Arquivo da tag: ver cinema no Maranhão

São Luís Terá Julho de Cinema

A Lume Filmes, a mais importante distribuidora de cinema autoral e independente no Brasil, realiza de 14 a 23 próximos o I Festival Lume de Cinema, uma extensão dos 3 Festivais Internacionais de Cinema do Maranhão que a empresa criou em meados da década passada.
 
Criado e coordenado pelo cineasta Frederico Machado, o festival exibirá filmes de vários cantos do mundo das mais importantes distribuidoras internacionais, entre longas e curtas-metragens. Foram mais de 2.000 produções inscritas! Filmes do Japão, Filipinas, Coréia, Itália, Bélgica, Holanda, Romênia, Croácia, Estônia, Bósnia, Bulgaria, Filândia, Africa do Sul, Nigéria, França, Espanha, Portugal, Inglaterra, Irlanda, Escócia, México, EUA, Canadá, Argentina, Uruguai, Russia, Chile, Grécia, Israel, Irã e de muitos outros países fizeram parte da pré-seleção do Festival.
 
 
O I FESTIVAL LUME DE CINEMA  prevê como premiação a entrega de troféus para os premiados nas seguintes categorias: Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Roteiro, Melhor Som, Melhor Fotografia, Melhor Montagem, Melhor Trilha Sonora e Melhor Direção de Arte. A direção do festival ainda prevê Menção Honrosa nas duas seletivas competitivas.
 
Além da Mostra Competitiva, estão previstos shows, palestras, workshops, debates e lançamentos de livros, sempre visando a estimular e aprimorar o conhecimento e a sensibilidade em torno da Sétima Arte, co mas seguintes ações em destaque:
 
– Curso HISTÓRIA DO CINEMA com o crítico Sérgio Alpendre.
– MOSTRA ALUMBRAMENTOS com filmes da produtora cearense e PREMIADOS NO FESTIVAL DE CURTAS DE BELO HORIZONTE.
 
Hours Concours do Festival
 
  • LOLA de Brillante Mendonza (Serbis)
  • HIROSHIMA de Pablo Stoll (Whisky)
  • SUBMARINO de Thomas Vinterberg (Festa de Família e Dogma do Amor)
  • TRIÂNGULO AMOROSO de Tom Tkywer (Trama Internacional e Corra, Lola, Corra)
  • TUDO FICARÁ BEM de Christoffer Boe (Reconstrução de um amor)
 
LONGAS  – COMPETIÇÃO OFICIAL (INTERNACIONAL)
 
Bi, dung so! / Don´t be afraid, Bi / Não tenha medo, Bi
Vietnã/ França/ Alemanha/ 91 min. / 2010 / Drama – Direção: Phan Dang Di
 
Dooman River / Rio Dooman
Coréia do Sul/ França / 89 min. / 2010 / Drama – Direção: Lu Zhang
 
Wszystko, co kocham / All that I Love / Tudo que eu amo
Polônia / 95 min. / 2010 – Direção: Jacek Borcuth
 
Daca bobul nu moare/ If the seed doesn’t die / Se a semente não morrer
Romênia/Sérvia/Áustria / 2010 / 115 min./ Drama – Direção: Sinisa Dragin
 
Norberto Apenas Tarde
Argentina/Uruguai / 2010 / 89 min./ Comédia – Direção: Daniel Hendler
 
Oliver Sherman
Canadá / 2010 / 88 min./Drama/Terror/Guerra – Direção: Ryan Redford
 
Podslon / Shelter / Abrigo
Bulgária / 89 min. / 2010/ Comédia/ Drama – Direção: Dragomir Sholev
 
The mill and the cross / O redemoinho e a cruz
Suécia / Polônia /92 min. / 2011 / Drama/ História – Direção: Lech Majewski
 
Le vendeur / The salesman / O vendedor
Canadá / 2011 / 107 min / Drama – Direção: Sébastien Pilote
 
