Arquivo da tag: vestido noiva

Sérgio Fonta e o Vestido de Noiva de Nelson Rodrigues no PEN Clube

Êxito da palestra de SÉRGIO FONTA sobre exponencial Dramaturgo faz PEN Clube promover nova conferência…

Foi tão próspera a palestra proferida pelo ator, jornalista, escritor e pesquisador SÉRGIO FONTA sobre a obra-prima do dramaturgo pernambucano NELSON RODRIGUES – VESTIDO DE NOIVA – que haverá uma nova oportunidade para conferir este momento de luz sobre página tão relevante da Dramaturgia Brasileira.

O PEN Clube do Brasil e a Academia Brasileira de Arte convidam para a conferência Vestido de Noiva: Nelson Rodrigues em três ângulos de História, em comemoração ao centenário de nascimento do importante escritor, jornalista e dramaturgo brasileiro.

conferencista Sérgio Fonta

dia 15 de outubro, segunda-feira

das 17h30 às 20h, na sede social do PEN Clube

Sérgio Fonta: estudioso da obra de Nélson Rodrigues, integra o PEN Clube e tem palestra agendada sobre a obra imortal do festejado dramaturgo pernambucano…

ONDE: Praia do Flamengo, 172 /11º andar.

Após a Conferência será servido o tradicional lanche.

Atenciosas saudações, Cláudio Aguiar

(Presidente do PEN Clube do Brasil)

Luciana Braga e Malu Mader numa das montagens da obra mais conhecida de Nélson Rodrigues, o clássico Vestido de Noiva

Visite o portal do PEN CLUBE: http://www.penclubedobrasil.org.br

SAIBA MAIS sobre NÉLSON RODRIGUES:

“Ele será sempre um grande autor”, afirma Bárbara Heliodora, que atribui a Nelson Rodrigues a subida aos palcos dos diálogos que reproduzem a língua falada pelas plateias. “Nelson era um repórter extraordinário, e foi muito influenciado pela experiência como jornalista”, diz. “Tinha um ouvido tão maravilhoso que conseguiu captar o brasileiro falando. Nós aprendíamos na escola que poderíamos falar errado, mas deveríamos escrever corretamente. Os autores escreviam certo, esquecidos de que aquilo era para ser falado.” Só depois de Vestido de Noiva os atores começaram a falar o português das ruas. A descoberta do diálogo em brasileiro fez de Nelson Rodrigues, segundo o crítico Sábato Magaldi, “um autor seminal, que fecundou a nossa dramaturgia”.

* Do blog do jornalista Augusto Nuneshttp://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/tag/nelson-rodrigues/

** Confira vídeo com o escritor NELSON RODRIGUES: http://www.youtube.com/watch?v=TlOBVe6yE80

Março de Teatro e É Tudo Verdade no CCBB carioca…

 

Paulo José, JT Leroy, Natália Lage, Caco Coelho, Daniela Thomas, Nelson Rodrigues, e Viviane Pasmanter
 
O Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro apresenta este mês 3 novos espetáculos de teatro
 
Baseado em episódio real, com direção de Susana Ribeiro e Paulo José, JT – Um Conto de Fadas Punk traz a atriz Natália Lage no papel de JT Leroy, jovem escritor consagrado como grande fenômeno da literatura mundial, admirado por personalidades como Madonna, Bono Vox, Winona Rider e que, na verdade, nunca existiu.
 
Natália Lage volta aos palcos dirigida por Paulo José…
 
Um marco na dramaturgia nacional, o espetáculo Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues, ganha versão inédita com direção de Caco Coelho e direção artística de Daniela Thomas. No ano do centenário de um dos maiores dramaturgos brasileiros, a montagem ocorre em cenário especialmente desenvolvido para dar vida aos três planos – realidade, alucinação e memória. Ocupando a rotunda do CCBB Rio, durante o dia, o cenário se transformará em exposição interativa, com tablets que mostrarão a obra do autor. O elenco traz Vivianne Pasmanter, Renata de Lelis, Vanessa Garcia, Charles Asevedo, Bruno Fernandes, Felipe Di Paula, Flávia Pucci, Sandra Alencar, Renato Linhares e Luciana Belchior.
 
Tudo Que não Invento É Falso é o espetáculo de dança infantojuvenil inspirado na obra Memórias Inventadas, do poeta matogrossense Manoel de Barros.
 
Presente no CCBB Rio desde sua primeira edição, o Festival É Tudo Verdade completa 17 anos reconhecido como principal evento dedicado à cultura do documentário na América Latina. O Cinema I exibe parte da destacada da programação, recebendo algumas de suas principais mostras.
 
 
 
Sala A Contemporânea abre a série 2012/2013 com a exposição individual inédita: José Rufino – Divortium Aquarum, 2012. Norteado pela apropriação e transmutação de memórias locais, socioculturais e políticas, o site specific do artista paraibano recupera memórias relacionadas ao universo dos rios e do mar.
 
A Galeria de Valores, espaço interativo que conta a história da moeda no Brasil e no mundo apresenta nova mostra na sua última sala: Art Decó/Art Noveau, reunindo um conjunto de jóias de um período mítico da história recente, marcado pelo luxo.
 
Anjos Tortos é a série musical que traz à cena parte do repertório de Itamar Assumpção, Wilson Simonal, Wally Salomão e Torquato Neto. Geniais e geniosos na mesma medida, esses artistas se importavam menos com o sucesso comercial do que com viver e criar intensamente. Entre os convidados estão: Isca de Polícia, Arrigo Barnabé, Max de Castro, Jards Macalé e Chico César.
 
As séries musicais permanecem no Teatro II com espetáculos temáticos: Gauchada Sul Gêneris traz Marcelo Delacroix e Band, Simplesmente Inédito tem como tema Linguagens, Eternos Modernos recebe Quarteto Radamés Gnatalli e participação especial de Paulo Sérgio Santos.
 
A edição de março de A Ópera na Literatura: Uma Inútil Precaução traz Ivo Barbieri (ensaísta), Osvaldo Ferreira (maestro) e André Paes Leme (diretor teatral) para falar de Elektra (Richard Strauss & Hofmannsthal).