenagem das mãos do cineasta Alberto Araújo…

Oswaldo Lioi agradece homenagem e ressalta importância do Araxá Cine …

Alberto Araújo, Patrícia Naves, Odair Fialho e Berenice Lamônica…

Antônio Leão autografa seu festejado Dicionário de Curtas e Médias

Aurora Miranda Leão autografa o livro do pai (LG de Miranda Leão), Ensaios de Cinema, organizado por ela…

O Embaixador Lauro Moreira agradece Homenagem do Araxá Cine Festival

Júlio Carvana apresenta o filme do pai, Não se preocupe, nada vai dar certo

Flavinho Guarnieri e Carla atravessam o Tapete Vermelho do Araxá Cine

Mallu Moraes: elegância no Tapete Vermelho do Araxá Cine Festival…

O realizador araxaense Juliano Guerra e a jornalista Aurora Miranda Leão…

Denise Fraga e Roberto Carlos Ramos, o “Contador de Histórias” do filme homônimo de Luís Villaça…

Denise Fraga, Aurora Miranda Leão e Ju Colombo: mulheres de Cinema em Araxá…

Araxá na tela: VAZIO CORAÇÃO terá pré no Araxá Cine Festival

AURORA DE CINEMA na cobertura do ARAXÁ CINE FESTIVAL

O Grande Hotel Termas de Araxá, cenário de cinema que vai abrigar o I Araxá Cine Festival…

O filme Vazio Coração, que teve 80% das cenas gravadas em Araxá, no Alto Paranaíba, é uma das mais aguardadas atrações da noite de abertura do I Araxá Cine Festival. O filme de Alberto Araújo terá uma prévia lançada para convidados e público do Festival que vai tornar Araxá a Capital do Cinema Brasileiro, a partir desta segunda, 10 de setembro.

Pontos turísticos e ruas de Araxá fazem parte de 80% do filme. A produção-executiva é da também cineasta Débora Tôrres e o elenco vai estar presente nesta noite de lançamento festivo no Tauá Grande Hotel e Termas de Araxá, onde também se passam algumas cenas.

Um dos ambientes do Grande Hotel de Araxá, já em clima de Cinema…

As primeiras cenas foram rodadas durante a 48ª edição da Feira Agropecuária de Uberlândia (Camaru), quando o protagonista, o ator Murilo Rosa, subiu ao palco do parque de exposições, interpretando o cantor Hugo Kari.

Murilo Rosa vive Hugo Kari e ‘assume’ seu lado cantor…

De Uberlândia, o elenco seguiu para Araxá, Patrocínio e Brasília. Murilo Rosa cantou a música Ouça Bem, um pop sertanejo, de autoria de Willian Borjazz e do próprio diretor, Alberto Araújo. Mas cantar não foi novidade para o ator, que iniciou carreira em 1993, no teatro, com o musical A Gente Não Tem Cara de Babaca, sobre a vida de Gonzaguinha. “Eu canto sempre e tenho uma voz razoável. Mas lá no palco, meu personagem me protegeu. Estive como ator, não como cantor”, disse Murilo Rosa.

Murilo Rosa, Oscar Magrini, Alberto Araújo e Othon Bastos nos bastidores das filmagens de Vazio Coração

Conforme a produção prometera, Vazio Coração será visto, pela primeira vez, pela própria cidade de Araxá. Com investimento da Prefeitura Municipal da cidade mineira, o longa-metragem de 90 minutos conta com atores bastante conhecidos e de trabalho aplaudido pelo grande público, como o já citado  Murilo Rosa, Othon Bastos, Lima Duarte, Bete Mendes, Oscar Magrini, Larissa Maciel, e ainda o Embaixador Lauro Moreira.

Murilo Rosa conversa com a produtora Débora Tôrres…

O filme Vazio Coração é também uma espécie de retorno às origens do elenco. Murilo Rosa retorna a Brasília, e Patrícia Naves a Patrocínio. O diretor Alberto Araújo, natural de Coromandel, mas radicado em Goiânia, diz ter uma relação forte com a região, onde há 20 anos gravou o curta Minha Senhora Solidão, vencedor do 1º Festival Latino Americano de Florianópolis: “Este é meu segundo filme e coincidentemente em Araxá. Quando pensei na cena do show, não tive dúvida que seria em Uberlândia”.

Segundo Débora Torres, produtora-executiva do longa, 80% do filme acontece em Araxá, passando pelo Grande Hotel, Museu da Dona Beja e pelas paisagens do Horizonte Perdido.“Foi lindo lá, com imagens de parapentes, asas deltas”.

Segundo Murilo Rosa, que não esconde a satisfação por protagonizar mais um longa, “É um filme familiar e fala dessa liberdade em escolher o que se quer ser. Nunca vivi isso… meu pai, Odair, é meu empresário e sempre me apoiou”.