Püha Tõnu kiusamine / The Temptation of St. Tony / As Tentações de Santo Antônio
Estônia / Filândia / Suécia / 100 min. / 2009 – Direção: Veiko Õunpuu
 
Wenecja / Venice / Veneza
Polônia / 110 min. / 2010 – Direção: Jan Jakub Kolski
 
White as snow / Neve
Turquia / 2011 / 88 min. – Direção: Selim Gunes
 
CURTAS  – COMPETIÇÃO OFICIAL (INTERNACIONAL)
 
8:05
Argentina / 2010 /16 min. – Direção: Diego M. Castro
 
Aleph
França / 2010  / 15 min. – Direção: Yakup Girpan
 
A ordem das coisas / El orden de las cosas
Espanha / 2010 / 19 min. – Direção: César Estaban e José Esteban
 
Tudo bem
Rússia / Espanha / 2010 / 13 min. – Direção: Manuel Xavier
 
O Potro / The Foal
Austrália / 9 min. / 2010 – Direção: Josh Tanner
 
O Banho de Micky – Bathing Micky
Dinamarca / 15 min. / 2010 – Direção: Frida Kempff
 
Rita
Espanha / 15 min. / 2010 – Direção: Fabio Grassadonia
 
The Magus 
EUA / 12 min. / 2011 – Direção: Jaimz Asmundson
 
Le Jouer de Citerne 
França /2010 /14 min. – Direção: Emmanuel Gorinstein
 
Colivia / A gaiola
Romênia / Holanda /2010 /17 min. – Direção: Adrian Sitaru
 
Narkis
Israel /2011 /10 min. – Direção: Noam Ellis
 
O Pregador / Preacher
Polônia /2009 /27:30 min. – Direção: Daan Van Baelen
 
A eternidade comecará está noite / Forever Gonna’s Start Tonight
EUA /2011 /16 min. – Direção: Eliza Hittman
 
Cartão postal / La carte
França /2010 /7`30 min. – Direção: Stefan Le Lay
 
Nothing personal 
Bulgária /2010 /15 min. – Direção: NF
 
Lavan
Israel /2010 /15 min – Direção: Noan Kaplan
 
Six easy pieces / Seis peças fáceis
EUA /2010 /10 min. – Direção: Reynold Reynolds
 
Sashenka
Israel /2010 /9 min. – Direção: Anna Gurevich
 
Smolarze / Charcoal Burners
Polônia /2010 /15 min. – Direção: Piotr Zlotorowicz
 
Wags /Wife and girlfriends /Mulheres e Namoradas
Alemanha /2009 /29 min. – Direção: Evi Goldbrunner
 
Pizzangrillo
Itália /2011 /15 min. – Direção: Marco Gianfreda
 
Protoparticulas
Espanha /2010 /7 min. – Direção: Chema Garcia Ibarra
 
Magia
França /6`35 min. /2010 – Direção: Gerard Cairaschi
 
Stanka vai para casa / Stanka goes home
Bulgária /15min. /2010 – Direção: Maya Vitkova
 
 
MOSTRA OLHAR CRÍTICO – COMPETIÇÃO OFICIAL
 
Totó
Itália /2009 /125 min. – Direção: Peter Schreiner
 
El ambulante
Argentina/2010/105 min. – Direção: Eduardo de la Serra, Lucas Marcheggiano e Adriana Yurcovich
 
El medico /Cubation Story
Cuba /2009 /105 min. – Direção: Daniel Fridell
 
Atomic and disco war
Estônia / Filândia /2009 /80 min. – Direção: Jaak Kilmi
 
Pit n. 8
Estônia / Ucrânia /2010 /95 min. – Direção: Marianna Kaat
 
Metrobranding
Romenia /2010 /92 min. – Direção: Ana Vlad, Adi Voicu
 
LONGAS – MOSTRA COMPETITIVA BRASIL

Além da estrada
Brasil/Uruguai – 90 min. – Direção: Charly Braun

Avenida Brasil Formosa
Documentário – 2010 – 84 min. – Direção: Gabriel Mascaro

A última estrada da praia
Ficção – 2010 – 93 min. – Direção: Fabiano de Souza

Os monstros
Ficção – 2011 – 81 min. – Direção: Guto Parente, Luiz Pretti, Pedro Diógenes, Ricardo Pretti

