Arquivo da tag: Vila das Artes

Cursos gratuitos de Audiovisual em Fortaleza

A Vila das Artes abre inscrições para novos cursos de audiovisual. Os editais e as fichas de inscrição estão em www.fortaleza.ce.gov.br/editaisviladasartes. Após preencher a ficha, os interessados deverão comparecer, dentro do período de inscrição, à secretaria da Vila das Artes, das 9h às 20h, para entrega dos documentos. Confira os cursos ofertados:

Documentário – Ensaio como forma
O curso acontece, durante a parte teórica e de elaboração de projetos, no turno da noite, no horário das 18h30 às 21h45, e, durante a realização dos exercícios práticos, em horário a combinar, no período de 30 de abril a 6 de julho, de segunda a sexta. Orientado pelos professores Alexandre Veras, Beatriz Furtado e Felipe Ribeiro.

Desenho de Som – do Roteiro à Finalização

Inscrição até 3 de maio. Abordará conteúdos que pensarão o som desde a elaboração do roteiro até a finalização do filme, incluindo o processo de gravação e suas adversidades, o projeto sonoro e a passagem do digital para o analógico. Será realizado no turno da noite, no horário das 18h30 às 21h45, no período de 14 a 18 de maio. É necessário que o candidato possua conhecimentos e/ou experiência na área.

Técnico de Animação II: Inscrições até 4 de maio. Abordará conhecimentos técnicos para a realização de um vídeo de animação (objetos, recortes, pessoas, etc.) desde seu roteiro e storyboard, elaboração e captação de imagens quadro a quadro, e finalização. A realização será no turno da noite, de segunda a sexta, no horário das 18h30 às 21h45, no período de 21 a 25 de maio. É necessário que o candidato possua conhecimento básico em animação. Ministrado pelo professor André Dias.
 
Produção Executiva: Inscrições até 11 de maio. Abordará a reflexão e análise sobre a produção audiovisual, a atuação do produtor da concepção, partindo da idéia e elaboração do projeto à exibição da obra. Acontece no turno da noite, de segunda a sexta, no horário das 18h30 às 21h45, no período de 28 de maio a 1º de junho. O candidato precisa ter experiência na área de produção audiovisual e conhecimentos a respeito da gestão administrativa dos projetos. Orientado pelo produtor João Júnior.

(Foto: Documentário “As Vilas Volantes – O Verbo Contra o Vento”, de Alexandre Veras)

Canções para mostrar Fortaleza em Sol Maior

Composições de músicos cearenses são a inspiração para o projeto audiovisual que a Vila das Artes coordena para comemorar o aniversário de Fortaleza este ano.

Fortaleza em Sol Maior vai reunir num vídeo coletivo sete obras apresentando a capital cearense através das letras de canções de compositores nascidos no Ceará.

Qualquer pessoa pode participar ! Basta enviar um roteiro ou uma proposta audiovisual autoral e artística, com duração entre 1 e 5 minutos. O candidato selecionado deverá participar de oficinas técnicas a serem oferecidas gratuitamente, com orientação de profissionais qualificados.

 A Vila das Artes/Escola de Audiovisual de Fortaleza, através do Núcleo de Produção Digital (NPD) disponibilizará equipamentos como câmera, som e ilha de edição. O vídeo concluído será exibido em vários espaços da cidade.

As inscrições podem ser feitas até a próxima sexta. Edital e ficha de inscrição estão em www.fortaleza.ce.gov.br/editaisviladasartes 

Os documentos solicitados devem ser entregues na secretaria da Vila (Rua 24 de Maio, nº 1221, Centro) das 9h às 20h, dentro do período de inscrição.

Mais informações: 3252-1444 | 3253-7052

Metodologia e Pesquisa em Audiovisual

 

A Vila das Artes está com inscrições abertas para ouvintes na disciplina Metodologia e Pesquisa em Audiovisual II, do Curso de Realização em Audiovisual. Estão sendo disponibilizadas cinco vagas. A disciplina será ministrada pela historiadora e documentarista Beth Formagini de 27 de junho a 1º de julho, das 8 às 12h. As inscrições são gratuitas. É necessário apenas o preenchimento de uma ficha na secretaria da Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221). Outras informações pelo 3105-1404.

A disciplina propõe uma série de reflexões básicas e fundamentais sobre a configuração da pesquisa na área do audiovisual e em áreas afins. Discute-se o papel desempenhado pelo pesquisador, professor, jornalista, historiador, crítico, ensaísta no universo do audiovisual; como são selecionados seus objetos de estudos; sobre que hipóteses se fundamentam; que materiais e métodos lhes servem de instrumento e a importância de que se revestem os produtos gerados por essas pesquisas. A configuração do projeto de pesquisa é também tema da disciplina.