A população de Araxá colaborou com a realização de Vazio Coração

Rodado no segundo semestre de 2010, o filme movimentou a cidade da Dona Beja. Oitenta pessoas da equipe técnica e atores, além de quase três mil figurantes do município, fizeram dos pontos turísticos e ruas da cidade de locações para as filmagens.

Lima Duarte e Alberto Araújo no set do filme rodado em Araxá e cidades vizinhas…

Vazio Coração  conta a história de Hugo Kari, cantor brasileiro de renome nacional que resolve fazer uma pausa em sua atribulada agenda para se encontrar com o pai, o embaixador Mário Meneses, no Grande Hotel Termas de Araxá, onde a família passava férias, quando Hugo era criança. Ali, naquele cenário bucólico, de boas recordações para ambos, filho e pai  tentam colar os cacos de uma relação, quebrada por desencontros de sonhos, ideais e uma tragédia que os marcou para sempre. Mas Hugo não imagina o quanto precisará  cavar para reabrir o túnel sob essa montanha de sentimentos que os separa.  Vazio Coração é uma reflexão sobre os laços de família.

Alberto Araújo e Débora Tôrres quando Vazio Coração ainda estava só no papel…

O filme tem produção-executiva da nossa querida amiga Débora Torres, cineasta e profissional das mais aguerridas, enquanto Alberto Araújo assina roteiro e direção.

Detalhes do lançamento no ARAXÁ CINE FESTIVAL você acompanha aqui, a partir da próxima segunda, 10 de setembro, quando terá início o I Araxá Cine Festival.

Cine Festival vai evidenciar beleza e paisagens naturais de Araxá

 

Às vésperas de realizar seu primeiro Festival de Cinema, a cidade de Araxá começa a despertar atenção. É lá que, durante uma semana, o Cinema Brasileiro vai estar hospedado numa intensa programação, da qual constam oficinas, workshop, lançamentos de livros e DVDs, exibições grstuitas de filmes brasileiros, e diversas mostras competitivas e informativas.

O I Araxá Cine Festival foi idealziado por Débora Torres, que também é sua Produtora-Executiva, tem Curadoria de Rubens Ewald Filho, e direção artística de Alberto Araújo. O Festival será aberto dia 10 e prossegue até 16 de setembro.

Minas Gerais

História preservada: o antigo prédio da Rede Feroviária, onde hoje funciona a Fundação Cultural de Araxá…

Minas Gerais

As lindas paisagens da região atraem centenas de turistas a Araxá, anualmente…

Minas Gerais

Cercado de verde, calmaria e beleza, a arquitetura imponente do Grande Hotel é uma das atrações mais visitadas pelos turistas…

Minas Gerais

O Museu Dona Beja leva o nome de famosa cortesã que viveu na região no século XIX e foi inspiração para conhecida novela…

O museu também guarda itens usados na novela da Manchete, que contou a história da mulher que deu nome ao local. Ana Jacinta de São José, a Dona Beja, é considerada uma das mulheres mais bonitas de seu tempo. Em sua época, foi mal vista pelas conterrâneas por causa de sua beleza. Apaixonada por um homem que se casou com outra, ela acabou virando cortesã, amante de grande parte dos homens casados da cidade, e enriqueceu às custas de seus admiradores.

Outro ponto importante para o turista é conhecer a Fundação Cultural Calmon Barreto. O local expõe peças de artesanato e ótima opção para quem deseja comprar produtos locais. São doces caseiros, peças de arte e até sabonetes de lama. Quando for visitar Araxá, não deixe também de provar os doces de Dona Joaninha e Dona Ana, que incluem frutas cristalizadas e doces de amendoim. A cachaça também é destaque neste município mineiro. 

As igrejas de Araxá, de beleza simples e encantadora, também valem uma visita. Entre as mais visitadas, a Igreja Matriz de São Domingos e o Santuário Nossa Senhora de Fátima. Na Igreja Matriz de São Sebastião, os turistas podem ver também o Museu Sacro São Sebastião

Minas Gerais

A Igreja São Sebastião, onde fica o Museu Sacro…

Depois da visita ao centro histórico, os amantes de esportes radicais, ecologia, e turismo de aventura podem encontrar muitas opções de passeios. Araxá é um dos principais acessos ao Parque Nacional da Serra da Canastra, onde encontram-se cachoeiras, trilhas e é possível escalar paredões.  Já o Centro de Aventura do Barreiro está dentro do Complexo do Barreiro, contando com tirolesa e arvorismo, com programas especiais para crianças e adultos.

Minas Gerais

Araxá é uma das portas de entrada para a famosa Serra da Canastra…