Os residentes
Ficção/Experimental – 2010 – 120 min. – Direção: Tiago Mata Machado

Terra Deu, Terra Come
Documentário – 2010 – 88 min. – Direção: Rodrigo Siqueira
 
A cantora Áurea Martins é tema do curta do cineasta carioca Zeca Ferreira
 
CURTAS – MOSTRA COMPETITIVA BRASIL

O último retrato
Documentário – 2009 -15 min. – Direção: Abelardo de Carvalho

Avós
Ficção – 2010 – 12 min. – Direção:Michael Wahrmann

Caos
Ficção – 2010 – 15:40 min. – Direção:Fábio Baldo

Áurea
Documentário – 2009 – 12 min. – Direção: Zeca Ferreira

O som do tempo
Documentário – 2010 – 10 min. – Direção:Petrus Cariry

Mapa-mundi
Ficção – 2009 – 15 min. – Direção:Pedro Zimmermann

Uma noite em 68
Experimental – 2010 – 11:30 min. – Direção:Ionaldo Araujo

O contador de filmes
Documentário – 2010 – 15 min. – Direção:Ellinaldo Rodrigues

O trabalho final
Ficção – 2011 – 17 min. – Direção:Felipe Mendonça Moraes

Direita é a mão que você escreve
Ficção – 2009 – 15 min. – Direção:Paula Santos

A sutil circunstância
Ficção – 2011 – 10 min. – Direção:Matheus Rocha e Gabriela Amaral Almeida

Alguém tem que honrar essa derrota
Experimental – 2009 – 7:30 min. – Direção:Leonardo Esteves

Paragolétriko
Ficção – 2011 – 15 min. – Direção: NF

Tempestade
Animação – 2010 – 10 min. – Direção: Cesar Cabral

Meu medo
Animação – 2010 – 10:46 min. – Direção:Murilo Hauser

Carreto
Ficção – 2010 – 12 min. – Direção:Cláudio Marques e Marília Hughes

A dama do Peixoto
Documentário – 2010 – Direção: Douglas Soares e Allan Ribeiro –

Orquestra do som cego
Documentário – 2010 – 13 min. – Direção:Lucas Gervilla

Acercadacana
Documentário – 2010 – 20 min. – Direção:Felipe Peres Calheiros

Permanências
Documentário – 2010 – 30 min. – Direção:Ricardo Alves Junior

A vermelha luz do bandido
Documentário – 2009 – 16 min. – Direção:Pedro Jorge

Naiá e a lua
Ficção – 2010 – 13 min. – Direção:Leandro Tadashi

Traz um amigo também
Ficção – 2010 – 15 min. – Direção:Frederico Cabral

Aos pés
Ficção – 2010 – 18 min. – Direção:Zeca Brito

Mãos de outubro
Documentário – 2010 – 20 min. – Direção: Vitor Souza Lima

Um animal menor
Ficção – 2010 – 20 min. – Direção:Pedro Harres e Marcos Contreras

Onde você vai?
Ficção – 2010 – 15 min. – Direção:Victor Fisch
Doce de coco
Ficção – 2010 – 20 min. – Direção:Allan Deberton

Sobre os restos dos dias
Ficção – 2010 – 17 min. – Direção:Alexandre Baxter e Luiz Felipe Fernandes

Eu não quero voltar sozinho
Ficção – 2010 – 18 min. – Direção: Daniel Ribeiro
 
Aos Pés, do gaúcho Zeca Brito, é outro forte concorrente da Mostra Brasil
 
 
FILME DE ABERTURA
 
Lola (Lola)
Filipinas / França / 2009 – 110 min.
Direção: Brillante Mendonza
 
FILME DE ENCERRAMENTO
 
Caminho para o nada (Road to nowhere)
EUA / 2010 / 121 min.
Direção: Monte Hellman
 
O Festival contará com vários outros filmes internacionais na MOSTRA EXPECTATIVA e ainda terá homenagens especiais ao diretor Werner Herzog com retrospectiva de seus filmes, sessão especial com premiados do Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte e Mostra Alumbramentos.