Programação Vila das Artes

Oficina de Corporeidade e Composição Coreográfica recebe inscrições até dia 28 

A Escola Pública de Dança da Vila das Artes está com inscrições abertas até dia 28 para a Oficina Corporeidade e Composição Coreográfica com o coreógrafo Edvan Monteiro. As inscrições devem ser feitas na secretaria da Vila e os interessados devem apresentar um currículo, ter idade mínima de 16 anos, formação em dança e no mínimo dois anos de experiência. As aulas serão de 3 a 5 de novembro, das 10h às 12h. A Oficina vai abordar exercícios de conscientização do corpo através do sistema Laban. “Esses exercícios não só proporcionam um conhecimento do corpo, mas também do espaço em que este corpo se insere e as pessoas a sua volta. Também envolveremos técnicas que possibilitem uma relação entre todos os participantes como jogos de contato, improvisação e composição em tempo real” explica Monteiro. São oferecidas 20 vagas.

Espetáculo Martyras: Aos olhos de Antígona é apresentado na Vila das Artes

“Martyras: Aos olhos de Antígona” é uma livre adaptação da clássica tragédia  grega de Sófocles que acontece em meio ao grande ritual de celebração das Moiras, divindades do ciclo natural da vida. O espetáculo será apresentado HOJE, 21, e 28 de outubro, às 19h30, na Vila das Artes. A adaptação é do Grupo de Pesquisas Cênicas Teatro das Moiras que acompanha a história da personagem Antígona seguindo o fluxo de seus pensamentos. O espetáculo é marcado pela história sobre a importância de levar as convicções, ideais e paixões até as últimas conseqüências, sejam elas quais forem. O evento tem entrada gratuita e acontece na sala de dança da Vila das Artes. Informações (85) 3252-1444 ou (85) 8690-0037 ou 8128-7177.

Tópicos Utópicos debate As Revoluções com Michael Löwy. 

 O filósofo e sociólogo Michael Löwy é o convidado de outubro do Tópicos Utópicos, projeto da Prefeitura Municipal de Fortaleza que traz grandes pensadores que são referências na esquerda mundial e nacional para encontros e reflexões sobre temas da humanidade. Esta segunda edição acontece na quinta (21) às 19h, no Mercado dos Pinhões (Praça Visconde de Pelotas – Centro, entre o as ruas Gonçalves Lêdo e Tenente Benévolo) e no Auditório da Faculdade de História da Universidade Federal do Ceará (Av. da Universidade, 2762, Benfica), na sexta (22) às 14h30. “As Revoluções dos Séculos XlX e XX” será tema do encontro que também receberá o lançamento do livro Revoluções, organizado por Löwy e editado pela Boitempo (São Paulo). O projeto é realizado pela Prefeitura Municipal de Fortaleza através da Comissão de Participação Popular e da Secretaria de Cultura de Fortaleza em parceria com a Universidade Federal do Ceará, a Editora Boitempo e a Escola Nacional Florestan Fernandes. Michael Löwy nasceu em São Paulo. Formou-se em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (USP). Desde 1969 vive em Paris. É diretor emérito de pesquisas do Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS). Foi homenageado, em 1994, com a medalha de prata do CNRS em Ciências Sociais. É um relevante estudioso do marxismo, com pesquisas sobre as obras de Karl Marx, Leon Trótski, Rosa Luxemburgo, Georg Lukács, Lucien Goldmann e Walter Benjamin.

Informações: (85) 3452-2110

E Shakespeare com o universo audiovisual ?

Shakespeare no universo audiovisual – da fidelidade à adaptação intercultural é tema do Debates Incalculáveis na próxima segunda

                                    

 O teatro e a figura de William Shakespeare são presenças constantes na produção audiovisual desde fins do século XIX, quando a primeira película shakespeariana foi realizada. Nos dias atuais suas obras se reproduzem no audiovisual, em programas de TV, internet, games e até aplicativos de telefonia móvel.  
Pensando nisso, o programa Debates Incalculáveis, realização do Complexo Vila das Artes (Prefeitura de Fortaleza) agendou para a próxima segunda (16) às 18h30 palestra sobre o tema Shakespeare no universo audiovisual – da fidelidade à adaptação intercultural.  
O convidado do mês é o pesquisador Marcel Vieira, professor do Curso de Cinema da Universidade Federal do Ceará e doutorando em Comunicação pela Universidade Federal Fluminense. O encontro é aberto ao público.
Mais informações: 3252.1444

Neville d’Almeida em Fortaleza

Cineasta Neville d’Almeida inaugura série O Cinema e a Cidade no Papo XXI

 

Diretor de filmes que uniram invenção artística e consagração popular, como “A Dama do Lotação” (1978), “Os Sete Gatinhos” (1980), “Rio Babilônia” (1982), “Matou a Família e Foi ao Cinema” (1991) e “Navalha na Carne” (1997), o cineasta Neville d’Almeida inaugura a série especial O Cinema e a Cidade, dentro do programa de debates Papo XXI.