Inscrições Abertas ao GUARNICÊ

O 34º Festival Guarnicê de Cinema será realizado de 29 de agosto a 2 de setembro na cidade de São Luís do Maranhão.

Promovido pela Universidade Federal do Maranhão, por meio do Departamento de Assuntos Culturais da Pró-Reitoria de Extensão, com apoio de organizações públicas e empresas, o 34º Festival Guarnicê já está com inscrições abertas no site www.cultura.ufma.br.

O Festival é um grande painel de difusão e fomento ao Cinema Brasileiro, favorecendo o intercâmbio entre países ibero-americanos e de língua portuguesa. 

Constituído de mostras competitivas e não competitivas, o 34º Festival Guarnicê de Cinema aceitará filmes na bitola 35mm e vídeos realizados no sistema NTSC, em qualquer formato de captação. As mostras não-competitivas serão realizadas em sistema de itinerância e constituídas de vídeos e filmes em curta, média e longa metragem, convidados os que não se enquadrem nos critérios da competição.

A edição do festival este ano manterá os concursos Guarnicê de Filmes Longa Metragem; Guarnicê de Filmes Média e Curta Metragem; Guarnicê de Vídeos; Troféu Guarnicê para Tele-Reportagem, exclusivo às emissoras de televisão do Maranhão; Troféu Guarnicê para Comercial, destinado apenas às agências e produtoras de vídeos maranhenses e ainda os Troféus Guarnicê para Vídeo 1 Minuto e Videoclipe.

Poderão participar cineastas e videastas brasileiros, ibero-americanos e de países da língua portuguesa. Cada participante poderá inscrever até dois filmes e/ou vídeos, de longa, curta e média metragem.

Vale lembrar: a duração para Curta Metragem é de até 15 minutos, Média Metragem (16 a 59 minutos) e Longa Metragem (70 a 130 minutos). O festival tem tema livre. Não serão aceitos, de nenhuma forma, trabalhos que já competiram nas edições anteriores do Guarnicê.

O responsável pela inscrição deverá permitir a doação de uma cópia da sua obra audiovisua,l em mídia digital no formato DVD, por meio do preenchimento da Ratificação de Permissão à UFMA para incorporação ao acervo do Departamento de Assuntos Culturais. Para todos os trabalhos (filmes e vídeos), o responsável pela inscrição deverá enviar Declaração à coordenação do Festival informando que dispensa cobrança oriunda de direito autoral por parte do ECAD (Lei 9.610/98). Essa declaração deve ser assinada pelo autor da Trilha Sonora e o diretor da obra audiovisual.

A inscrição do trabalho deverá constar de: a) Preenchimento da ficha de inscrição, tendo em anexo fotos, releases, currículo em CD-ROM (extensão JPEG ou TIFF) para imagens com 300 dpi e para textos em Word para divulgação. Cada trabalho deve ser gravado em DVD, individual e identificado com nome, endereço, telefone e e-mail e Declaração dos Direitos autorais e Ratificação de Permissão.

Os trabalhos inscritos e seus anexos deverão ser entregues ou enviados por postagem à: UFMA/PROEX/DAC – FESTIVAL GUARNICÊ DE CINEMA. Rua Grande, 782 – Centro. CEP: 65020-250. São Luís/MA. Informações: 98 3231 2887 (Coordenação) – 3232 3901 (Secretaria) e 3221 0756 (Informática). Por email: dac.audiovisual@ufma.br, até as 18h na coordenação do Festival e até as 23h59 de 10 de junho/2011 pela internet.

Saiba mais: http://www.cultura.ufma.br.