 

Além de cineasta, Neville d’Almeidanascido em Belo Horizonte (MG), – é fotógrafo, roteirista, ator, desenhista, escultor e criador de intervenções espaciais e instalações.

Com entrada franca, o debate acontece na próxima terça, 22, às 19 h, no cineteatro do Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza. No debate, o cineasta compartilhará sua história de vida, trajetória artística e metodologia de trabalho com o público presente ao CCBNB-Fortaleza.

O objetivo da série O Cinema e a Cidade é proporcionar um intercâmbio de reflexões, idéias e ideais sobre o fazer audiovisual. O projeto foi idealizado e será realizado pelo Centro Cultural Banco do Nordeste, em parceria com a Vila das Artes – Escola Pública de Audiovisual, equipamento da Prefeitura de Fortaleza vinculado à Secretaria de Cultura (Secultfor), que desde 2006 fomenta a formação em arte, apoio à produção e incentivo à pesquisa e à difusão cultural.

Clássicos de graça em Cineclube


O Cineclube Vila das Artes apresenta este mês uma seleção dos melhores clássicos do cinema italiano, como Ladrão de Bicicletas, de Vittorio de Sica e Roma, Cidade Aberta, de Roberto Rossellini, roteiro de Frederico Fellini. Os filmes traçam o perfil sócio-cultural de uma Itália que se reconstruía das dificuldades da pós-guerra. Na sequência, Teorema, de Píer Paolo Pasolini, que expressa uma perspectiva particular da crise estrutural do capital a partir de uma de suas principais instâncias sócio-reprodutivas: a família. A Doce Vida, de Fellini, que traz uma Roma marcada pelas exibições mundanas, a decadência e os excessos. Fechando o ciclo de filmes do mês de junho Acossado, de Jean Luc Godard, retratando um mundo à margem de uma transformação social. As sessões, gratuitas, acontecem todas as quartas, às 18h30, na Vila das Artes sempre com a presença de um pesquisador, cineasta ou professor que conduz o bate papo com o público.  
  
Programação
 
 Dia 02
“Roma, Cidade Aberta” (Itália, 1945) – Filmado logo após a libertação da Itália, em locações reais e com atores amadores, Roma, Cidade Aberta tornou-se o marco inicial do neo-realismo italiano, que mostrou ao mundo que era possível se fazer cinema mesmo sob as condições mais precárias.
 
Dia 09
“Ladrões de Bicicletas” (Itrália, 1948) – Depois de procurar muito, Antonio consegue um emprego para colar cartazes de cinema pela cidade, o que faz com a ajuda de sua bicicleta. Porém, logo no primeiro dia de trabalho, ela é roubada. Junto com o filho pequeno, começa uma busca desesperada pela bicicleta, sua última esperança de uma vida melhor.
 
Dia 16
“A Doce Vida” (Itália, 1960) –  O jornalista Marcello vive entre as celebridades, os ricos e os fotógrafos que lotam a badalada Via Veneto. Neste mundo marcado pelas aparências e por um vazio existencial, ele frequenta festas, conhece os tipos mais extravagantes e descobre um novo sentido para a vida.  
 
Dia 23
“Teorema” (Itália, 1968) – Um jovem chega misteriosamente e se hospeda na casa de uma família burguesa. Aos poucos, ele vai seduzindo a empregada, a mãe, o filho, a filha, e por ultimo o pai. Teorema é um dos filmes clássicos do mestre do cinema italiano produzido em 1968, expressa uma perspectiva particular da crise estrutural do capital a partir de uma de suas principais instâncias sócio-reprodutivas: a família. 
 
Dia 30
“Acossado” (França, 1959) –  Em seu filme de estréia, Godard desconsiderou as formas convencionais e inovou a arte cinematográfica. Em uma narrativa fragmentada, apresenta Michel Poiccaard, um típico ladrão parisiense e admirador de Humprey Bogart. Um filme de perseguição espirituoso, romântico e inovador, que abriu as portas para a nouvelle-vague. Com roteiro de François Truffaut, Acossado é uma obra-prima da cinematografia francesa.

Vila das Artes Promove Debate

 

Encontro recebe  pesquisadores André Lepecki e Eleonora Fabião

O Debates Incalculáveis, programa da Vila das Artes, debruça-se este mês sobre dança e performance e recebe os pesquisadores André Lepecki, da Universidade de Nova York, nos Estados Unidos e Eleonora Fabião da Universidade Federal do Rio de Janeiro. O encontro é gratuito e acontece na sexta, dia 4, às 18h30.
Com o tema Planos de composição: dança, objeto, política e movimento,  Lepecki abordará como os campos de força críticos, estéticos ou teóricos compõem políticas do movimento na dança experimental contemporânea.
Já a pesquisadora Eleonora Fabião vai refletir sobre Performance no Espaço Público ou As Muitas Peles do Mundo.  A partir da apresentação de um arquivo de performances realizadas em espaços públicos desde meados dos anos 1960 até hoje, a pesquisadora colocará em debate temas relacionados a teoria e a composição da performance como a desconstrução da representação e do cotidiano, o tônus político da performance e os entrelaçamentos entre corpo performativo e espaço.
Esta edição do Debates Incalculáveis é realizada em parceria com o Curso Técnico em Dança do IACC/Secult/Senac-CE e Bienal Internacional de Dança do Ceará.

André Lepecki é professor no Departamento de Estudos da Performance, da Universidade de Nova York onde também faz doutorado. É também curador, crítico, e dramaturgista. Autor do livro Exhausting Dance (Routledge 2006; traduzido em 6 línguas). Foi premiado pela Associação Internacional de Críticos de Arte pela direção e co-curadoria da recriação de “18 Happenings in 6 Parts” de Allan Kaprow.

Eleonora Fabião é performer e teórica da performer. Professora Adjunta do Curso de Direção Teatral da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e doutora em Estudos da Performance pela Universidade de Nova York. Ao longo dos anos 90 atuou como membro de grupos de pesquisa e experimentação teatral no Rio de Janeiro.

Vila das Artes Abriga Ponto Brasil

Após as exibições haverá uma conversa sobre a metodologia e a construção coletiva do projeto com os realizadores e o Tuxáua Cultura Viva Marcelo Coutinho, também integrante da equipe Ponto Brasil.

O Ponto Brasil é uma co-produção TV Brasil e Secretaria de Cidadania Cultural (MinC). No Ceará pode ser visto através da TV Ceará, pelo canal 5 em TV aberta.  A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza, vinculado à Secretaria de Cultura de Fortaleza. È lugar de formação em artes, apoio a produção, incentivo a pesquisa e difusão cultural. Oferece gratuitamente uma série de cursos, em diferentes formatos e que atendem a um público diverso.

Vila das Artes – Rua 24 de Maio, 1221, Centro.
Telefone (85) 3252.1444

A Vila das Artes recebe na segunda, 17, às 19h30, o programa Ponto Brasil da TV Brasil, único programa de televisão realizado de modo integralmente colaborativo por cerca de 100 pontos de cultura e coletivos audiovisuais do país. Na Vila serão exibidos dois programas com vídeos produzidos por grupos do Ceará, cujos temas são: ‘brincadeira’ e ‘transitório’. Nessas produções participaram alunos do curso Pontos de Corte da Vila das Artes a qual também foi parceira do projeto nas atividades realizadas no Estado.

Instalação de Software Livre

FLISOL, o maior evento de divulgação de Software Livre da América Latina acontece sábado na Vila das Artes
A Vila das Artes recebe sábado (24) o FLISOL – Festival Latino Americano de Instalação de Software Livre – maior evento de divulgação de Software Livre da América Latina. O FLISOL é um evento que tem como principal objetivo promover o uso de software livre, fazendo instalação de softwares livres, apresentando sua filosofia, seu alcance, avanços e desenvolvimento ao público em geral.
O FLISOL acontece desde 2005, simultaneamente, em diversas cidades da América Latina. Com esta finalidade, diversas comunidades locais de software livre (em cada país,  cidade/localidade) organizam eventos para instalação  gratuita e legal de software livre nos computadores levados pelos participantes. Também, paralelamente, são oferecidas apresentações, palestras e oficinas sobre temas locais, nacionais e latinoamericanos.
Em Fortaleza, na Vila das Artes o evento acontece das 8h às 18h. Inscrições e mais informações no site http://flisolceara.net. A participação é gratuita, traga o seu computador.
 
Programação:

9h
Firewall simples com Endian ( Rafael Sousa)
Mais que um Linux, um Big Linux (Lucas Filho)
10h
Shell Script, o poder da concha (Osvaldo Modesto Silva Filho)
Arch Linux – Uma distribuição Simples e Leve (Marcelo Cavalcante)

11h 
Feio é tu sem o Gimp (Lucas Filho)
LTSP,contribuindo com inclusão social, digital e garantindo ROI para companhias (Artur Lopes Bezerra)   
14h
Instalando o Linux (Rafael de Carvalho Farias)
Tux-CE – Colaborando com o Software Livre (Gilfran Ribeiro, Johnantan Pereira e Marcelo Cavalcante) 
15h
Compartilhando o conhecimento com vídeo aulas (Rafael de Carvalho Farias)
Conceitos e Fundamentos de Computação em Nuvem (Vinícius Zavam)
16h
BrOffice.org,do básico ao avançado (Lucas Filho)
Computação Verde (Ivonísio Mosca)